Sobre uma Garota Imprudente e Promissora que Continuou Desafiando um cara Renascido como Eu

por Kohigashi Nora


Créditos:
Tradução: Batata Yacon
Revisão: Ana Paula / BravoEd


‘Um prodígio aos dez, um gênio aos quinze, um homem comum passado os vinte.’

De onde eu vim, há um ditado assim.
Não importa o quão longe as habilidades de uma criança estejam acima das outras, se elas crescerem enquanto convencidas demais nelas, essas habilidades não persistirão uma vez que se tornem adultos; era um ditado que servia como um aviso.
Ou talvez mesmo se alguém ganhasse um prêmio como uma criança, uma vez que cresçam e vejam o quão vasto o mundo é, elas aprendem que suas próprias habilidades são insuficientes, isso também pode ser usado dessa maneira.

De qualquer forma, bem, independentemente dos elogios que você receba como uma criança, não se deve ficar satisfeito com eles; você deve continuar a empregar o esforço, sempre almejando melhorar a si mesmo, é esse tipo de frase de lição de vida.

…, entretanto,
Para mim, esse ditado carregava um significado ligeiramente diferente.
 
 
 
 
 
* * * * *

“Sieg! Agora! É hora da gente competir com as notas de teste mais uma vez!”
“Anja… isso de novo…”

Desconsiderando se as aulas tivessem terminado ou não, uma única garotinha correu até mim com olhos cintilantes.
Seu cabelo azul claro cortado de modo curto; um lenço de cabeça drapejado ao redor dela, essa era a garotinha que atendia pelo nome de Anja.
A idade dela era oito anos, a mesma que a minha. Uma jovem criança em seu segundo ano de escola.
… não, digo, eu também sou jovem, mas…

“O que é esse ‘isso de novo’!? Eu ainda não ganhei uma única competição com você!”
“Você… quando você age tão despreocupada, quando se trata de competir comigo, você fica esquentada demais…”
“É claro que eu fico! Agora que isso está resolvido, se apressa e pega seus resultados do teste.”

Anja segurava suas próprias notas em uma mão, enquanto ela cutucava meu ombro para me apressar. Puxa vida, eu pensei, enquanto mais uma vez puxava o teste que eu havia enfiado em minha mochila.

“Aqui vamos nós… nós vamos mostrar um ao outro no sinal… eu espero que você esteja preparado pra isso…”

A face da Anja estava corada de entusiasmo. Ela não podia conter o levantar dos cantos de sua boca.

“… Anja, você tem tanta confiança assim no teste dessa vez de cálculos mágicos fundamentais?”
“Hmph! Isso é algo que você tem que decidir ao ver meus pontos! Eu vou te calar de choque, tá ouvindo!?”

E parece que ela ainda não conseguia conter sua impaciência, se apressando pelo ‘Preparar, apontar, fogo,’ tão rápido quanto sua boca podia falar.
Eu apressadamente expus os resultados do teste em minha mão na mesa.

“…”
“…”

Hmm, isso é incrível. Anja conseguiu um 97. O teste dessa vez estava cheio com problemas de aplicação prática, e eu duvido que houvesse quaisquer outros estudantes que pudessem alcançar uma nota assim.
Em essência, ela tinha notas excelentes, reflexos extraordinários, e possuía um nível de mana um nível acima do resto.
Uma estudante de honra entre estudantes de honra. Isso era o que ela era.

Sua face empalideceu.
Debilmente abrindo sua boca, espanto estava emplastrado em sua face.

“… 100 pontos!? Sieg, você… conseguiu 100!? Em um teste difícil assim, você conseguiu 100…!?”
“É… é… parece que esse teste correu bem…”

Mas ainda assim, eu não perdi para ela nenhuma vez.
Isso era simplesmente porque minhas notas eram melhores que as dela.

“———————–!”

Os olhos da Anja ficaram marejados.
Sua boca se fechou apertadamente enquanto ela rangia seus dentes, desesperadamente contendo as lágrimas que podiam acabar escapando.
Ela deve ter tido uma confiança considerável neste teste. Ela deve ter estudado uma quantidade considerável. O teste foi difícil, e não era difícil imaginar que marcar um 97 era um feito hercúleo.
Eu vou até declarar isso. Aquela nota de 97, se me excluísse, a colocaria no topo da série.

Mas ainda assim, ela não me alcançou.

“……!”
“Ah! Espera! Anja……!”

E Anja fugiu.
Foi por mágoa, ou ela não queria mostrar suas lágrimas? Qualquer que fosse o caso, como o vento, ela correu para longe diante dos meus olhos.

“… parece que… ela estava realmente confiante desta vez…”

Seu espírito estava mais elevado que o habitual, e mesmo quando ela perdia, nunca tinha ido tão longe ao ponto de fazê-la chorar. Ela pôs esforço considerável nesse teste, e tinha uma confiança considerável nele.

… Eu senti vontade de me desculpar com ela.
Ela havia tentado tão duro quanto podia.
Mas eu estava trapaceando. Eu trapaceei para poder bater a marca dos 100 pontos.
Normalmente, eu era o tipo de pessoa que supostamente nunca deveria pôr os pés na arena e o tipo de pessoa que não deveria ter qualquer ligação com alguém que investe tanto esforço quanto a Anja.

Mas essa verdade era uma que eu nunca poderia dizer a ninguém.
Se eu a dissesse, eles duvidariam da minha sanidade, e mesmo se eu proclamasse, eu não acho que ninguém acreditaria.

A verdade é, eu fui…
 
 
… fui renascido.
Eu guardava memórias de uma vida passada.
 
 
 
 
 
 
* * * * *
 
 
 
Era um dia especial de inverno, uma neve pesada, intensa o bastante para deixar registros estava caindo.
Frio… eu acho que era um dia frio, mas eu realmente não me lembro dele muito bem. Ao invés de não lembrar, eu nunca o havia sentido.

Minha causa de morte na minha vida passada foi por causas naturais.
Da janela, eu olhava fixamente para os largos grânulos de gelo caindo aos montes. Eu forcei minha cabeça para cima da cama, possuindo inveja da cena de puro branco que eu podia ver da sala hospitalar de puro branco.

Na época, eu tinha vinte e oito. Eu estava empregado no tipo de fabricante Magitech que você podia encontrar em qualquer lugar, e eu havia trabalhado exatamente como o tipo de pessoa que você podia encontrar em qualquer lugar.
Era o tipo de trabalho que você podia encontrar em qualquer lugar, mas eu não pude suportar as dificuldades. Parecia que eu era o tipo de pessoa que se gabava de uma natureza que você poderia chamar de comum, e mesmo se eu fizesse o mesmo trabalho que os outros, eu sentia como se eu tivesse que trabalhar mais que qualquer um para produzir os mesmos resultados.

Mas eu estou certo de que era o mesmo para todos os outros. Se nós não trabalhássemos mais que qualquer um, nós não seríamos capazes de cumprir a carga de trabalho exigida pela sociedade. Isso era apenas como a sociedade havia acabado.
Nenhuma excelência em particular, nenhuma falha em particular. Nesse sentido, eu era evidentemente comum.

Ocupado demais com um trabalho em que eu tinha que trabalhar mais que todos os outros, eu havia terminado com minha namorada. Bem, eu estou certo de que era apenas um conto comum.

E naquela vida preenchida com eventos que você podia encontrar em qualquer lugar, eu caí para uma doença. Irônico como possa ser, essa foi minha única qualidade especial que me fez diferente dos outros.

Meu corpo não podia mais se mover, eu podia apenas conseguir virar minha cabeça e olhar para fora da janela. O que eu podia ver de lá era uma cena de neve encobrindo o mundo, e em minha vaga, nebulosa consciência, eu ouvi de alguém que era uma nevasca especial da qual nunca havia sido registrada antes.

Eu carregava desespero.
Eu invejei a neve.
Essa nevasca era definitivamente especial, ela certamente deixaria memórias e registros para inúmeras pessoas.

Eu queria ser especial.
Eu queria ser uma pessoa especial.

Arbitrariamente abraçando a inveja para com o clima, um deus com o qual humanos, com o qual a humanidade não podia fazer nada a respeito, eu lentamente fechei meus olhos.
Minha consciência foi cortada enquanto as cortinas se fechavam na minha vida.
 
 
 

…, mas um renascimento ocorreu.
Eu não tinha como saber porque ou como.
Tudo que eu sabia era que eu carregava as memórias de outra vida.
 
 
 
 
 
 
* * * * *

“Mas mesmo que eu tenha conseguido seguir por uma vida especial… eu realmente não consigo enxugar esse sentimento de culpa.”
“Sobre o que você tá murmurando secretamente, Sieg? Olha, hoje é o dia de outra competição.”

De um assento no canto da sala de aula, em contraste com a neve daquele dia, eu assisti o forte e incessante cair da luz do sol no pátio sufocante enquanto sussurrava para mim mesmo …, mas quando eu percebi, a Anja estava do meu lado.
Droga, eu havia pretendido que isso fosse do tipo de murmuro que ninguém deveria ser capaz de ouvir, mas ela sempre vaga pro meu lado, então parece que ela ouviu minha voz.

“… você ouviu o que eu estava dizendo?”
“Nenhum pouco? Mas se você não quer que ninguém ouça, é melhor você não falar desde o começo.”
“… você está perfeitamente certa. Silêncio é ouro, eles dizem…”

Atualmente, nós estávamos com onze anos. Era o mais alto ano escolar do fundamental.
Incorrigivelmente, nossas competições continuaram, apesar de que parecia que ela estava apenas me atacando unilateralmente.
Testes escritos, exames mágicos práticos, todos os tipos de aulas extracurriculares… inventando alguma desculpa, ela traria o desafio até mim, e todos eles acabaram com minha vitória.

Você podia apenas chamar isso de o natural. Diante de um teste de escola fundamental, uma vez que você tenha passado pela fase adulta, eles são algo que qualquer um poderia marcar 100 pontos. Nós ainda temos que enfrentar qualquer coisa com a menor chance de eu perder.
Mas mesmo que eu desejasse por excepcionalidade tanto assim na minha vida passada, eu continuava vencendo os desafios dela, e cada vez que ela fazia uma expressão derrotada, eu sentiria um senso de culpa.

