Sevens 117

Anterior | Próximo


Completar de Labirintos Estilo Beim

 

Em Beim, era o caso que aventureiros seriam despachados para Labirintos quando um agrupamento considerado com possibilidades de sucesso era reunido.

Se um Labirinto fosse deixado em paz, ele cuspiria um enorme número de monstros e causaria danos pesados para a área circundante, então completá-los era uma necessidade.

Às vezes, uma vila ou cidade administraria um a fim de colher lucros tremendos deles. Mas essa administração requeria um número considerável de pessoas.

Não só um Lorde presidindo, começando com o controlar da área em volta do Labirinto, e obtenção do auxílio da Guilda de Aventureiros, isso era bastante cansativo.

Mas se fosse um sucesso, o Labirinto se tornaria um poço de fortuna.

Ele continuamente cuspiria monstros, então se podia pôr as mãos em uma enorme quantidade de Pedras Mágicas. Às vezes, era até possível encontrar tesouros.

Desde que você não pegasse o tesouro na câmara mais profunda, ele continuaria a produzir riqueza sem secar. Entretanto, se você falhasse, uma enorme massa de monstros emergiria, e havia um risco enorme de tais cidades de administração caírem em ruína.

A guilda de Beim recebia pedidos de outras terras para completá-los, mas pelo visto eles também sondavam áreas por conta própria, e encontravam Labirintos sozinhos.

Mas aqueles que eles despachavam estavam lá para inspecionar, e não tinham equipamento adequado para desafiar um Labirinto.

E para este fim, a guilda despachava aventureiros.

— Então é assim… Eu quero me juntar a Subjugação de Labirinto daqui uma semana.

Tendo retornado da guilda para nossa pousada, eu reuni nossas membras exaustas, e dei uma explicação.

Shannon estava segurando seu travesseiro com uma expressão sonolenta, e não parecia sequer estar escutando.

Diferentemente de não estar interessada, a Mônica apenas disse que iria se eu fosse, e não iria se eu não fosse.

Ela preparou chá para todos, e quando isso foi feito, ficou em aguardo ao meu lado.

Aria esfregou seu cabelo enquanto…

— Mais importante, o que você vai fazer sobre a recompensa dessa vez? Você não pode possivelmente estar pensando em usar tudo para se preparar para completar o Labirinto, não é?

Apesar de não parecer muito preocupada com o Labirinto, Aria não tinha intenção nenhuma de abrir mão de sua porção da recompensa.

Ela era igualmente dividida em nove, e propriamente distribuída toda vez.

— Estou pensando em usar o que ganhamos em Centralle dessa vez. E espera, eu também vou cobrir um pouco os custos do meu lado, então ponha seu equipamento em ordem. Eu estarei indo para a guilda para expressar nossa decisão amanhã, então você pode checar quanto tempo acha que isso vai levar até lá?

Mesmo se reuníssemos todos, nosso grupo era pequeno.

Eu tinha uma enorme quantia própria, e nossos ganhos eram claramente divididos entre membros, mas não havia tal coisa como um fundo conjunto do grupo.

Normalmente, haveria uma regra tácita de que sua própria manutenção deveria ser feita com a sua carteira.

Eva pareceu um pouco aliviada.

— Participar nisso será uma enorme ajuda na minha inexperiência. E espera, será minha primeira vez em um Labirinto e tudo mais, então não tenho a menor ideia do que reunir… ah, vamos fazer compras juntas, Novem!

Enquanto o tom da Eva implorava para ser mimada, Novem deu um sorriso torto.

— É claro. O que você fará, May-san?

A aparência da May era jovem, e ela estava sentada em um sofá bebendo um pouco de chocolate quente que a Mônica havia preparado. Ela gostava de bebidas doces ao invés de chá.

— Você quer fazer compras? Mas eu realmente não preciso de equipamento ou nada do tipo. E não é como se fosse o meu primeiro Labirinto ou nada assim. Mesmo no meu estado, eu esmaguei alguns na minha época.

Todos dirigiram olhares surpresos, mas apesar de ela ter a forma de uma jovem mulher, sua forma original era aquela de uma qilin.

Cabelos dourados curtos, e olhos azuis.

Um corpo pequeno, mas seios largos. Mostrando seu umbigo, mostrando seus ombros, mostrando suas coxas, a garota em trajes de aparência bem fria não era humana nenhuma.

