LoMa – Volume 4 – Capítulo 6

AnteriorPróximo


Escrito por Mishima Yomu/Wai (三嶋 与夢)
Traduzido Originalmente ao Inglês por Kuroinfinity


Treinamento de Rosetta

 

O Palácio da capital imperial.

Rosetta, que viera treinar como aprendiz, olhava para o céu da janela do corredor.

O céu azul da capital imperial era apenas uma imagem artificial, mas ainda era claro e belo.

— … está bem, Querido?

Serena havia escolhido seu local de trabalho original como o destino da Rosetta para o treinamento.

Se ela completasse sua educação aqui, ninguém seria capaz de menosprezá-la.

Muitas filhas da aristocracia também tinham vindo como aprendizes, então a maioria das empregadas na verdade eram de origem nobre.

O plano era a Rosetta passar pelo menos três anos ali.

Já que a Serena lhe dissera que seu treinamento nupcial seria realizado completamente na capital imperial, ela era incapaz de retornar ao território da Casa Banfield por enquanto.

Foi então que algumas garotas vestidas como empregadas se aproximaram dela.

— Oh, o que a herdeira da Casa Cláudia faz em um lugar como este?

A líder do grupo era a filha de uma Casa de Marqueses.

Enquanto aquelas em sua comitiva eram ambas de Casas de Viscondes.

Porém, mesmo se essas fossem tratadas como princesas em seus territórios natais, eram apenas empregadas aqui.

— Estou na minha pausa no momento.

Como uma graduada da escola fundamental, à vista de Rosetta, que tinha a aparência de uma colegial, entrando em uma disputa com garotas que pareciam estudantes ginasiais, era uma cena e tanto.

— … não tem vergonha de estar começando seu treinamento na sua idade?

Quando a líder das garotas disse isso, as duas lacaias ao lado dela riram em concordância.

Das crianças atualmente passando por treinamento, a maioria havia acabado de chegar à maioridade.

Era raro ver alguém começar na idade da Rosetta.

— Houveram várias circunstâncias por trás disso, então se puder ignorar, eu realmente apreciaria.

— Que atitude é essa? Não aja como se tivesse dignidade, você deve apenas manter sua cabeça baixa como costumava.

A líder provavelmente estava lá quando Rosetta foi humilhada em uma das festas do palácio.

Ela queria ridicularizá-la como havia feito antes.

— … certamente, posso estar em aprendizado como empregada no momento, mas ainda sou a noiva do Senhor Liam. Não posso permitir-me mais tamanha atitude vergonhosa.

A líder das meninas fez uma expressão insatisfeita diante dessa resposta.

— Liam, huh? Ele parece ter se tornado famoso recentemente, mas no final, ele não é só um nobre do campo? Parece um parceiro adequado para alguém como você. Oh, e eu sei da verdade, ele no momento não está brigando com a Família Berkley agora?

Os Nobres Piratas… ele atualmente estava em conflito com um grupo considerado como perigoso mesmo entre a aristocracia.

— O que está falando?

— Você realmente acha que ele pode derrotar a Família Berkley? Como alguém afiliada, você provavelmente está em perigo no momento também.

Farta com essa conversa, Rosetta tentou partir enquanto as garotas estouravam em risadas.

— Então vai sair correndo? Como esperado da infame Casa Ducal Cláudia. Já que não tem dignidade, não pode sequer refutar.

Após ter seu orgulho nobre caçoado, Rosetta mordeu seu lábio em frustração.

(Paciência. Pelo bem do Querido eu não posso perder a cabeça aqui.)

Quando Rosetta tentou voltar ao trabalho, uma mulher de cabelos prateados se aproximou dela.

Era a neta de Serena, [Cattleya].

Embora estivesse trajando um estiloso traje de empregada, sua verdadeira posição era a de alguém no comando de um grande número de servos.

Ela também era a educadora de Rosetta enquanto a mesma estava em treinamento.

— Então são vocês três de novo?

— Madame Cattleya.

Quando Rosetta se curvou, Cattleya lançou um olhar crítico às meninas que também tinham causado problemas no dia anterior, as dispersando.

— E aqui estava eu pensando que elas estavam aqui aprendendo a não brandir seus status.

Elas ainda não tinham descartado os hábitos que haviam desenvolvido em suas casas após serem mimadas como princesas enquanto cresciam.

Elas pareciam ter a noção errada de que o poder da Casa de seus pais lhes pertencia.