No final, meus resultados vinham do passar de uma experiência especial chamada de ‘renascimento’, e eles não eram algo trazido por minhas próprias habilidades ou esforço.
Quando ela acreditava em suas próprias habilidades e dava seu máximo esforço, era isso apenas o natural que eu me sentisse culpado ao derrubar seus esforços? Ou isso significa que minha mentalidade ainda é aquela de um comum?

“Deus! Sério! Por que você tem outro 100!? Não tem como eu vencer assim! É injusto! Você é injusto, Sieg!”

Anja estava prestes a chorar de novo.
Eu vou fazer uma declaração clara, mas ela é uma genuína gênio e ela nunca negligencia uma boa ética de trabalho. É certo que ela é o tipo de capaz com o qual um alguém comum como eu nunca deveria ser comparado.
Se as coisas continuassem nesse ritmo, ela se graduaria em um bom colegial, se graduaria em uma boa universidade, e acharia emprego em uma esplêndida companhia. Ela possuía talento esplêndido que deixava isso dolorosamente claro até mesmo agora.

Mas como com o aviso, ‘um homem comum passado os vinte’, isso é apenas uma história de ‘se’ ela continuar seu trabalho duro.

Para poder confortar aquela garota mal humorada, eu entreguei o doce que eu tinha comprado com antecedência.
Era algo como que uma penalidade pela minha vitória, e para poder comprar esses doces, eu estava usando uma maior parte da escassa mesada de uma criança.
Eu tinha que levar em conta os gostos dela juntamente com o sentimento especial que vinha com as mercadorias sazonais e limitadas, e entender um complexo coração de mulher para comprar o doce certo para acalmá-la era extremamente difícil. Se eu escolhesse o doce errado, eu teria que passar o resto do dia olhando para o lado de seu rosto carrancudo.

Apesar da Anja habitual ser extremamente calma e indiferente, quando eu estava envolvido, ela se inflamava, sempre vexada por suas perdas, ainda assim constantemente vindo par acima de mim e influenciadas de um lado para outro com uma variedade de doces.
Compreender os funcionamentos internos do coração de uma mulher era mais difícil que qualquer teste.
 
 
 
 
 
* * * * *
 
 
 
“Kuh… eu vejo que você devidamente conseguiu 100 pontos dessa vez…”

Segurando sua folha de teste como de costume, ali estava a forma da Anja com uma face vexada e dentes rangendo.
A garota tinha mudado um pouco nesses últimos anos recentes.
Seu cabelo curto que mal podia tocar seu pescoço ou não, havia crescido longo o bastante para passar de seus ombros.
Sua feminilidade havia aumentado ligeiramente.

Além disso, suas vestes haviam mudado. O que uma vez era uma seleção livre havia mudado para o uniforme designado da escola… significando que nós havíamos nos tornado estudantes ginasiais.

Anja e eu nos matriculamos na mesma escola ginasial como era de se esperar.
Nós tomamos as posições de primeiro e segundo lugar acadêmicos no distrito e entramos na escola particular número um naquele distrito, então esse naturalmente era o resultado natural.
Ainda mais, tendo vivido 28 anos e tendo recebido um salário comum, ao ser aceito em uma instituição privada, eu provavelmente me sentia mal pelos meus pais. Pensando sobre as despesas anuais da escola, e meu lucro líquido da minha vida passada, isso fez meus olhos girarem um pouco.

Quando eu disse que estaria bem com uma escola pública normal. ‘Uma criança não deveria se preocupar com algo assim.’ foi o que meus pais me disseram, e a Anja casualmente jogou um, ‘Então eu vou para uma escola pública também,’ então eu não tive margem de escolha.
Eu senti pena pelos meus pais, mas eu não podia deixar uma gênio do nível da Anja apodrecer em uma escola pública local por minha causa.

Eu considerei arrumar um trabalho de meio período, mas quando eu estava pensando sobre que lugar contrataria um estudante ginasial, eu acabei recebendo um 97 no primeiro exame do ginasial.
Mesmo com 28 anos de experiência, eu não poderia conseguir um 100 com praticamente estudo nenhum. Isso me fez pensar sobre quão diferentes as escolas fundamentais e ginasiais eram.

‘Fufufu! A fortaleza dos 100 pontos finalmente desmoronou! O dia em que eu tomarei a vitória de você não deve estar muito longe!’

Anja proclamou em voz alta com lágrimas em seus olhos.
Ela havia recebido um 89. Do ponto de vista dela, quase que certamente uma desgraça. Porque era uma escola preparatória, os testes eram propositadamente difíceis, e eu achei que fosse uma nota satisfatória, mas isso só serviu para mostrar para nós dois que estávamos fazendo pouco do ginasial. Apesar de que eu devo deixar notado, ela ainda assim recebeu o segundo lugar na série.

Depois disso, eu de alguma forma achei um lugar para trabalhar e pude me dedicar a estudar propriamente.

“Kuh… então você conseguiu travar nos 100 pontos de novo…”

E suas linhas seriam a primeira coisa a me informar que estava funcionando.
Se eu estudasse propriamente, parece que meus 28 anos de experiência ainda eram em grande parte aplicáveis.

“Sieg, exatamente que tipo de estudo você está fazendo? Você trabalha em meio período, traz dinheiro para sua casa, e você ainda consegue 100 pontos… você tem certeza que não tá trapaceando…?”
“…”

Eu estou trapaceando. Eu tenho o maior método de trapaça chamado reencarnação, mas não tem como eu poder falar isso.
Anja beliscou minha bochecha, mas ainda assim a força posta em seus dedos era fraca.
Nesse teste, ela havia marcado um 93. É claro, suas notas eram as segundas na série, mas o fato de que seus estudos desesperados haviam apenas aumentado sua nota em quatro pontos a deixou um pouco deprimida.

Se você me deixar dar minha opinião, isso é muito, e essa era uma escola preparatória. Eu sinto que os testes eram muito mais difíceis que na escola ginasial normal que eu frequentei na minha vida passada. Dentro disso, ela conseguiu 93 pontos, então eu acho que ela deveria estar mais orgulhosa de si mesma, mas talvez seja porque eu acabei recebendo 100.
Anja ficou um pouco cabisbaixa.

Eu tirei um doce recém lançado enquanto falei.

“… o truque para estudar, a primeira coisa que você tem que fazer é compreender a raiz da unidade. Tudo depende da base da unidade, e tudo mais que eles te ensinam se deriva da…”
“Aaaah! Espera! Espera! Pensando bem, não! Isso não é bom! Não me diga nada!”

Anja torceu seu corpo enquanto freneticamente se separava de mim.

“Eu não posso me permitir receber sal do inimigo!”

Ela disse enquanto disparava em linha reta da sala de aula e voltava para casa.
Pego de surpresa, eu encarei o espaço vazio antes de partir para meu trabalho de meio período.
 
 
 
 
 
 
 
* * * * *
 
 
 
“… pensando melhor, me ensina como estudar…”

Anja veio até minha mesa e murmurou fracamente. Sua face um vermelho brilhante, ela suportou a desgraça, virando sua face um pouco para o lado para que não me olhasse nos olhos enquanto dizia que queria que eu a ensinasse.

Havia um enorme exame de fim de período.
Com meus vinte e oito anos de vida passada, eu só com muita dificuldade consegui manter pontuação máxima em todas as matérias. Eu não sei se tenho o direito de falar, mas eu tive que estudar um bocado.
Não se precisa dizer, a Anja conseguiu o segundo lugar na série e ela obteve 750 pontos entre oito matérias.

Essa foi uma esplêndida nota, mas para Anja, de maneira nenhuma foi motivo para celebração, aparentemente.
Parece que uma diferença de 50 pontos comigo era difícil para ela aceitar, e quando eu perguntei pra ela depois, parece que independentemente da rivalidade dela comigo, ela pessoalmente sentiu que o teste tinha sido uma falha. Foi um teste excepcionalmente difícil, então eu não acho que havia nada a se fazer quanto a nota dela, mas ainda assim, ela disse que era a primeira vez que ela havia ficado tão vexada em algo sem ter nenhuma relação comigo.

Ela dobrou seu próprio orgulho e veio aprender de mim.

Era a primeira vez que isso tinha acontecido nos sete anos que eu a conhecia.
O corpo dela tremendo levemente, sua face um vermelho brilhante. Quando eu apenas assistia do lado, eu podia praticamente sentir sua alta temperatura e os batimentos de seu coração se acelerando.

“… beleza. Eu te ajudo.”

Eu respondi brevemente.
Eu preparei um assento de frente ao meu e sentei a garota rígida ali.
Deixar ela no vácuo seria triste, então nós começamos a estudar imediatamente. Dada a personalidade dela, eu pensei que ela logo se distrairia.
É claro, ao lado da mesa, eu preparei os doces que eu havia comprado.

“Eu disse isso antes, mas o que é importante é entender a raiz da unidade. Tudo se encontra na base da unidade, e tudo mais que eles te ensinam cresce dessa raiz.”
“… cresce?”
“Isso. Não faça algo tão momentâneo como memorizar tudo no livro didático de ponta a ponta, primeiro você tem que compreender a raiz do conteúdo. Dali, você segue estudando como se estivesse crescendo os galhos.
Por exemplo, quando se trata de História… isso… o evento mais importante no teste desta vez foi a Batalha de Lesvokis. A influência daquela batalha permanece em toda a história que se segue. A história que ocorre antes também é frequentemente a causa, os fatores que levaram a Batalha de Lesvokis. A maioria da época gira com a batalha em seu centro, e não é só a história deste país, ela também afetou a história de outros países também.
Se você pensar sobre as influências da época do começo ao fim, pensar sobre o que a vincula de lado a lado, e estudar enquanto liga os eventos, isso faz com que pôr seus pensamentos em ordem seja mais fácil, e aprofunda sua compreensão diferente de simplesmente ler o texto…”
“Vincular…?”
“Isso, vincular.”

