LoMa – Volume 3 – Capítulo 5

AnteriorPróximo


Escrito por Mishima Yomu/Wai (三嶋 与夢)
Traduzido Originalmente ao Inglês por Kuroinfinity


A Família Berkley

 

Rosetta estava encurralada.

O ano estava prestes a acabar, mas suas notas eram terríveis.

Suas notas finais estavam muito atrás do resto de seus colegas.

Se considerada apenas entre estudantes do primeiro edifício escolar, eram as mais baixas.

— Mesmo eu trabalhando tão duro…

Ela se esforçara ao ponto em que mal dormia.

Mas mesmo isso não foi o bastante para ela conseguir alcançar.

Enquanto caminhava através dos corredores com uma expressão preenchida de desespero, alguns estudantes que normalmente não se veria no primeiro edifício escolar tinham se aproximado dela.

No centro do grupo de cinco pessoas estava o Barão Berkley — Derrick.

Rosetta imediatamente se virou e tentou escapar, mas ele agarrou seu braço.

— Ora, para onde uma pobretona como você está indo?

Mesmo Rosetta tentando afastar a mão a agarrando, o Braço de Derrick, que parecia não doentio, era inacreditavelmente forte.

Derrick, que havia passado por aprimoramentos físicos muitas vezes, era mais forte que Rosetta, que havia ganhado sua força através de trabalho duro e treinamento.

…… Era assim que este universo funcionava.

— M-me solta!

— Não seja tão fria, Rosettinha de uma pobre Casa Ducal.

A comitiva de Derrick estava rindo.

Enquanto Derrick se virava para olhar para Rosetta, ela pôde sentir seu olhar lambê-la toda.

— Apesar do fato de ter recebido apenas fortalecimento corporal mínimo, seu físico não é surpreendentemente tentador? Certamente, para uma pobre cujo único valor verdadeiro é vender seu corpo, você é perfeita.

Após ser empurrada, o terminal de Rosetta foi solto e seu boletim foi exibido.

Derrick viu o conteúdo… e riu.

— N-não olhe!

Ela tentou recuperar seu dispositivo, mas já estava no agarro de Derrick.

— Que horrível. Você não é qualificada para ser uma aristocrata.

Na tentativa de Rosetta recuperar seu terminal, Derrick riu enquanto a agarrava.

Kya-!

A comitiva havia cercado Rosetta após Derrick a empurrá-la.

— …… Rosetta, sua família não está sempre procurando por genes de nobres de prestígio?

Derrick havia removido seu cinto, e estava olhando para Rosetta enquanto lambia seus lábios.

Rosetta sentiu calafrios lhe subirem à coluna enquanto começava a suar frio.

— O-o que você está falando?

Derrick estava sério.

— Seja grata. Sua casa será capaz de herdar os genes superiores da Família Berkley. Oh, mas não tenha ideias estranhas. A Família Berkley nunca irá reconhecer seu filho como um dos nossos.

Rosetta tentou escapar de Derrick, que havia acabado de falar tal coisa, mas não foi capaz por causa dos subordinados que a cercavam.

— A infame Duquesa deveria ser grata por receber os genes deste Senhor Derrick!

Quando Derrick se estendeu para ela, Rosetta tentou resistir, mas foi facilmente imobilizada.

— N-não, para! Socorro!

Os estudantes e professores passando pelo corredor desviaram os olhos.

Eles não queriam se envolver com Derrick e a família Berkley.

E não havia valor nenhum em ajudar alguém do status de Rosetta.

(…… por que vocês estão me olhando desse jeito? Por quê?!)

Sua boca havia sido coberta para abafar seus berros, então tudo o que Rosetta pôde fazer era ressentir sua própria inutilidade.

Foi então que um dos subordinados foi mandado voando.

— …huh?

Após ver um dos capangas de Derrick voar, Rosetta virou sua cabeça para olhar a direção oposta ao qual ele tinha voado.