— Irei tentar impedi-las se ver acontecendo… Mas, Rosetta, isso é algo que você precisa resolver sozinha.

— Hã?

Após ouvir o aviso de Cattleya, Rosetta não pôde deixar de se sentir confusa.

— Tente pensar sobre como lidar com isso por conta própria. Se não puder sequer resolver algo desse nível, apenas dificuldades estarão lhe aguardando no futuro… Além do mais, tente fazer isso como uma empregada.

Contemplando as palavras de Cattleya, Rosetta começou a ponderar sobre como lidar com as garotas.

(… Isso é um teste?)

Havia de fato várias maneiras de silenciá-las.

Usando o poder do Liam, ela poderia resolver essa situação em um instante, enquanto até mesmo se vingando um pouco.

Mas uma solução dessas seria adequada para uma Duquesa?

(Eu não posso usar a força do Querido para isso. Se eu fizesse isso, então não seria diferente delas. Também não faz sentido atacar uma criança que sequer se graduou da escola fundamental.)

Uma colegial se vingando de estudantes ginasiais… mesmo se houvesse uma razão por trás disso, não era uma opção, considerando como isso pareceria ao público.

Se a Rosetta fizesse isso, a reputação de Liam seria danificada.

(Nesse caso, o método que eu escolherei precisa ser tão justo e honrado quanto o Querido é! Preciso fazer isso de um modo em que todos me reconhecerão como uma empregada!)

A positiva Rosetta decidiu dar o seu máximo como uma criada.

◇ ◇ ◇

Propriedade Banfield.

Na mansão onde ambos Liam e Rosetta não estavam, Brian se encontrava solitário.

— Hah~.

O número de suspiros que ele soltava aumentava durante sua folga.

Serena não pôde deixar de ficar surpresa com a condição dele.

— Expressão terrível essa que você está fazendo aí.

— … Este lugar parece vazio agora que a animada Senhorita Rosetta se foi, e o Senhor Liam ainda está fora na academia também. Todo o “fogo” na mansão parece ter desaparecido.

— Mas a quietude é boa ao seu próprio modo. Quando as coisas se agitarem, você vai acabar sentindo falta desses dias, sabe?

Brian estava preocupado com Rosetta.

Ele também estava preocupado com Liam, mas sabia que ele podia superar sozinho qualquer problema que aparecesse.

Mas a Rosetta era diferente.

— Me pergunto se a Senhorita Rosetta está bem?

— Eu deixei ela aos cuidados da minha neta, [Cattleya], então ela deve estar bem.

A neta de Serena, Cattleya, era uma criança talentosa.

Serena sabia que Rosetta ficaria segura com ela de olho.

— Estou preocupado que ela possa ser maltratada pelas outras aprendizes. Garotas passando pelos seus treinamentos algumas vezes vão a extremos.

Como alguém que servira a Casa Banfield por muitos anos, Brian também havia visto as amargas brigas entre mulheres.

Era por isso que ele estava preocupado.

— … Isso também é algo que a Senhorita Rosetta precisa aprender. Também é algo que pode ser considerado parte de seu treinamento.

O palácio era o local de trabalho prévio de Serena.

Ela vira como aquelas garotas brigavam, então sabia que aquelas com intenções maliciosas se aproximariam de Rosetta.

Porém, como uma futura Duquesa, seria problemático se Rosetta fosse esmagada por algo daquele nível.

— Oh, mas se a Cattleya está lá, então posso ter paz de mente.

— Há outras coisas para se preocupar também, todavia. Nosso conflito com a Família Berkley parece ter se acalmado recentemente, mas não posso deixar de sentir que algo terrível está prestes a acontecer.

Mesmo eles estando em uma guerra econômica há apenas pouco tempo antes, a Família Berkley havia ficado em silêncio de repente.

Isso trouxera um estranho senso de pavor ao invés de alívio.

— Talvez tenham desistido?

Quando Brian falou isso, Serena negou com certeza, dizendo que “isso é impossível”.

— Parece que eles estão se preparando para guerra com grande vigor. O Senhor Liam também está aumentando suas forças. Os dois lados estão se preparando para acabar com tudo de uma vez.

— É mesmo?! O Senhor Liam aumentou suas forças antecipadamente porque já tinha previsto esse desenrolar?! Este Brian aqui pensou que ele apenas quisesse expandir suas forças militares por um capricho.

Vendo de lado os sentimentos do Brian sobre Liam, Serena fez uma expressão séria.

— … Não tem como isso ser verdade.