Enquanto tremia tanto, Anja era realmente alguém e tanto, e só com um pouco de ensino, a cabeça dela havia entrado em modo de estudo. Com um semblante digno, ela se concentrava e escutava minhas palavras.

“Você poderia dizer a mesma coisa sobre as outras matérias.
Em matemática, a primeira coisa importante que você aprende é esta fórmula. Todas as formas fundamentais de pensamento na unidade são formadas com essa fórmula como base, e as outras fórmulas e problemas de aplicação são construídos ao redor dessa fórmula fundamental. Quando você estiver preocupada por um problema de aplicação, em primeiro lugar, tente retornar para a base e tente determinar o objetivo.
O objetivo existe dentro da base, e para alcançá-lo, que tipo de progresso você tem que fazer, e que tipo de números você precisa? Tudo se resume a pensar sobre isso.”
“… a base?”
“Isso, base. O quê que você errou neste teste? Pode me mostrar?”

Nós estudamos atentamente no canto da sala de aula e enquanto o sol se punha, até um professor vir nos advertir, nós nem pensamos em sair.
Quando eu percebi, o sol já havia quase desaparecido por trás do horizonte, tingindo a sala de aula em um profundo em sua luz final.

“Sieg… você é bom em ensinar.”

Seu cabelo azul-pálido estava coloridos em um tom caloroso.
 
 
 
 
 
 
 
* * * * *
 
 
 
“Ei! Sieg, é verdade que você está ajudando as pessoas a estudar!?”

Um dia, uma garota da sala perguntou em um bom ímpeto.
Um número de garotas correu até o lado da minha mesa, aproximando suas faces enquanto perguntavam sobre isso.

“Hmm? Bem… se vocês me pedirem, eu não tenho motivo para recusar, mas… onde vocês ouviram sobre isso…?”
“Você sabe, os rumores se espalharam sobre como Sieg, o primeiro do ano, esteve ensinando a Anja depois da escola dia após dia… e os rumores dizem que ele pode até nos ensinar também!”
“Um…. rumor desses…?”

Cercado por garotas, eu hesitei enquanto dava um olhar de soslaio para Anja, mas… Ah, parece que a Anja está no modo de ‘boa e quieta estudante’. Como se para dizer que isso não tem nada a ver consigo, ela estava rapidamente se preparando para a próxima aula.
Quando não dizia respeito a uma competição comigo, ela era fundamentalmente indiferente.

“Oy, oy, oy! Seu bastardo popular! Você vai ensinar as garotas e não vai ensinar a gente?”
“Diabos que nós vamos deixar você ser cercado de garotas sozinho! Ajuda a gente também!”
“Urp!”

Os idiotas da sala passaram um braço ao redor do meu pescoço, metade por inveja, metade pelas garotas, com apenas um pouco sobrando para ambição acadêmica.
Espera… vocês estão me estrangulando…
Eu tentei escapar, mas até as palavras de compromisso saírem da minha boca, parece que eles não pretendiam me soltar.

“E… entendi… depois da aula…”
“Yay! Vamos estudar com o Sieg!”
“Beleza! O aumento da minha mesada depende do próximo teste! Eu sou todo seu! Sieg!”

Enquanto o estrangulamento era desfeito e os arredores ficavam agitados, tudo que eu podia fazer era dar uma risada exausta.
Exatamente como foi chegar a isso?

Mas estranhamente, eu não me senti nada mal.

As aulas chegaram a um fim.
Minhas sobrancelhas espasmavam diante de um número de estudantes muito maior do que eu havia esperado, que incômodo, eu disse enquanto caminhava ao redor assistindo todos estudarem.

Eu expressei meus pensamentos sobre o estudo que eu havia expressado para Anja, disse a todos como eu estudava e fiz rondas para as mesas de todos dando-lhes assistência prática.
A propósito, Anja não participou na sessão de estudo. Com certeza, ela não gostava do tipo de atmosfera com todo mundo fazendo um barulhão juntos.

“Sieg, sobre esse problema, cê sabe… quando eu olho para a resposta, os cálculos, e o processo, eu posso entendê-lo, sabe, mas eu não consigo entender porque eu deveria ter calculado ele assim. Se for ser assim, então se o mesmo tipo de problema aparecer no teste, minha única esperança é memorizar.
Como que, você sabe… isso é difícil de explicar… você… entende o que eu tô falando…?”
“É, eu entendi, Marco. Só de olhar para a resposta, é frequente que você não entenda a raiz do problema e a maneira de pensar. Então o que é importante é…”
“A base que você falou antes, eh? E então? Onde está a base desse problema?”
“Ela está, vejamos… livro texto… bem aqui. Quando você resume tudo, esse problema é apenas uma aplicação de impulso.”
“Hmm…”

Olhando os estudos de todos assim, eu percebi que essa não era uma escola preparatória à toa, e todo mundo tinha uma boa cabeça sobre os ombros.
Eles absorveram meus ensinamentos facilmente, rapidamente compreendendo e os aplicando. Houve vezes que as questões que eles me perguntaram eram meio que um choque. Por isso eu quero dizer, padrões de pensamentos que eu nunca seria capaz de alcançar no ginasial da minha vida passada estavam sendo feitos pelas crianças diante dos meus olhos.
As crianças já estavam começando a ponderar sobre a maneira de pensar que eu só havia conseguido realizar por volta do colegial e faculdade.

Eu tive um vislumbre da diferença entre comum e gênios.
E isso era algo que eu senti quando eu ensinei a Anja também.

Talvez tenha sido por volta dessa época.
Eu estava começando a ver que tipo de caminho eu trilharia nesta vida.

“Ainda assim, você com certeza é bom em ensinar, Sieg!”

Uma garota da classe disse isso.
Eu não pude fazer nada além de dar uma risada envergonhada.

Eu acho que isso é algo baseado em minha experiência chamada renascimento.
Não é como se eu pudesse simplesmente estudar melhor que uma pessoa normal, eu estou bem certo que é porque, após estudar desesperadamente para as provas da faculdade, eu passei pela minha segunda rodada de aulas de escola fundamental e ginasial.

Assim como a maioria das pessoas comuns deve, eu estudei para os exames de entrada para faculdade como se minha vida dependesse disso.
Ao fazer isso, as coisas que eu comecei a ver a respeito de estudo começaram a mudar. A eficiência do estudo, o objetivo do estudo, a maneira de estudar, o jeitinho de estudar… esses tipos de coisas foram resumidas, resumidas, e resumidas até minha segunda tentativa nos exames, e depois de todo aquele estudo, eu assisti aulas do fundamental de novo.

Na minha segunda rodada de aulas após passar por tal existência, a maneira em que eu via as aulas havia completamente mudado da minha primeira vida.
Eu passei a ver a intenção das aulas do professor, algo que eu nunca pude entender em minha primeira vida, e eu passei a ver qual era o ponto principal da aula.
Houve momento em que eu pensei a maneira de ensino desse professor era melhor do que o da minha primeira vida, e vezes em que eu senti o contrário.

Vendo isso em repetição, pelas vezes que eu pensei que a aula era bem-feita, e as vezes que eu pensei que eles deveriam ter enfatizado mais aquele ponto, impertinente como possa ser, eu havia criado minha própria avaliação para as aulas dos professores.

… apesar de isso ser muito arrojado, eu não podia contar a ninguém.
Em meus dias de escola, se eu simplesmente abrisse o bico para qualquer um, isso seria o bastante para colocar em minha história negra.¹ Pelos olhos de qualquer um, pareceria que eu estava sendo muito metido.

Isso é precisamente o porquê eu escondi isso em meu coração, mas independentemente, eu havia começado a carregar minha visão pessoal quando se tratava de ensino.

“Sim, sim! Sr. Sieg! Eu não entendo isso nenhum pouco!”
“Sim, sim, só me dê um minuto, Lina…”
 
 
 
 
 
 
 
Eu acho que estava feliz.
Eu acho que estava feliz por poder ser útil aos meus amigos.
Era a alegria que eu senti por meu “especial” ter sido finalmente útil.

O dia passou, a sessão de estudos acabou. Aconteceu quando eu estava caminhando pela estrada escura da noite, quando o sol já havia se posto.
Durante a sessão de estudo daquele dia, eu havia definitivamente sentido um senso de satisfação, meu peito preenchido com senso de realização de ter sido útil aos meus amigos; eu caminhei a rota para minha casa com passos leves apenas para encontrar aquela pessoa diante de mim.

Aquela pessoa que se erguia imponentemente bem no meio do caminho de casa.
Boca curvada em um franzir agudo, suas pernas abertas, seus braços cruzados enquanto ela me intimidava.
Seus largos olhos continuaram a me encarar, então não havia dúvida de que eu era o alvo dela.

Uou, pensei eu.
Não importa como se veja isso, ela não está feliz.

Anja estava completamente bloqueando meu caminho.

“… Hmph!”
“Um… Anja…? Srtª. Anja…? Por que motivo você está tão zangada?”

Eu inconscientemente falei de modo formal.

“Eu não estou particularmente zangada ou nada assim! Não é como se você tivesse feito nada de errado, afinal de contas!”
“Uwah…”

O que eu faço… a respeito disso…
Eu não tinha ideia do que eu deveria fazer, e eu não podia realmente dizer que tipo de raiva era essa.
… Não, eu podia dizer que a causa estava no fato de eu acompanhar e estudar com todo mundo, mas eu não tinha ideia nenhuma sobre como ela estava processando isso na cabeça dela.

… se eu der doce a ela, ela vai recuperar a calma?

“… Anja… você quer… uns doces…?”
“Hmph!”

Com mãos ágeis, ela tomou toda a lata de doces, mas o humor dela não melhorou.
Eu falhei.

“Um… você quer participar na sessão da próxima vez em diante.
“Oh, não se importe comigo! Eu não gosto de estudar com muitas pessoas afinal!”
“Como pensei…”

Bem, eu já sabia disso Eu já estava desistindo.
Eu não consigo acreditar que a garota bufando e de pé de maneira tão intimidante diante de mim recebeu o apelido de ‘Deusa de Gelo’ na escola.
Ela geralmente age friamente, essa garota. Sério, acredite em mim. Ela só é completamente diferente quando está na minha frente.