Ali estava Liam, que tinha Kurt e Wallace aos seus lados.

— Quem é você? Nunca vi seu rosto por aqui antes.

Wallace empalideceu com o comentário de Liam:

— Liam, esse é o Barão Berkley!

Kurt estava surpreso.

— Esse não é o vencedor do último torneio? Ele não era um estudante do segundo edifício escolar?

Kurt não parecia saber muito sobre a Família Berkley.

Era o mesmo para Liam:

— Então por que ele está aqui? Deixa pra lá, isso não importa. Ei, sai do meu caminho.

Após ouvir isso de Liam, Derrick sentiu o sangue correr para sua cabeça e começou a berrar.

— Seu bastardo, com quem diabos você acha que está usando esse tom de voz?! Eu sou o Barão Berkley!

Derrick foi mandado voando quase imediatamente depois.

Liam encerrou a distância em um instante, enfiando seu punho no rosto dele:

— … E com quem diabos você acha que está usando esse tom voz? Lhe ofereço a mesma pergunta. Eu sou um Conde.

Um dos subordinados de Derrick percebeu a verdade após ouvir esse comentário:

— Um Conde? Você é o Banfield!

Foi então que o resto dos capangas foram mandados voando.

— Não invoque meu nome sem o devido respeito, seus lixos!

Kurt e Wallace estavam gritando ante as ações de Liam:

— Liam, não seja violento!

— GYAAAA!!! Liam, investigue seus oponentes antes de puxar briga!

Os subordinados pegaram o desmaiado Derrick e rapidamente escaparam.

Rosetta observou tudo isso enquanto se sentava no chão em seu uniforme bagunçado.

Liam se aproximou dela e estendeu sua mão:

— Ei, você está bem?

Essa mão estendida — Rosetta estapeou para longe.

— Huh?

Liam havia tentado ajudá-la, mas Rosetta simplesmente o fitou:

— Fique longe de mim. Eu… mesmo neste estado, sou a filha de uma Casa Ducal.

Ela queria agradecê-lo.

Porém, Rosetta não podia falar honestamente porque foi o Liam quem a salvara.

Ela rapidamente se levantou e fugiu.

(… por que eu sou tão estúpida?)

Ela se odiava por não ter poder nenhum.

Ela odiava aqueles em volta que não ajudaram.

E acima de tudo, ela odiava o puro e virtuoso Liam de quem mais tinha inveja.

Ela ficou feliz no começo, mas então percebeu que era a pena de uma pessoa abençoada, e seus sentimentos viraram ódio.

Rosetta odiava sua vida na escola fundamental.

◇ ◇ ◇

Enquanto via a figura de Rosetta fugindo, não pude deixar de pensar:

… Ela é boa.

Eu posso ter sucedido como chefe de uma Casa de Condes, mas ela recusou a abaixar sua cabeça para mim porque vai ser uma duquesa.

Quando ela finalmente desapareceu da minha linha de visão, Wallace me chamou:

— Liam, você sabe quem era aquela, não é?

Virei um sorriso para o ansioso Wallace:

— Oh eu sei. Gostei dela.

Kurt olhou para mim e arregalou seus olhos:

— Liam, seus maus hábitos estão aparecendo de novo.

Wallace pareceu um pouco inquieto após ouvir esse comentário sobre meus maus hábitos.

Mas Kurt não explicou.

… Bem, não havia necessidade nenhuma do Wallace saber.

Wallace era basicamente uma boa pessoa.

Ele não era um vilão como Kurt e eu.

— Não diga isso. É mais como meu passatempo.

Eu queria fazer Rosetta, que tinha bastante orgulho em seu pedigree, se render à mim do fundo do meu coração.

Seria realmente interessante ter uma dama arrogante dessas agir submissa à mim.

Eu gostava de garotas honestas e obedientes, mas às vezes uma mulher rebelde também era boa.

Seja Tia ou Marie, todas haviam se rendido à mim facilmente.