Novem:

— Então talvez um robe ou casaco? Essas roupas parecem ser frias, e se destacam bastante.

Para com a opinião da Novem, May assentiu:

— Yeah~ então isso vai servir. Eu não vejo como vou usar meu dinheiro em primeiro lugar.

Como a May não parecia realmente se importar, o problema era a Aria.

Mônica a olhou, levantou uma bandeja para cobrir sua boca, e riu:

— Ora, isso não é bom? Você não terá mais que se preocupar com equipamento.

Aria geralmente tinha um alto gasto monetário.

Não era que ela estivesse desperdiçando. Ela usava um número de peças de equipamento, e eles custavam dinheiro. Com esse sendo o caso, decidi cobrir os custos.

(Além do mais, ela estava falando sobre substituí-los não faz muito tempo.)

É claro, Miranda similarmente gastava seu equipamento muito rapidamente, ainda assim ela estava se virando muito bem. Assim, a posição da Aria era baixa.

Ela desviou seus olhos de mim e da Mônica, e selou sua boca. Miranda olhou para ela.

— Aria, você realmente deveria pensar mais para onde seu dinheiro vai. Mesmo que seu lucro tenha aumentado, Beim têm vários gastos aqui e ali. Você entende isso, certo?

Aria deu uma desculpa:

— … Isso simplesmente veio em uma hora ruim. E havia a renovação da armadura e tudo mais. Se vamos planejar conquistar um Labirinto, então até eu posso…

(Bem, é por isso que estou colocando o custo de manutenção, todavia.)

Por volta dessa parte, a cabeça da Shannon estava balançando para cima e para baixo como um bote enquanto ela agarrava o travesseiro.

Miranda beliscou seu rosto com um bocado de força. Com olhos lacrimejantes, Shannon soltou seu travesseiro, e lutou para tirar as mãos da Miranda dela.

E quando ficou livre, a Shannon…

— … Ei, não está bom se eu simplesmente cuidar da casa? Eu nem sou parte da força de batalha, e acho que seria o melhor para todo mundo se eu simplesmente relaxasse em Beim.

Para com sua irmã que insistia em não ser contada em nossas forças, Miranda desceu seu punho com um sorriso.

Eu:

— Rejeitado. Com apenas nove pessoas ao nosso nome, você acha que é seguro se deixarmos alguém para trás na cidade? E nós deixaremos você na nossa base de qualquer jeito.

Base não se referia à filial da Guilda que fazíamos uso.

Ao desafiar um Labirinto, aventureiros de Beim preparariam tendas simples e outros lugares assim para dormir. E quando essas tendas se reuniam, se podia ter centenas ou milhares delas amontoadas com base na escala.

Após nos arrastarmos das profundezas dos labirintos, os aventureiros precisariam de um lugar desses na superfície para descansar. Essa era a base.

Eu olhei para Clara.

Ela estava pacientemente sentada no sofá, bebendo seu chá.

Quando nossos olhos se encontraram, ela deu um simples aceno para mostrar que não tinha problemas com isso.

Vindo de uma Cidade com Labirinto, e com ampla experiência como suporte, não parecia que Clara tivesse nada a dizer.

Eu sumarizei a conversa:

— Estarei perguntando o que é necessário amanhã. Passarei os gastos necessários quando receber essas explicações.

Então todas começaram a se mover a fim de prepararem-se para um Labirinto em uma semana.

A manhã do dia seguinte.

Quando deixei a pousada, acabei me deparando com um raro conhecido.

Na saída, encontrei o homem de olhos estreitos que havia nos indicado no primeiro dia vagueando.

— Ah, surpresa ver-te aqui.

— Puxa vida. Dia, novato crescente das expectativas.

O homem sorridente me chamou de novato de expectativas. Quando inclinei minha cabeça, ele pareceu entender minha confusão, já que entrou em uma explicação do assunto.

— Você é bem famoso na Filial Leste. Digo, você recebeu uma Subjugação de Labirinto depois de só um mês. “Tenho certeza que esse bando é um grupo de aventureiros notáveis de algum lugar”, é o rumor circulando. Já que eu te mostrei os arredores no primeiro dia, tem alguns vindo a mim por informações também, é como as coisas são. Você está me rendendo uma boa grana, sabe.