“… apenas me irrita.”
“… o quê?”
“… eu não sei.”

Anja não desfaz sua pose enquanto fala isso.

“Aaah! Tudo bem, que seja! Agora me ajude a estudar também! Nós vamos estudar pra caramba! Aqui e agora!”
“Eh!? Agora!? Já é noite, e a escola não está aberta, sabe!?”
“Então nós só temos que fazer isso no meu quarto, não é!?” Nós vamos ter uma sessão de estudo pela noite, só nós dois!”

Uma sessão de estudo noturna…?
Meu coração disparou.

“Hoje, nós vamos continuar estudando até você falar que não aguenta mais! Não! Mesmo que você não aguente, eu vou te forçar! Prepare-se!”
“Ei… e-espera um segundo…”

Minha mão hesitante foi puxada pela Anja e vigorosamente levada para seu covil.
Meu peito continuou a bater, badum, badum, e meu corpo estava esquentando. Uma corrente de sangue estava correndo por todo meu corpo em uma velocidade incrível.

Uma sessão de estudo noturna, o quarto da Anja, nós dois, até eu não aguentar mais… mesmo que eu não consiga aguentar mais…

Palavras estranhas continuaram girando ao redor da minha cabeça enquanto eu era levado pela mão aos caprichos da Anja, vacilando enquanto vagava na estrada da noite.
 
 
 
 
 
 
 
Deixe-me esclarecer uma coisa.
… Não aconteceu nada.
… Nós só estudamos.

Quero dizer, é. Era óbvio. Nós ainda tínhamos só 13 anos.
Desgosto. Como com meu próprio sangue vermelho, um desgosto voltado a mim mesmo circulava por todo meu corpo.
Anja caiu no sono estudando até não aguentar mais, então eu carreguei ela para a cama, a cobri com o cobertor asseadamente, e fiz o pai dela me acompanhar até minha própria casa.

Quero dizer, é.
Auto aversão. Com toda minha auto depreciação e vergonha, se houvesse um buraco, eu me jogaria nele.
Eu queria socar a mim mesmo até a morte por permitir que meu coração acelerasse assim.
Mesmo meu corpo sendo jovem de novo, e pensar que eu acabei desejando uma garota de 13 anos…

Pedófilo? Eu sou um pedófilo?
Quando eu tenho 28 mais 13, você quer dizer que meu peito se aqueceu por alguém de 13 anos, e eu acabei carregando expectativas como um homem.
Porcaria, porcaria, porcaria.
Impossível. Não mesmo. Não tá rolando.
Um enorme pecado na minha vida, um crime capital. Um pecado digno da pena de morte.

Após retornar para casa, eu bati minha cabeça contra a mesa do meu quarto várias vezes.
Até minha mãe notar minha excentricidade e me parar, eu continuei me ferindo de novo e de novo.

Aaaaaah……………………..
A cullllpaaaa…………… A cullllpppaaaa……………………………………..

“Bom di…. Espera, Sieg, o que aconteceu!? Sua testa, está vermelha! E essas são umas bolsas incríveis sob seus olhos!”

Quando ela veio para a escola na manhã seguinte, essas foram as primeiras palavras a saírem da boca da Anja.
Minha testa havia inchado tanto que poderia explodir, e bolsas haviam se formado sob meus olhos.

Eu não pude dormir. Só digo isso.
Até me aliviar pareceu um pecado, eu, eu me repreendi mais. Eu havia passado uma noite nebulosa. Eu estava cheio com culpa.

“…… não é nada.”
“Hmm… então eu vou deixar por isso mesmo, mas… hoje à noite, nós teremos outra sessão de estudos no meu quarto, escutou! Isso é uma promessa!”
“D…. De novo…?”

Eu a vi voltando para seu assento, deixando apenas essas palavras, após as quais, eu imediatamente caí prostrado sobre minha mesa.

No teste seguinte, eu fui incapaz de alcançar 100%.
 
 
 
 
 
 
 
* * * * *
 
 
 
Os meses se passaram, e nós nos matriculamos no colegial.
O que nós atendíamos era, é claro, uma famosa escola preparatória.
O que mais, eu fui capaz naquela escola nacionalmente credenciada com uma bolsa de estudos.

Sem mensalidades. Era o máximo que eu pude fazer pelos meus pais. Eu não podia deixar de relembrar meu salário na minha última vida.

Em certo sentido, alguém com a graça da ‘reencarnação’ como eu tendo o privilégio de bolsa de estudos era bastante natural, mas a Anja que tinha conquistado essa posição com seu próprio poder era realmente incrível.
Como um amigo de infância, eu tinha orgulho dela.

Certo. Já éramos amigos de infância.
Competindo como rivais por quase 10 anos, nos esforçando em nossos estudos lado a lado e caminhando pela vida juntos.
Para mim, com a vida passada inclusa, já eram 10 de 43 anos. Mas para ela, era 10 de 15.

Certo. Já faz dez anos.
… Dez anos já.

‘ Colegial é a verdadeira batalha! Eu vou te alcançar em pouco tempo e te derrotar em um teste! É melhor você se preparar!’

Logo após a cerimônia, Anja proclamou isso com espírito.
Sua atitude passou por uma mudança completa quando ela se tornou uma colegial, mas para mim, quando eu ouvi aquela proclamação que não havia mudado em nada de quando nos conhecemos, eu não pude deixar de soltar uma risada.
Suas bochechas inchando só um pouco, ‘Essa é a última vez que você será capaz de bancar o superior!’ ela disse e badalou seu nariz com um ‘hmph’.
 
 
 
Ainda assim, uma garota dessas conseguiu ganhar o apelido ‘Rainha de Gelo’ após gastar três meses na escola… eu realmente não entendo as pessoas.

Cerca de nove meses após a matrícula, o incidente aconteceu.
Era o tipo de incidente que ninguém pensaria como um incidente nenhum pouco. Mas ainda assim, entre a Anja e eu, era o maior incidente que poderia existir.
Especialmente para mim, este foi o ponto de virada, eu acho que foi a época que as ranhuras começaram a se mostrar.

“… Huh?”

Anja arregalou seus olhos enquanto ela olhava para o grande quadro dos rankings intermediários do terceiro semestre postados fora da entrada do prédio da escola.
Seus olhos piscaram de novo e de novo em surpresa enquanto ela olhava atentamente os ranques das pessoas que foram bem no teste. Depois de esfregar os olhos uma vez, ela olhou aquilo novamente.

‘1º lugar: Sieg 785 pontos
2º lugar: Anja 785 pontos’

A tabela de classificação assim mostrava.
Um tom vermelho rapidamente se espalhou por sua face, seus olhos dando um brilho reluzente.

“Sieg!”

Ela correu em linha reta em minha direção, trazendo consigo um sorriso de rosto todo para me olhar.
Quase parecia como se sua alegria estivesse se tornando uma fumaça de vapor jorrando para fora de seu corpo.

“Sieg!”

Aproximando-se, ela me chamou de novo. Não havia nenhum significado nisso, eu acho que ela estava simplesmente cheia de alegria.

“Eu finalmente te alcancei! É a primeira vez! A primeira! A primeira, tô dizendo! A primeira vez que eu me alinhei com você!”

Encantada, ela continuou repetindo a palavra ‘primeira’ de novo e de novo.
Na escola primária, houveram vezes na qual nós ficamos alinhados lado-a-lado com 100 pontos cada. Mas ela não estava satisfeita com isso. Para ela, dois 100 era sinal de uma medição impossível, ou seja, uma falha no dispositivo de medida.
Quando se tratava disso, não era nada além de um empate. O que mais, para ela, era um empate do qual ela nunca estava muito feliz.

Então essa era a primeira vez que nós já empatamos com qualquer coisa que não notas máximas, e ela não hesitou em se alegrar com a noção.

“Estamos alinhados! Lado a lado! Tudo o que falta é que eu te ultrapasse! Para ganhar! Alinhamos! Eu me alinhei ao lado do Sieg!”

Feliz, ela parecia verdadeiramente feliz. Tão feliz que só de olhar para ela já me deixava feliz também, seus olhos reluziam e cintilavam e brilhavam como pedras preciosas.

“Prepare-se!”

Ela disse e riu. Como se o futuro dela estivesse pavimentado com caixas de joias, ela carregava tal esperança em seu peito enquanto ria.
 
 
 
 
 
 
 
…, mas Anja.

Já faz 10 anos.
10 anos inteiros…
10 anos se passaram desde que começamos a competir…

Os remendos estão começando a se desfazer, Anja…
 
 
 
 
 
 
 
 
* * * * *

Não demorou muito tempo para emendas se expandirem.

“Eu venci! … Eu venci! Eu venci! Eu venci! Eu venci! Eu venci!”

‘1º lugar: Anja 786 pontos
2º lugar: Sieg 781 pontos’

No exame intermediário do segundo período do segundo ano, eu perdi para Anja pela primeira vez na minha vida.
Quando se tratava de resultados de testes, foi minha primeira derrota nesta vida.

Quando a Anja viu os resultados pela primeira vez, ela foi deixada em estupefação.
Ela viu algo que ela não conseguia acreditar, ou melhor, ela não conseguia entender o que estava acontecendo e o interior de sua cabeça havia ficado completamente branco. Ela levantou a cabeça distraidamente, abriu sua boca, e arregalou seus olhos enquanto o interior de sua cabeça cruzava a imensidão do espaço.

Talvez tenha sido depois de cerca de cinco minutos.
A consciência dela finalmente voltou ao seu corpo, ela processou a informação visual chegando em seu cérebro, e a cortina se abriu para sua alegria.

“Eu consegui! Eu consegui! Eu consegui! Eu consegui! Eu consegui! Eu consegui! Eu consegui! Eu consegui! Eu consegui! Eu consegui! Eu consegui! Eu consegui! Eu consegui! Eu consegui! Eu consegui! Eu consegui! Eu consegui! Eu consegui! Eu consegui! Eu consegui! Eu consegui! Eu consegui! Eu consegui! Eu consegui! Eu consegui! Eu consegui……!”