Eu não odiava essa atitude, mas humanos eram criaturas gananciosas que sempre procuravam por estímulo.

De vez em quando, eu queria ver a rendição de uma pessoa orgulhosa.

… O sangue do Senhor Maligno dentro de mim estava rugindo.

Esse era o mau hábito ao qual Kurt tinha se referido antes.

Rosetta, desespere-se com o fato de que atraiu minha atenção.

Eu irei dominá-la completamente.

◇ ◇ ◇

Liam entrou no dormitório estudantil enquanto ria.

Kurt, que assistia tal vista, exalou quando Wallace era a única outra pessoa em volta.

— Liam não mudou nada.

Wallace pareceu preocupado.

— Ei, o Liam vai ficar bem? Eu não quero que meu patrono já desapareça. Ele fez a Família Berkley de inimigos.

— Família?

Wallace ficou ainda mais preocupado.

— Você não sabia?! Eles têm o segundo nome de “Nobres Piratas”. Eles são a escória do Império. Em termos de escala, podem facilmente se equivaler a uma casa Ducal.

Na Família Berkley, sempre que uma criança nasce, eles conquistam um território e fazem essa criança de Barão.

Porém, todos são administrados pelo Barão, o pai de Derrick.

Eles se mantém nos ranques inferiores para reduzir o número de contribuições que são obrigados a oferecer ao Império.

Esse era o resultado de priorizar lucros acima de status.

Por essa razão, a Casa Berkley era chamada de Família Berkley, um coletivo de Barões ligados por parentesco.

Apesar de serem basicamente piratas, eram um grupo inseparável que produzia e supria elixires para o Império.

— … Eles são piratas? É mesmo?

— Eles são perigosos, precisamos nos desculpar imediatamente.

Kurt sacudiu sua cabeça ao comentário de Wallace:

— Isso é impossível. Liam nunca tolerará piratas.

— Mas os oponentes são outra casa nobre!

— Mesmo assim, eles não são nada além de bandidos para o Liam no momento que tocaram os dedos em pirataria. Ele aniquilou a frota da Casa Peetak pela mesma razão.

O queixo de Wallace caiu em surpresa:

— A Casa Peetak… parando para pensar, você me disse que ambos foram treinadas na Casa do ex-Visconde Razel por um tempo. N-não me diga, vocês estavam envolvidos com o incidente que ocorreu lá?!

Os genitais de Peter da Casa Peetak haviam explodido, então sua matrícula na escola fundamental havia sido adiada para sua recuperação.

— M-mas a família Berkley não é uma boa ideia. Liam não pode vencer contra eles. Não é só em força pessoal, eles também têm os piratas do lado deles!

Kurt sacudiu sua cabeça mesmo após ouvir isso:

— Mesmo assim, é impossível mudar a cabeça dele. Liam não tem misericórdia de piratas.

Wallace caiu no chão e enterrou seu rosto nas mãos:

— Minha independência está acabada. Acabada…

Wallace tinha medo da inevitável retaliação da Casa Berkley.

◇ ◇ ◇

Dormitório estudantil do segundo edifício escolar.

Derrick tinha bandagens em seu rosto.

— … Eu vou matar aquele Liam.

Enquanto ele ainda estava zangado por ter levado um soco, ninguém em seus arredores se atreveu a refutar sua declaração de morte.

Mas Derrick prosseguiu dizendo que morte não era o bastante.

— Destruir todo o território dele. Eu vou tomar tudo o que ele ama antes de torturar e depois matá-lo.

Se o guia estivesse ouvindo, ele estaria estasiado.

Mas ele não estava lá.

— Ei, o que você descobriu sobre ele?

— Sim! Bem, isso é tudo o que temos por enquanto.

A informação reunida foi rapidamente projetada no ar.

Com isso, Derrick descobriu que a capital de Liam portava poder militar considerável que não seria facilmente derrotado.

— … mas há planetas pioneiros.

Ele notou que havia planetas pioneiros que ainda estavam sob desenvolvimento.