Ela murmurou em resposta baixinho.

(Foi só intuição dele que o fez aumentar suas forças antes da Família Berkley ficar séria? Ou ele já estava esperando que tudo isso acontecesse? … Como sempre, aquele menino é competente a um nível assustador.)

Para Rosetta se tornar uma presença de suporte para tal Liam, Serena não podia deixar de pensar que seria um futuro bastante difícil para ela.

◇ ◇ ◇

Enquanto isso, em outro lugar.

Tia, que havia acabado de se graduar da academia como a melhor da turma, atualmente era uma tenente.

Normalmente, alguém estaria realizando tarefas em vários departamentos durante seu período de treinamento a esse ponto.

Porém, Tia foi especialmente isenta disso e agora estava reorganizando as frotas de patrulha.

Dentro de seu escritório, ela estava ocupada montando uma armada adequada ao Liam.

— A Quarta milésima nongentésima octogésima nona frota de patrulha… eles parecem ter uma diferença no número de naves e pessoal delegados.

De acordo com o documento, cada frota deveria ter cerca de trinta naves.

Mas na realidade, cada uma tinha cerca de dez.

O número de recursos humanos alocados a elas também era mínimo.

— Essas naves já não estão obsoletas? Precisaremos desmantelá-las e reciclá-las… e não parece que o pessoal delas tenha muita habilidade ou motivação também.

A pesquisa preliminar revelou que mais de sessenta por cento dos soldados realmente querem deixar as forças armadas.

Treinamento vocacional precisa ser fornecido, depois do qual eles podem ser transferidos para outro lugar.

Porém, oferecer treinamento vocacional e arranjar novas posições para eles não era grátis.

Fundos eram necessários.

— O exército imperial não está disposto a reorganizá-los, o orçamento que nos deram não está nem perto do bastante.

A ideia por trás disso era que seria melhor apenas preparar uma nova frota ao invés de consertar as obsoletas.

Havia várias razões, mas a principal parecia ser como havia uma forte inclinação em enviar tanto suporte para as linhas de frente quanto possível.

Enviar suporte para as frotas de patrulha com baixa moral, baixa habilidade, e os mais velhos equipamentos ao invés das linhas de frente seria um desperdício considerável.

Primeiro eles precisariam ser afastados.

Depois, a reeducação e retreinamento necessário.

Para Convertê-los em algo útil, uma quantidade enorme de tempo e dinheiro seriam necessários para preparar os cursos que eles precisavam.

Mesmo então, custariam ainda mais recursos para equipar os soldados com novos equipamentos depois.

E se isso não fosse o bastante, quando a Tia finalmente começou a reestruturar a frota sob as ordens do Senhor Liam, a má qualidade dos soldados ultrapassou todas as suas expectativas, lhe dando vertigem.

Mas…

Tia tinha todos os fundos pessoais de Liam à sua disposição.

A quantia disponível ainda teria sobra mesmo se uma frota regular fosse formada.

Tia sorriu.

— Agora eu vejo porque o Senhor Liam me confiou um orçamento tão grande, mas por que ele iria tão longe?

Liam apenas havia dado tudo isso porque queria uma frota para poder relaxar.

Essa era a verdade, mas…

Tia, que venerava Liam, havia interpretado a situação com profundidade demais após considerar a quantia de fundos e a atual situação.

— Se ele iria enviar tudo isso, então seria melhor se usasse diretamente na frota Banfield… não, espera! Entendi! Então é isso que ele está planejando! Como esperado do Senhor Liam!

Se ele investisse no exército imperial, apenas o império se beneficiaria no final.

Por essa razão, normalmente as pessoas investiriam apenas em seu próprio território ao invés.

Porém, Tia pensou “O Senhor Liam deve ter pensado em algo!” e começou a pensar nas coisas desse ponto de vista.

E após ponderar, uma razão justificável apareceu para ela.

— Eu entendo os objetivos do Senhor Liam! Essa é uma estratégia para reduzir as forças futuras da Família Berkley enquanto aumenta sua influência no exército imperial!

Para frotas de patrulha, não era incomum ouvir sobre eles desertando suas posições para se tornarem piratas.

Em outras palavras, eles provavelmente se tornariam as forças futuras da Família Berkley, que eram conhecidos como os Nobres Piratas.

Para reduzir o surgimento de tais pessoas, eles iriam reformá-los em uma frota normal do exército imperial.

E não importa quem negasse, uma frota formada pelo Liam indubitavelmente estaria conectada a ele.