Observando o homem de olhos estreitos que ousadamente declarou que estava vendendo informações sobre mim, meu rosto se apertou. Mas meu oponente viu através do meu sentimento.

— Não ligue pra isso. Eu não dou nada importante demais. Apesar de eu dizer que vocês pareciam ser proficientes. Isso foi tudo que custou para um lucro esplêndido neste mês. Yep! Como pensei, realmente é uma coisa boa quando os aventureiros que guio se tornam grandes!

Eu o encarei em leve espanto.

— Por falar nisso, Lyle-kun.

— Algum problema?

Quando o encarei um pouco mais, ele levantou as duas mãos, em uma pose de rendição.

— Não fique nervoso. Eu realmente não tenho nenhuma grande informação sobre vocês, e tudo o que fiz foi responder o que me foi perguntado. Mais importante, você vai sair pra desafiar o Labirinto, não é?

— Isso.

Eu assenti:

— Então não quer comprar alguma informação de mim?

Eu hesitei um pouco em decidir, mas por enquanto, pensei ser melhor escutar o que ele tinha a dizer.

— Bem, isso depende do que você tem. Então quanto vai ser?

— Oh, você já me rendeu bastante, então uma refeição é o bastante. A verdade é, eu conheço uma boa loja. O café da manhã lá tem um pouco de popularidade.

Significando que se eu pagasse o café da manhã para ele, ele me daria informação.

Mesmo que eu estivesse indo para a guilda, tinha algum tempo em mãos, então decidi comprar a informação dele.

Pela resposta da 【Busca】 do Sexto, a resposta dele estava estagnada em azul. Eu sabia que era melhor me manter vigilante, mas pelo menos escutar a história dele não deveria ter problemas.

— Entendido. Por minha conta. Isso resolverá as coisas, certo?

— Bom da sua parte ser tão compreensivo.

Era um restaurante que mesmo de manhã era lotado.

Havia numerosos clientes que pareciam ser aventureiros, muitos deles pedindo bife e birra tão cedo pela manhã.

(Isso realmente é uma cena aventuresca.)

Beim tinha seu próprio labirinto que administrava, e havia muitos aventureiros que o desafiavam. E ao gastar seus dias em curvas e voltas escuras, alguns acabavam retornando no raiar da manhã.

Por causa disso, havia um aumento no número de lugares que abriam cedo para atendê-los.

(Era assim em Arumsaas também, e não é nada raro demais.)

A loja em si era ampla, e as mesas e cadeiras em volta eram feitas de modo firme.

O homem de olhos estreitos pediu algo do menu do café da manhã, e estava atualmente o comendo. Eu já havia comido na pousada, então pedi só uma bebida.

Após assistir sua refeição por um tempo, ele a terminou, limpou sua boca, e entrou no assunto da informação em questão.

— Agora, eu tenho que trabalhar pelo que recebi. O fato de que você está desafiando um Labirinto significa que é um aventureiro aprovado pela guilda. Bem, mesmo se seu comportamento fosse atroz, desde que você tenha certa competência notável, eles podem te oferecer a chance de qualquer jeito, pelo que parece, mas a maioria dos aventureiros com tanta habilidade assim escolhe se separar da Filial Leste.

Na Joia, o quarto reuniu a informação vindo da boca do homem.

『Então mesmo se eles enfatizarem habilidade, eles consideram a humanidade até certo ponto. Você foi reconhecido em bem pouco tempo, então isso é o que te faz se destacar?』

O homem de olhos estreitos continuou sua explicação:

— Você causou um problema assim que chegou em Beim, não foi. Aquela bagunça do duelo.

— Sim.

— Parece que o árbitro daquela vez, 【Creit Benini】 também foi selecionado para a Subjugação do Labirinto. Levou cerca de meio ano para ele, mas ele tem uma reputação por ser diligente. Em contraste, o grupo daquele farrista, 【Albano】, também irá junto. A verdade é, esses dois vieram para Beim por volta da mesma época.

— E daí?