Ela saltitava para cima e para baixo com sua face em um vermelho brilhante, exibindo sua alegria com todo seu corpo de uma maneira totalmente inapropriada ao apelido gélido que ela recebeu.

“Eu consegui! Eu consegui! Eu consegui! Eu consegui! Eu consegui! Eu consegui! Eu consegui! Eu consegui! Eu consegui! Eu consegui! Eu consegui! Eu consegui! Eu consegui! Eu consegui! Eu consegui……!”

E mais uma vez ela correu em linha reta em minha direção, me pegando – seu suposto inimigo – pelas mãos, e sacudindo essas mãos para cima e para baixo. Sorrindo de orelha a orelha, ela lançou um olhar febril para mim.
Não havia mais nada que eu pudesse fazer além de dar uma risada conturbada.
Não havia nenhum outro caminho.

“Eu consegui~~~~~~~~~~!”

Disse Anja, enquanto ela acaloradamente corria para fora dos portões da escola.

“Ah! Espera um, um segundo! Anja! Volte! Volta aqui! As aulas não acabaram ainda!”

Simplesmente esquecendo as aulas assim, o impulso mandou a Anja correndo para fora da escola. Esquecendo de si mesma, ela correu.
Não houve tempo para que eu a impedisse, o equivalente a dez anos de alegria acalorada corriam descontrolados, despachando-a como um tornado.
… no dia seguinte, ela recebeu um amplo sermão do professor.
Sua imagem era uma vista e tanto de se contemplar.

Apesar de ser uma vista, daquele dia em diante eu sabia que o colapso dentro de mim havia se tornado nítido. Isso não era o choque da perda. Minha primeira derrota não me vexou particularmente, ou irritou, ou me assustou nenhum pouco.

Uma certa determinação estava começando a brotar dentro de mim.
O momento que estava destinado a vir se aproximou. Eu senti isso, e eu comecei a sentir que eu tinha que estabelecer minha determinação.

Os remendos da costura já estavam se desfazendo.
Eles haviam começado a se separar no ginasial… não, eu estou certo de que foi até antes disso…

Eu sabia que o dia que eu me separaria dela não estava longe.
 
 
 
 
 
 
 
* * * * *
 
 
 
A princípio, o tempo dela foi gasto em simples deleite.

Como aquele dia como uma fronteira, eu entrei em um ciclo de vitórias e derrotas com ela.
Considerando o composto de nossas notas em nosso segundo ano escolar, eu era o vencedor.
Mas quando entramos em nosso terceiro ano, minha taxa de vitórias havia caído para 50%… não, ela havia me ultrapassado ligeiramente. Já que ela mantinha registros tão organizados, eu poderia descobrir em um instante se eu simplesmente perguntasse a ela, mas eu estava envergonhado demais para perguntar.

Por volta dessa época, ela começou a estudar de uma maneira extraordinariamente agradável.
Até então, ela sempre estudava desesperadamente com um olhar de certa forma assombrado em sua face, trabalhando por nada mais que me derrubar e levantar sua bandeira, mas com nosso ciclo de batalhas acirradas, parece que o fato de que nós nunca podíamos dizer quem venceria fez o com que o aprendizado fosse divertido para ela.

Toda vez que ela fazia uma nova descoberta, ela deixava escapar um sorriso.
Quando isso aconteceu, estranhamente, seu progresso acadêmico estava subindo em um ritmo evidentemente maior do que quando ela estudava como o diabo.

“Você tá se divertindo?”

Eu perguntei.

“Você consegue notar?”
“Sim… Eu te conheço por tempo o bastante… ”
“Já faz dez anos. Ah, quanto tempo, quanto tempo. E que incômodo que foi.”

Certo. Já é daqueles tipos de relação inseparável.
Mesmo quando nós estávamos competindo em termos acadêmicos assim, por alguma razão, nossas sessões de estudo juntos continuava. Há realmente qualquer sentido nisso? Eu dizia isso de tempos em tempos, mas ainda assim, ela me perguntaria o que ela não sabia, e eu faria o mesmo.

‘Sieg, seus ensinamentos são mais fáceis de entender do que os do professor.’

Quando ela me disse isso, eu não podia mais dizer que eu queria parar com essas sessões de estudo.

“Certo… foi mesmo muito tempo….”

Eu olhei para o teto do quarto dela enquanto eu refletia sobre o caminho que eu tomei para chegar a esse ponto.
Do fundamental, ginasial, e recentemente, nossas vidas colegiais.
… não, ainda mais. Muito mais que isso, eu refleti sobre minha vida passada. Ultimamente, eu havia começado a refletir sobre minha vida passada mais frequentemente.

“…. Ei, o que você quer dizer com, ‘foi realmente muito tempo…’ Por que você tá colocando isso no tempo passado? Sieg, você e eu vamos para a mesma faculdade, então nós ficaremos juntos por séculos ainda.”
“… É , isso mesmo. Você está certa.”

Nossa primeira universidade de escolha era a melhor universidade do país.
Isso não podia ser chamado de nada além de natural. Nós frequentamos uma escola preparatória nacionalmente prestigiosa, e nela, nós competimos pelos ranques de primeiro e segundo lugar. Fazia totalmente sentido que nós mirássemos pelo mais difícil e maior centro acadêmico do país.
Somando-se a isso, nos simulados nos foi dada a maior taxa de aceitação, ‘A’. Apesar de que eu não vá deixar minha guarda baixa, do jeito que as coisas estavam indo, nós entraríamos na mesma universidade.

Mas isso era tudo.
Nossa. Não, o buraco entre meus remendos continuava a se alargar, e eles estavam entrando em um estágio sem salvação. Não, desde o início, isso era uma bomba do tipo que reparo nenhum conseguiria emendar.

Nós frequentaríamos a mesma universidade.
Mas o momento em que nos separaríamos não estava longe.

“Ei… Sieg, o que há de errado…?”

Quando a Anja me chamou, eu fui pego de surpresa.

“Ah, me desculpe. Eu estava distraído. Não é nada.”
“Mentiroso…”

Ela viu através de mim imediatamente.

“Ei… posso perguntar…?”
“S-sobre o quê…?”
“O que está escondendo…..”

Eu cambaleei. Por um instante, meu coração recebeu uma sacudida, mandando arrepios pelo meu corpo.

“Esses dias, você… parece estar pensando muito sobre algo… guardando algo dentro de si… se preocupando…
Primeiro, eu achei que fosse só uma preocupação. Eu pensei que talvez você estivesse preocupado sobre como eu estava te alcançando nos estudos.
Mas isso está errado. Eu te conheço por tempo o bastante, então eu sei. Isso está completamente errado…”
“…”
“Então eu pensei que você estivesse escondendo algo. Isso é algo que todo mundo faz, e não é nada pra mim me importar de mais. Se você quisesse consultar com alguém, eu seria todo ouvidos, mas o que você está carregando é um pouco diferente. A coisa que você tem escondido ultimamente é… um pouco diferente…”

O quarto ficou quieto. Não havia o menor som, além das palavras dela.
Então eu podia ouvir a forte batida do meu coração bem demais.

“… eu nunca percebi até recentemente. Nós estamos juntos a tanto tempo que eu finalmente percebi.
Que você esteve escondendo algo… o tempo todo… por muito tempo… desde a primeira vez que nos encontramos… por muito… muito tempo… você esteve se preocupando…”

Eu estava atordoado. Meu segredo que eu nunca havia dito a ninguém estava exposto diante dos olhos dela.
Anja abraçou seus joelhos, escondendo metade de sua face e me espiando com olhos virados para cima.

“Ei… é algo… você não pode dizer para mim….?”
“……”
“……”

Um longo silêncio caiu. O único som que eu muito mal consegui ouvir, foi o som de mim engolindo minha própria saliva.

“… eu não posso dizer.”

Essas eram as únicas palavras que eu podia dizer.
O rosto dela estava tingindo com a cor de desespero.

“Só mais alguns anos… Eu quero que você espere alguns anos…”
“… Eh?”
“Nessa hora… eu vou te contar tudo……”

Quando eu disse isso, Anja deu uns pequenos acenos. Com uma cara séria, ela sacudiu sua cabeça para cima e para baixo.

Eu curvei meu corpo para olhar para cima. O teto do quarto dela já tinha se tornado uma cena familiar.
Faltam alguns anos. Apenas alguns anos e tudo virá à luz.

Seria a hora que todos os remendos se desfariam e ela ficaria desiludida comigo.

Anja, você sabe?
Eu tenho trapaceado.

Para dizer a verdade…
Desde o ginasial, eu tenho feito estudos do colegial, eu tenho estudado para os exames da faculdade.
Quando eu comecei a ver as costuras do remendo, eu fiquei aterrorizado e estudei mais e mais à frente daquilo.

Mas ainda assim, você me alcançou.
E você esteve prestes a me ultrapassar.

Esse é o tipo de pessoa que eu sou……
 
 
 
 
 
 
 
Nós dois passamos com segurança em nosso vestibular.
Sem qualquer perigo, eu obtive o bilhete para entrar o corpo de aprendizado mais prestigioso no país.

Quando nós graduamos nossos próprios exames depois, a minha nota estava acima da Anja.
A Anja havia colocado um espírito considerável nisso, então ela ficou consideravelmente irritada.
Vendo isso, eu ri.

Essa foi minha última demonstração de teimosia.
 
 
 
 
 
 
 
* * * * *
 
 
 
Eu tive um sonho.

Um sonho de neve pesada.

Era um sonho daquele dia especial de neve, o dia em que eu uma vez morri.
Num quarto de branco puro, olhando a nevasca pela janela.

Toda a superfície era branca. Não em grãos que poderiam ser chamados de flocos de neve, nesse ponto, um corpo vivo de neve estava caindo de cima para baixo sem um fim em vista.
Foi uma tempestade de neve para deixar registros.