— Existem apenas cerca de mil naves militares estacionadas lá também.

Derrick sorriu.

Ele não tinha nenhum dentre frontal.

— Envie minha frota pessoal. Contate a casa dos meus mais também. Reúna os piratas. Estaremos usando “aquilo”.Avancem sobre o lar dele e tomem tudo. Vamos espremer tudo o que podemos dele.

Derrick não tinha poder praticamente nenhum dentro de sua família.

Porém, ele ainda tinha uma frota de três mil naves sob seu controle.

Se reunisse outras forças, a quantidade dobraria para seis mil.

Ele pensava que seria fácil queimar tudo se fosse apenas um planeta pioneiro.

— Hahaha, Liam… Farei você se arrepender de ter me enfurecido.

Derrick havia decidido colocar suas mãos no território da Casa Banfield.

◇ ◇ ◇

Um planeta pioneiro da Casa Banfield.

Havia uma comoção ocorrendo na base de defesa ali estacionada.

— Comandante! Há uma frota de seis mil naves se aproximando!

— O quê!?

O comandante delegado à base defensiva ficou surpreso ao ver a frota inimiga projetada no largo monitor.

— Há realmente seis mil naves?

— Sim, não há erros.

O número de unidades de defesa posicionadas ali havia apenas recentemente sido aumentado para mil e duzentas.

Eles estavam perdendo em números, mas…

— … Por acaso são idiotas? Ainda existem piratas por aí dispostos a arrumar briga com a Casa Banfield?

Uma frota piratesca estava invadindo o território de Liam, que era enormemente temido por piratas.

Eles vieram atacar o planeta pioneiro, mas o comandante não estava nem um pouco assustado.

Porque…

— … Se apressem com a evacuação dos não combatentes. A base defensiva irá participar na interceptação como um porta-naves.

O porta-naves extraordinariamente enorme de classe fortaleza, que Liam havia decidido comprar depois de ver as roupas esportivas de Nias, era uma base temporária para a equipe de defesa.

Sua performance era astronomicamente alta.

Condizente ao seu título de classe fortaleza, era um porta-naves construído como uma fortaleza inexpugnável.

Operadores davam instruções com pressa.

O comandante olhava para a frota inimiga em descrença.

— Por que diachos uma frota pirata arrumaria briga conosco com apenas seis mil naves?

A frota da Casa Banfield, com a classe fortaleza como sua almirante, dizimava completamente os inimigos até que os reforços chegaram de sua capital.

Os piratas imploravam por suas vidas, mas seus apelos eram ignorados e foram massacrados.

Enquanto a equipe de defesa caçava os inimigos sozinhos, o inimigo tentara fugir, mas então seus aliados chegaram.

O inimigo que tinha escolhido a hora errada para se retirar não tinha lugar nenhum para escapar.

— Mas o que é que eles estavam tentando fazer?

O comandante da unidade defensiva inclinou sua cabeça em confusão.

A frota que Derrick havia reunido não conseguiu queimar o planeta pioneiro da Casa Banfield.


Brian(´ω・`): — Eu não tenho conseguido entrar em contato com o Senhor Liam ou nenhum de seus amigos recentemente. Este Brian está preocupado.


Tradução: Batata Yacon   |   Revisão: Delongas


Ei, se estiverem gostando do projeto e desejarem ajudar um pouco, vocês podem fazer isso acessando o link abaixo, solucionando o Captcha e aguardando dez segundos para ir à nossa página de agradecimentos.

Podem acessar por aqui.


AnteriorPróximo

4 ideias sobre “LoMa – Volume 3 – Capítulo 5

  1. Thiago Morgado

    First!
    Tomara que o Derrick aprenda uma lição com esse pequeno massacre…quem eu estou tentando enganar?Ele ainda vai apanhar muito por se achar um “nobre pirata” kkkkk
    Batata, eu tenho que descordar de você sobre o potencial da Rosetta.

    Curtido por 1 pessoa

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s