Os militares o teriam em luzes favoráveis por consertar um de seus problemas, e a frota recém organizada se tornaria uma carta-trunfo contra a Família Berkley.

— Mesmo as forças da Casa Banfield têm um limite do quanto podem ser aumentadas, então ele engenhosamente decidiu recrutar o próprio exército imperial para a nossa causa!

Tia estava vendo coisa demais em um simples orçamento.

— Com fundos desse nível, podemos assegurar um número significante de aliados enquanto mantemos a influência militar do Senhor Liam para o futuro! … Não posso desapontá-lo aqui!

A motivação de Tia aumentou ainda mais.

Profundamente impressionada pela visão de futuros eventos de Liam, Tia ficava mais e mais enamorada com Liam.

— Erradicando o lixo conhecido como Nobres Piratas, tudo enquanto expurgando Império de sua corrupção. O Senhor Liam realmente é a encarnação da virtude.

 

Com bochechas vermelhas de excitação, Tia passou um minuto alegremente pensando sobre Liam antes de retornar ao trabalho.


Brian(´ω): É doloroso. O fato de não haver muitas pessoas que realmente entendem o Senhor Liam é doloroso.

Brotinho (゜∀。)Wahaha : — Oh, amanhã o nono capítulo do mangá “O Mundo de Jogos Otome é Duro para Mobs.” Por favor, confiram!

Yumeria|)

Brian(´ω;`): — Ver a planta ser modificada em uma máquina de propaganda desmiolada também é doloroso!


Tradução: Batata Yacon   |   Revisão: Delongas


Ei, se estiverem gostando do projeto e desejarem ajudar um pouco, vocês podem fazer isso acessando o link abaixo, solucionando o Captcha e aguardando dez segundos para ir à nossa página de agradecimentos.

Podem acessar por aqui.

Ou Aqui.


AnteriorPróximo

7 ideias sobre “LoMa – Volume 4 – Capítulo 6

  1. Thiago Morgado

    Realmente, é doloroso ver como poucas pessoas, ou ;na verdade, ninguém é capaz de entender o Liam kkkkk
    E falando no dito cujo. Ele já atingiu o nível onde mesmo as ações mais desleixadas dele se transformam em grandes esquemas devido aos problemas de interpretação

    Curtido por 2 pessoas

    Resposta
    1. Batata Yacon Autor do post

      Eu acho que a esse ponto o Liam que não se entende. Pq ele realmente é competente e uma boa pessoa.

      Curtir

      Resposta
      1. Thiago Morgado

        Penso que é uma mistura de coisas: a competência que ele já demonstrou, o fato dele não ser exagerado como os outros senhores feudas e os maus entendidos que ele tem dele mesmo e que as pessoas tem dele.
        Nesse ponto, se fosse qualquer outra pessoa que dissesse que queria ir para a fronteira, eles diriam que ele esta apenas querendo fugir do trabalho e ficar vadiando, mas não o Liam. Devido as ações que o Liam demonstrou previamente, mesmo quando ele quer fazer algo que seria interpretado como vadiagem, as pessoas julgam que ele quer fazer algo extremamente altruísta, pois ele é o Liam, o nobre mais justo e correto de todos. É como naquela vez em que ele falava sobre os privilégios de ser nobre, se fosse um nobre qualquer, os outros achariam que ele estava se gabando do fato de ser um nobre, mas como era o Liam ele logicamente esta fazendo uma critica ao sistema.

        Curtido por 2 pessoas

        Resposta
        1. Batata Yacon Autor do post

          Quando se para pra pensar, o Liam era uma pessoa tão bondosa que ao ponto que o cachorro ficou seguindo ele como uma espécie de guardião.
          O Liam pode tentar sair do caminho da bondade, mas a bondade não sai dele. O ideal de um Senhor Maligno pra ele é alguém que faz que bem entende, e como ele no fundo é uma boa pessoa, as coisas que ele gosta de fazer acabam sendo boas.

          Curtido por 1 pessoa

          Resposta
  2. Gatts Berserker

    Liam é o Mr. Magoo, ele é cego e não vê a realidade como ela é, pensa que determinadas situações estão ocorrendo quando na verdade são outras. Com isso, ele passa por muitos perigos, que ele nem ao menos conhece, é protegido por várias pessoas (lembram do cachorro do Mr. Magoo que protege ele?) e no fim tudo dá certo, porque ele é uma pessoa boa e protegida pelos céus hehe.

    Curtido por 1 pessoa

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s