Eu tinha inveja da neve.
Eu invejava o que era especial.
O eu da minha vida passada, nunca pôde escapar do reino dos comuns, ainda assim, não importa como eu olhasse para minha vida passada, eu não podia me lembrar de jamais ter tentado sair da minha vida de mediocridade.
Eu chorei, ri, fiquei zangado, me senti incomodado, trabalhei duro, resolvi problemas e empenhei esforço…

Vida era uma coisa difícil, e mesmo se eu fizesse uso de 120% do meu próprio poder, a estrada não me permitiria caminhá-la tão facilmente. As muralhas preparadas pelos problemas da vida eram altas. Ainda assim elas são o tipo de coisa da qual você tem que chorar, bater seu pé, e gritar pela injustiça, irracionalmente enquanto seu corpo é deixado em farrapos enquanto você muito mal consegue superá-los.

E isso era uma vida comum.
Na minha vida passada, eu era um homem comum, e o caminho que segui foi de uma vida comum.
Houve alegria, houve dor, houveram vezes em que eu era surrado eu não podia seguir em frente… essa era uma vida comum.

… eu ansiava pelo especial.
Eu ansiei por um especial como a neve pesada.

E uma reencarnação ocorreu.

Agora como acabaria dessa vez?
Eu fui capaz de me tornar especial?
Com certeza, minhas notas na escola quase sempre me colocavam em número um, eu me graduei em um bom colegial, e fui capaz de entrar na universidade mais difícil.
Eu era especial. Dos olhos de qualquer outra pessoa, eu era especial.

Mas o que que tem isso?
Em comparação com esta neve pesada, como eu me comparo?
Eu tenho poder o bastante para mudar o mundo? Estou equipado com ao menos uma única lasquinha da intensidade dessa nevasca?
Eu fui capaz de me tornar a neve pesada que eu tanto invejei?

… não havia como eu jamais conseguir.
Nem mesmo uma única parte da minha natureza havia mudado desde a minha vida passada.
Esta janela não serviria como um espelho; minha forma nunca mudaria para aquela da neve.

A identidade das costuras e remendos era simples o bastante.
Eu simplesmente nunca fui do calibre para ficar ao lado da Anja.
 
 
 
 
 
 
 
* * * * *
 
 
 
Mesmo após entrar em universidade, minha competição com Anja continuou.
Era o negócio de sempre, ou assim eu queria dizer, mas a maior parte das tarefas na faculdade eram relatórios, e haviam poucas coisas que podiam ser avaliadas objetivamente como testes.

Ela estava enfurecida.
Então como devemos competir!?
Como eu já tinha experimentado Universidade uma vez, eu já sabia, então eu pude apenas dar um sorriso torto para as palavras dela.

Haviam matérias que teriam testes no fim do período.
Anja os enfrentou com entusiasmo, é uma batalha! Vem pra cima! Ela alegremente fez uma declaração de guerra. Mas ela não sabia. Na Universidade, os resultados das finais raramente eram devolvidos, e não tínhamos como saber nossos próprios resultados.

Quando a oportunidade surgiu, ela ficou furiosa mais uma vez.
O choque de verdade veio quando ela me arrastou pelo braço e se infiltrou diretamente no escritório do professor. ‘Me devolva minhas provas finais, me diga que nota eu recebi’, ela exigiu.

Os professorem também tiveram problemas.
As regras permitiam que eles os dessem em tão pouco tempo ou não? Sem dar-lhes tempo para investigar, ela os acertou com um entusiasmo ardente, solicitando o retorno dos nossos testes avaliados, contra o melhor julgamento deles.
Imediatamente, Anja havia se tornado famosa entre os professores.

Os resultados do teste me punham no lado perdedor.
Minha taxa de vitória estava em algum lugar em torno de 30 por cento. Hmhmm, com uma expressão triunfante que qualquer um poderia entender emplastrada em sua face, ela parecia extremamente feliz.
‘Você tem certeza que está a par?’ Anja tentou me agitar, mas, ‘Apenas espere até a próxima’, eu respondi.

‘Espere até a próxima’? Eu disse algo totalmente insincero.
Isso foi tudo que eu pude dizer.
 
 
 
 
 

“… Hein? Você quer dizer… eu…?”

Com um olhar vago, Anja apontava para si mesma enquanto falava.
Um dos relatórios da Anja havia sido altamente avaliado, e ela recebeu uma recomendação do professor para participar de um painel de discussão fora do campus.
Isso não é incrível? Como esperado da Anja. Eu dei a ela palavras de encorajamento, mas ela não podia esconder seus tons de confusão.

Pela face dela, um certo pensamento estava transparente.
‘ Por que o Sieg não foi escolhido, por que só eu….?’
Eu podia ver o que estava na mente dela muito bem.

Então Anja participou de um painel em outra universidade, enquanto mantinha notas excelentes.

E em outra vez, o nome dela foi destacado como um dos estudantes proficientes em nosso ano.
Os resultados dos seus relatórios, as notas dela na final, levando todos eles em consideração, as notas dela haviam perfurado os ranques superiores.
Naquela hora também, ela estava simplesmente perplexa.

A diferença estava se tornando clara.

Em nossa Universidade, a seleção da formação começou em nosso segundo ano. ² Mesmo que fosse chamado assim, as seleções iniciais só estavam lá para dar um gostinho das matérias, trocando de novo e de novo durante o ano escolar, elas estavam lá para permitir que os estudantes experimentassem todos os tipos de áreas. No período inicial de testes, Anja foi alvo de expectativas.

‘Por todos os meios participe de nosso seminário’, ‘por todos os meios participe do nosso’, tendo deixado resultados vibrantes em seu primeiro ano, Anja foi puxada em todas as direções.
É claro, nada do tipo aconteceu comigo.

Bem, agora a coisa problemática é que na cabeça dela, já estava decidido que ela entraria no mesmo laboratório que o meu. Então em qual nós entraríamos? Ela consultou comigo em que laboratório nós deveríamos entrar juntos.
Eu dei um sorriso amargo.

“Você não acha que nós dois deveríamos escolher uma matéria na qual estejamos interessados?” quando eu pus essa opinião, o humor dela piorou visivelmente. “Certo… essa é a escolha correta…” eu fui capaz de ganhar sua aceitação relutante.
Eu produzi um doce sazonal do meu saco de doces, de alguma forma recuperando seu humor.

Olhando para o resultado final Anja entrou para o seminário de pesquisa e desenvolvimento de magitec.
E eu escolhi o seminário de pesquisa e desenvolvimento de magitec.

… Não, espere um segundo, isso realmente foi um erro de cálculo.
Quando ela disse para apontar no sinal após o ‘prepara, apontar, vai’, nós dois escolhemos P&D Magitec.

Eu tinha trabalhado em uma firma de pesquisa e desenvolvimento magitec por cerca de cinco anos da minha vida passada, então eu pensei que eu poderia ser capaz de aplicar aquela experiência e escolher o laboratório. Mas ela só pensou que soava meio interessante e escolheu ele.

“Por que que chegou a isto…”

Eu murmurei ao lado de uma garota – por algum motivo – triunfante.
 
 
 
 
 
 
 

Nós nos tornamos terceiranistas, e a atividade dela apenas aumentou em intensidade.
A tese dela foi altamente avaliada, ganhando um prêmio da sociedade acadêmica para ela, ela foi convidada para outra convenção, e estava firmemente estendendo seus resultados. Dos alunos aos professores de outras universidades, ela havia ganhado a oportunidade de se misturar com muitos, e ela estava ocupadamente flutuando ao vento pelos cantos.
Ela foi convidada para um projeto de pesquisa em colaboração com outras universidades e corporações continuando a apresentar excelentes resultados até nisso.

Nada particularmente especial aconteceu comigo.
Se eu tivesse que dizer, comum… eu estava gastando uma vida universitária nada diferente de todo mundo.

“Por que…!”

Anja gritou diante de mim sozinho.

“Porque que só sou eu…….!”

Esse tipo de raiva que ela não podia direcionar a lugar nenhum, não podia fazer nada a respeito, ela expunha diante de mim.
Na cabeça dela havia uma ilusão de competir comigo para sempre, ela estava sentindo uma irritação porque a ficção dela não estava acontecendo na realidade.

Mas isso não vai acontecer. Isso não vai acontecer, Anja.

“… eu sinto muito.”

Quando eu disse essas palavras, ela fez uma cara triste, “Me desculpa”, ela soltou uma pequena voz muito mal em meu alcance auditivo antes de sair do local.

As emendas não estavam mais frouxas, eram um rasgo completo.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

* * * * *
 
 
 

“Competição?”
“Isso, uma competição!”

Segurando o panfleto para o concurso de produção magitec trazido ao laboratório em frente à minha face, Anja exclamou com uma áspera respiração nasal.

“Nós vamos competir com isso!”

Simplificando, você tinha que desenvolver um item que satisfizesse o nível designado de performance e produzi-lo. Era uma competição na qual o dispositivo magitec seria julgado pela eficiência, design, conceito, e vários outros pontos de vista.
Era uma competição realizada dentro da universidade, e uma que requeria um conjunto de habilidades próximos aos de uma verdadeira produção magitec.

Meu coração dançou só um pouco.
Uma competição que exigia habilidades práticas. Com cinco anos de experiência prática em mim, era uma competição que me era favorável.
Eu poderia competir com Anja pela primeira vez em muito tempo. Quando eu pensei nisso, eu deixei escapar um leve sorriso.

Talvez percebendo minhas sutilezas, ela deu um sorriso cheio de expectativas renovadas.

Eu dediquei o meu tudo para essa competição.
Pela manhã, tarde e noite, eu pensaria sobre minha criação com zelo, colocando cada ideia que eu tivesse no papel. Quando fiz um produto experimental, eu eliminei todos os pontos problemáticos e fiz um modelo revisado. A falha é um acessório para uma produção de sucesso, eu havia aprendido isso no meu trabalho da vida passada. A coisa mais importante era tentar mover suas mãos.

Fiz protótipo após protótipo, repetindo melhoras após reforma. Às vezes eu acalmaria minha cabeça e olharia para meu opus de outro ângulo. Ideias do passado, e talvez uma dica estivesse escondida em um produto totalmente diferente. Eu sondei por aí para descobrir.