Ele deu um gole enquanto me dava um aviso:

— Eles são polares opostos. Albano é relaxado e astuto. Ele costumava liderar uma brigada de bandidos, então tem alguma manobrabilidade, pelo que dizem. Em comparação, o grupo do Creit é realmente sólido e orientado a batalhas. Mas Albano é quem tem o jeito, e foi decidido para a próxima missão de Labirintos vários meses antes. Bem, o que estou tentando dizer aqui, é que o Creit tem animosidade contra o cara, e Albano sabe muito bem disso. Ele gosta de provocá-lo com isso.

De dentro da Joia, o Sétimo soltou sua voz:

『… Então por que eles foram enviados no mesmo trabalho? Como pensei, a guilda é tão incompetente quanto sempre.』

Eu sentia o mesmo.

Se um problema aparecesse, traria problemas para mim.

Olhos estreitos prosseguiu:

— O grupo principal são os Cavaleiros liderados pela 【Alette Baillet】. Eles estão em um treinamento de guerreiros no momento, talvez? Parecem ter vindo por um objetivo bastante entediante. Têm alta habilidade marcial, e possuem suporte considerável. Eles são bastante habilidosos. Ah, a solo, 【Marina】, também está participando. Não há nenhum outro nome famoso entre eles.

Ouvindo sobre uma aventureira solo se juntando, achei um pouco estranho.

— Desafiando um labirinto quando se está sozinha? É por possuir algum tipo de Skill especial?

Em geral, era raro alguém ir solo. Não era como se não houvessem suportes como a Clara, que saíssem ajudando um número de grupos.

Mas me deixou bem curioso descobrir que uma aventureira ofertada a completar um Labirinto era uma solo.

— Ela é bem forte. Excepcionalmente forte. Talvez se possa chamá-la um pouco de maníaca doida por batalhas?

Ele riu disso com as palavras, “Ei, desde que você não faça nada rude, ela não fará nada,” mas eu não pude rir.

(Excepcionalmente? No nível da Celes?)

Eu fiquei curioso quanto a aventureira Marina que supostamente era forte a tal ponto. Se fosse possível, eu definitivamente iria querer o auxílio dela.

— Alete está marcada para ser a vice-capitã da brigada Cavaleira de algum país, então ela está mais no lado comandante das coisas. Ela é a responsável pelas forças dessa vez. Bem, não parece que ela está atrás de dinheiro, e ela é diligente, então tem considerável popularidade entre seus colegas.

A informação que o homem me deu era referente aos membros participando junto ao meu grupo.

Terminando sua bebida, ele perguntou com um sorriso:

— Então isso foi útil?

Eu respondi:

— Valeu muito mais que o café da manhã. Ah, isso é um assunto diferente, mas há uma coisa que eu gostaria de perguntar.

— O que poderia ser?

Para com ele, eu…

— Você disse que era um negociante de informação, mas que tipo de info eu posso comprar? Coisas como informações sobre países vizinhos, ou coisas assim? Eu gostaria de obter alguns detalhes deles.

E ele sacudiu sua cabeça.

— Não é minha ocupação principal no final das contas. Se estiver no nível de rumores, eu provavelmente saberei, mas não tenho uma garantia. Se quiser comprar informações, posso te recomendar um lugar. De A a Z. Se há caras como eu por aí, lhe garanto que há alguns que realizam completas empreitadas informacionais. Naturalmente, é melhor você assumir que comprar informação de um verdadeiro vai escalar o preço por uma boa margem.

Então custa dinheiro, afinal. Pensando isso, peguei meu copo em mãos e dei um gole. Mas já estava vazio.

(Então isso não vai funcionar, por enquanto. Mas se for ver de outro jeito, se eu puder fazer algo quanto ao dinheiro, então farei ele me apresentar um.)

Eu falei ao homem de olhos estreitos:

— Então quando estiver ganhando alguma coisa, por favor me apresente um dos bons.

Talvez ele pensasse que eu estivesse brincando. Ele deu de ombros.

— Bem, okay. Quando você estiver lucrando, então.

Eu peguei a conta da mesa, e me levantei do meu assento.




Tradução: Batata Yacon   |   Revisão: Delongas


Ei, se estiverem gostando do projeto e desejarem ajudar um pouco, vocês podem fazer isso acessando o link abaixo, solucionando o Captcha e aguardando dez segundos para ir à nossa página de agradecimentos.

Podem acessar por aqui.


Anterior | Próximo

 

2 ideias sobre “Sevens 117

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s