Eu desenterrei minhas memórias.
Havia alguma forma em que pudesse usar melhor meus cinco anos de experiência prática? Havia qualquer dica escondida em todo o trabalho que fiz na época? Havia alguma ideia melhor por lá? Haviam alguns planos melhores de aprimoramento…
Simplesmente imprudente… eu me devotei imprudentemente para desenvolver meu dispositivo magitec.

“Ei… Sieg, você está… bem? Você não está se forçando demais…?”

Anja nervosamente se preocupou comigo.
Independentemente do fato de que ela havia trazido a competição até mim, ela entrou em pânico enquanto se preocupava com seu próprio rival.
Bem… Eu estou bem… eu disse a ela e lhe dei um tapinha na cabeça.
Naquele momento, eu acabei tropeçando um pouco.
Eu só deixei ela mais preocupada desnecessariamente.

Mas eu tinha que colocar meu tudo nisso.
Esta pode ser a última.
Esta pode ser a última chance que eu tenho para competir com ela.

Eu já sabia.
Que diferença entre nós esteve se aproximando, se alargando, e não poderia mais ser fechada de novo.
Que eu já não podia responder ao esforço total dela.
Que eu já não podia mais satisfazê-la.

Mesmo que eu tivesse renascido, eu ainda era o meu eu comum.

Então pelo menos, no final…
No final…
Com tudo o que tenho…
Toda a minha alma…
Eu apostarei meu tudo.

Por favor, deixe-me ter uma competição com ela…

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
O dia da competição.
Um salão aberto. Um número de universidades participou, e aquele vasto salão estava lotado de estudantes.
Era uma influente competição que havia existido por muitos anos, grandes números de corporações e repórteres observavam as figuras galantes dos estudantes, procurando os talentos que os liderariam para o futuro.

A competição prosseguiu.
A competição prosseguiu.
A competição prosseguiu.

Anja foi incrível, afinal de contas.

A ingenuidade do magitec dela, funcionalidade, design, não importa o campo, ele funcionava belamente.
Em termos de um teste, 100 pontos… não, foi um completar merecendo 120 pontos.
Desde o início, a nível de ‘incrível’ dela não era algo que pudesse ser medido com um teste de 100 pontos.

Os resultados saíram.
O trabalho dela tomou seu lugar como o vice-campeão.
De mais de 1000 participantes, ela marcou um esplendido resultado como segundo lugar.

E eu…
Eu…

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
* * * * *

A neve caía.

Caía pesadamente.

Minha visão estava completamente coberta de branco.
De acordo com meu amigo da meteorologia, essa era uma nevasca do tipo que não havia sido observada em 50 anos.

Frio.
Branco.
Todo o meu mundo estava coberto de neve.
Havia tanta neve caindo quanto havia no dia em que eu morri.

“… você não deveria sair… em um dia como este…”

Enquanto eu me sentava no banco, havia uma mulher que segurava um guarda-chuva para mim.
Era a Anja. Anja veio me procurar.

“Ah… me desculpe…”

Eu disse enquanto aceitava o guarda-chuva, mas o guarda-chuva não tinha o menor significado.
Um guarda-chuva pequeno não era capaz de proteger contra a nevasca especial e a neve simplesmente continuou a se amontoar sobre meu corpo.

“Foi uma pena… não ser selecionado… Sieg, você trabalhou tão duro, e ainda assim… ”

Isso, meu trabalho não foi selecionado. Ele falhou nas preliminares.
Na mais inicial das fases do concurso, meu maior esforço desapareceu do palco.

“…… Era o resultado natural.”
“… Não diga… algo assim…”

A competição era larga em sua escala, haviam participantes de muitas universidades.
Era uma competição amontoada de gênios de verdade. Não havia nada a se fazer se meu produto não passasse.

“Ei… se você ficar aqui, você vai pegar uma gripe… vamos pra dentro de casa, okay?”
“…… eu… vou assistir a neve um pouco mais… Anja, você deveria ir para casa.”
“… eu não vou voltar até que você volte.”

Com essas palavras, na forte tempestade, ela sentou-se ao meu lado.
A neve engolia toda cor e som.

“…… me desculpa.”
“Eh?”
“Eu não posso mais te alcançar…”

Em uma voz pequena, eu disse isso de forma que ela fosse a única que pudesse ouvir.
Independentemente do fato que não havia ninguém lá, independentemente do fato havia apenas neve.

“Este é o fim da nossa competição… de agora em diante você deveria competir com gênios de verdade.”
“Sieg… o que você está falando…?”
“Vire seus olhos em direção ao largo mundo. Você é um gênio de verdade, e… eu tenho certeza de que há outros gênios por aí que podem competir com você. De agora em diante seus esforços… deveriam ser dirigidos a eles…
Este é o fim para mim. Isto é onde nós nos separamos.”

Eu a olhei nos olhos.

“Eu não pude me tornar especial. Eu não pude me tornar especial como você.”

Foi tudo que pude fazer para impedir que as lágrimas derramassem dos meus olhos.

“O que… o que você quer dizer… Sieg…?”
“Aquele dia foi um dia de neve também…”

Eu olhei para a neve que caía trovejante. Para cima e para baixo, esquerda e direita, uma cena imutável enterrada em neve se espalhava.

“O dia em que morri era um dia de neve. Eu virei pescoço do meu corpo imóvel para olhar a neve fora da janela. Eu tinha uma forte inveja daquela neve…”
“…?”
“Os vinte e tantos anos que levaram a isso haviam sido uma vida digna de ser marcada como comum. Não era nada mal, mas… eu não tinha nada em que eu me destacava particularmente, e incapaz de caminhar qualquer caminho extraordinário, nenhuma vez eu marquei 100 pontos em um teste escolar…
… eu desejava ser especial. Um alguém comum como eu desejava ser especial…”
“… Qual é o problema? … O que está dizendo, Sieg? ”

A resposta que eu não pude dar a ela no final do colegial, eu daria a ela agora.

“Eu renasci, Anja. Eu morri uma vez… e carregando em minhas memórias, eu nasci de novo”.
“………… Eh?”
“Você consegue acreditar nisso?”

Desviando meu rosto de seu estado estupefato, eu comecei a falar.

“Para alguém que já passou pela vida uma vez, um teste do fundamental é coisa simples. Isso é óbvio. E inconsciente de tudo isso, você me desafiar foi imprudente, ou devo dizer impensado… a única coisa que não se podia fazer nada a respeito, era o fato de que você não sabia.
Até o ginasial, foi minha vitória completa. Eu fui capaz de exibir meu tesouro de 28 anos inabalavelmente.
Mas no colegial, nossas notas se alinharam… no final, você virou a mesa. Isso foi apenas natural.”
“…”
“Estudos de ensino médio são uma coisa difícil de fato. Mesmo que você tenha passado pelo colegial uma vez, as questões não são mais do tipo que você pode conseguir 100 pontos tão facilmente. Se você perguntasse a um transeunte, ‘Se você pudesse fazer o colegial de novo, você acha que conseguiria entrar na universidade mais difícil?’ Eu duvido que você receberia muitos ‘sim’s.
É porque eu estava fazendo estudos do nível colegial e de faculdade por todo o ginasial que eu fui capaz de competir com você, mas eu nunca fui o tipo de pessoa que possuísse habilidades acadêmicas grandiosas o bastante para entrar na universidade mais difícil do país.”

Eu estava chegando no meu limite. Não, já faz tempo que eu tinha passado dele.

“Na faculdade, não foi nem mesmo uma competição…
Obviamente. Eu não tenho a habilidade para vencer um prêmio da comunidade científica. A vantagem mágica lançada sobre mim não era nada mais que o uso de experiência de uma vida passada. A habilidade de construir uma tese superior em uma matéria de faculdade obscura… eu… eu nunca tive isso desde o começo…”

Ela vagamente me escutava.
Enquanto a neve caía, sem abrir sua boca, ela só se concentrou em ouvir.

“Um prodígio aos dez, um gênio aos quinze, um homem comum passado os vinte… a magia chamada reencarnação começou a mostrar suas costuras após quinze anos. É uma mágica na qual a vantagem desaparece, que os efeitos decaem com quanto mais tempo se passa. Anja, você trabalhou desesperadamente para me ultrapassar, mas garantir que você não me deixasse para trás era o melhor que eu podia fazer.
O revestimento chamado renascimento foi removido, e o homem comum veio à superfície. O tempo desintegrou a mágica jogada sobre mim.”

Eu não podia aguentar isso.
Lágrimas caíam de meus olhos.

“Eu queria ser especial como esta neve. Eu queria competir com a especial que é você para sempre.
Me desculpa… eu não pude me tornar especial… me desculpa… me desculpa…”

Meus soluços vazavam.
Eu repetia as palavras, me desculpa. Eu não podia alcançá-la. Mesmo com 20 anos, eu nunca iria alcançá-la.

“Me desculpa…!”

Eu era a mesma pessoa comum de sempre, nem uma única coisa havia mudado.

“Idiota… seu idiota…”

Chorando.
Ela estava chorando de novo.
Vendo minha forma em ruínas, ela acabou chorando.

“Eu não entendo uma única coisa… do que você está dizendo, e… dizendo que renasceu ou algo assim… não tem como eu poder acreditar, e…. eu não entendo, e… eu não consigo compreender o que você quer dizer, e…. ”

A neve estava alcançando ela.

“Eu não entendo nada do que você está falando, e… Eu não posso aceitar isso de repente, e… eu me sinto realmente mal por dizer isso, mas… eu não consigo entender essa coisa de ‘comum’ que você continua falando…
Essa sensação comum… eu não entendo nada disso…”

Não há como evitar.
Gênios não entendem os comuns. Anja não pode me entender.

“Mas, mas você vê… há algo que eu entendo…”

Anja chorou enquanto ela continuava suas palavras. Deixando lágrimas largas, e mortificadas caírem, ela lançou suas palavras em mim.

“Sieg, você está no seu limite… você não pode mais continuar… você não pode se forçar mais… eu posso dizer.
Eu posso dizer esse tanto. Digo… eu tenho estado ao seu lado desde muito, muito tempo.  Eu estive… te observando por um longo tempo.”

Entendo… entendo…
Então ela já viu através… Ela havia visto através do descascar do meu revestimento.

Então isso realmente é adeus…

“Mas…, mas sabe…”

Anja abraçou forte meu corpo.

“Não diga… que temos que nos separar… não me diga… que temos que dizer adeus… não ser capaz de competir com você é… triste… lamentável e… isso dói no meu coração, mas……, mas… fique ao meu lado para sempre e sempre. Fique comigo para sempre………
…… Eu te amo faz 15 anos, sabe……”

Meu coração saltou. Eu podia sentir o sangue correr pelo meu corpo.
E eu finalmente……. percebi…

“…… está frio.”
“É.”
“Você está fria.”
“… É.”
“Seu corpo está frio.”

Ela estava me abraçando.
Com seus braços frios e pálidos, ela estava me abraçando.

“Isso não é bom…… você… não deveria estar aqui… você vai pegar uma gripe… todo mundo… tem esperanças em você… você tem que cuidar do seu corpo…”
“Eu falei, não falei. Eu não vou pra casa até você ir.”
“………”
“Ei, vamos para casa, okay?”

Ela riu.
Ela chorou e riu.

“Pare de ficar ansiando por alguma nevasca… vamos voltar pra uma casa quentinha, okay?”
 
 
 
 
 
 
 
 
* * * * *
 
 
 
Eu ainda estava em transe.
Olhando para o teto do quarto dela, eu ainda estava em torpor.

Eu tinha a intenção de informá-la da nossa despedida. Hoje, eu iria confessar tudo, e nós iríamos nos separar.
Então por que estou no quarto dela novamente, e porque eu peguei emprestado o banho da casa dela?

“Ah! Isso foi refrescante!”

Disse Anja, ainda soltando vapor do banho enquanto ela entrava no quarto.

“E então? Quanto daquela conversa de antes era verdade?”
“Sobre a reencarnação?”
“É claro. O que mais seria?”
“… tudo. Eu entendo se você não quiser acreditar, mas eu não disse uma única mentira.”
“De jeito nenhum~.”

Anja riu enquanto ela me perguntava sobre minha vida passada.
Balançando a meio caminho entre torpor e lucidez, eu falei sobre o que quer que ela me incitasse.
Sobre minha vida passada. Mas mesmo que eu a chamasse assim, ela não foi uma vida particularmente interessante. Foi uma vida comum, eu tive esses tipos de problemas, essa coisa engraçada aconteceu, eu tive esse amigo estranho, foi assim que eu segui a vida.
Foi só esse tipo de divagações incoerentes.

Anja ouviu alegremente essas histórias insignificantes.

“Eu finalmente sinto como se eu tivesse te alcançado.”
“…… Eh?”
“Como devo dizer… eu finalmente sinto como se tivesse me tornado sua amiga de infância.”

Ela disse e riu.
Meus 28 anos que eu nunca disse para ninguém foram falados completamente em apenas um pequeno tempo.

“Então o que você vai fazer agora?”
“… por isso, você quer dizer?”
“Você não tem mais que carregar tudo isso, então você não pode simplesmente viver como você quiser? Por que você não faz algo divertido?”

Bebendo achocolatado quente, ela falou de tal maneira leve.

“Eu me pergunto… Eu tenho um histórico acadêmico é melhor do que na minha vida passada, então não importa onde eu vá, eu vou ter uma vantagem, mas… ”
“Ah…! Deus! Vantagem e desvantagem! Não é disso que eu estou falando! O que você gosta, e o que você aprecia fazer!?”

Tocando uma mão em seu quadril, ela apontava para mim firmemente com a outra para combinar com seu tom forte.

“O que eu gosto… huh…”

Eu fechei meus olhos para pensar. Mas eu tinha a sensação de que isso não era algo que eu poderia encontrar tão facilmente.

“Eu acho que vou usar meu tempo para descobrir…”
“Não! Eu posso dizer! E eu vou te ensinar! O que você gosta, e o que você é bom!”

Eh? O quê? O que foi tudo isso então?
Por que a Anja está proclamando minhas preferências?
Pego de surpresa, eu esperei as palavras da Anja.

“O caminho adequado para você é o de professor! Digo, a razão sendo, você me nutriu por todo o caminho até aqui!”

Ela estufou seu peito quando disse isso.
Professor. Ouvindo isso, eu senti algo gentilmente se encaixando em meu peito.
Durante o ginasial, eu lembrei sobre como meus amigos e eu frequentemente realizaríamos sessões de estudo.
Eu ficava feliz em ser confiado. Eu ficava feliz quando eles entendiam o que eu estava dizendo. Eu ficava feliz por ser útil aos meus amigos.

“Sua amiga de infância está te dizendo! Não há dúvidas disso! Você foi meu professor!”

‘Eu sei tudo sobre você’, ela fez uma cara triunfante enquanto ria.

Sendo levado por ela, eu mesmo acabei rindo.
 
 
 
 
 
 
 
* * * * *
 
 
 
Quando a neve caía, eu relembrava.
O dia em que morri, o dia em que eu carreguei uma forte inveja pelo especial.
Exatamente que parte de mim meu ‘especial’ chamado reencarnação mudou?

Por causa de minha reencarnação, várias coisas me aconteceram. Mas que mudança precisamente poderia se dizer que veio sobre minha própria natureza comum?
A resposta não virá, no final, eu até tenho a sensação de que eu era tão comum como sempre.

Mas…

“Professor! Até amanhãaaa!”
“Até mais, prof!”
“Ah, tenham cuidado com a neve no caminho de casa.”

Hoje, como de costume, eu supervisionava o crescimento dos meus estudantes enquanto eu passava meus dias.
Era comum, mas era um trabalho que eu sentia que valia a pena fazer.

“Então todos foram pra casa… e eu estou na hora extra…”

Eu tinha papelada para processar e testes para avaliar.
… Parando pra pensar nisso, havia algumas crianças competindo pelas notas do teste. Me pergunto como eles foram dessa vez.
Agora que eu estou do lado que avalia, eu não podia deixar de soltar um sorriso.
 
 
 
 
 
 
 
“Oh, seja bem-vindo querido.”
“Papa! Bem-vindo em Cashja!”

Enquanto eu abria a porta para a casa, minha esposa pôs a cabeça para fora, e minha filha se grudou na minha perna.
Quando eu a segurei, minha filha alegremente riu em voz alta.

Minha esposa é uma pessoa especial.
Entusiasta em sua pesquisa, ela está almejando se tornar uma professora de universidade, escrevendo artigo após artigo. Ela estava criando resultados bastante excepcionais, mostrando sua cara em conferências estrangeiras de novo e de novo.
Ela atualmente é vista como uma jovem e competente pesquisadora.

Mas para mim, isso não era o que eu queria dizer quando falei especial.
Ela carregava um tipo diferente de especial.

Por isso, eu quero dizer que eu a amo.

“Você fez o jantar de hoje?”
“Sim, eu não estarei indo pra nenhum lugar longe por um tempo. Eu acho que voltarei cedo.”
“Então papa e mama vão ficar juntos por um tempo!”
“Eu trouxe alguns doces comigo.”
“Yay! Papa! Obrigada!”
“Eh? O que é isso, o que é isso? Que doce que é hoje? Ei, Ei? Qual o sabor de hoje?”
“… não se agarre mais forte que a nossa filha…”

Enquanto ainda sendo o eu comum, eu supervisiono os crescimentos dos meus estudantes e vivo com minha esposa especial e filha.
Eu sigo tal vida comum, e confortável.

Nesse momento, eu estou seguindo um caloroso caminho de vida.

24 ideias sobre “Sobre uma Garota Imprudente e Promissora que Continuou Desafiando um cara Renascido como Eu

  1. Pingback: [OneShot] Sobre uma Garota Imprudente Promissora que Continuou desafiando um Cara Reencarnado como Eu – Postagem de reativação do Blog | Batata Traduções

  2. johnvithor

    Cara… Obrigado por compartilhar essa boa história. Eu agradeço, foi realmente uma ótima leitura, sinto que aprendi algo como ser humano.
    Novamente obrigado. E parabéns pela traduçao, o texto esta otimo.

    Curtido por 2 pessoas

    Resposta
  3. Leonardo Vinicos

    Otima história mesmo. Fiquei um pouco perdido naquela hora que ele fico falando que “o remendo estava rasgando”. Estava achando que ele iria morrer denovo. Só mais pra frente que fui entender.
    Otima tradução e otimo one-shoot Batata. Espero que os proximos sejam que nem esse.

    Curtido por 2 pessoas

    Resposta
  4. Brinn

    owo Essa história foi muito bonita, sério, vlw por trazê-la Batata. Os pensamentos do Sieg sobre sua vida trazem muitas reflexões interessantes, fiquei feliz por ele ter encontrado a coisa certa para ele.
    #Kotb

    Curtido por 1 pessoa

    Resposta
    1. Matz13

      Uma história muito linda, os sentimentos passados por ela são fortes demais, até caiu suor masculino aqui 😂😂😂😢😢
      Melhor oneshot que eu já li na vida.

      Curtir

      Resposta
  5. Caio Fernando

    Adorei a a história realmente faz vc refletir apesar de que inicialmente não estava com vontade de ler por causa do tamanho mas no final adorei a história.

    Curtido por 1 pessoa

    Resposta
  6. Pingback: Disciple – Capítulo 52 - Templo Oriental

  7. Matz13

    Uma história muito linda, os sentimentos passados por ela são fortes demais, até caiu suor masculino aqui 😂😂😂😢😢
    Melhor oneshot que eu já li na vida.

    Curtido por 1 pessoa

    Resposta
  8. Felipe Lopes

    Parabéns por escolher essa história pra traduzir! Linda d+. Vim do ATG achando que seria algo bobo e terminei com o coração quentinho. Posso disser que é uma das minhas histórias curtas preferidas já. Parabéns de novo!

    Curtido por 1 pessoa

    Resposta
  9. Pingback: Disciple – Capítulo 52 - Tsundoku Traduções

  10. Pingback: Seguindo a tradição | Batata Traduções

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s