LoMa – Volume 3 – Capítulo 4

AnteriorPróximo


Escrito por Mishima Yomu/Wai (三嶋 与夢)
Traduzido Originalmente ao Inglês por Kuroinfinity


Cachorro Louco Marie

 

Era outono do meu primeiro ano.

Infelizmente, férias longas da escola fundamental duravam apenas meio ano, e estava apenas disponível para aqueles do quarto ano em diante.

Por essa razão, não havia feriados prolongados para calouros.

Entretanto, já que as aulas eram fáceis, eu não estava com problemas.

Na verdade, estávamos apenas assistindo um enorme vídeo holográfico para a aula de hoje.

A imagem tridimensional mostrava figuras humanoides em cavaleiros móveis.

Robôs humanoides em armaduras de estilo ocidental estavam batalhando.

— Eles parecem poderosos, mas seus movimentos são lentos demais.

Os primeiranistas no auditório estavam torcendo, mas eu não achava nada divertido.

Infelizmente, sentado ao meu lado estava o meu primeiro subordinado — Wallace — que havia acabado de perder uma aposta com um veterano e atualmente estava agarrando sua cabeça.

— EU PERDI TUDO!!!

Esse cara era um idiota.

A propósito, eu estive dando uma mesada para ele todo mês.

Era algo inevitável já que eu era patrono dele.

Eu realmente não me importava muito porque era uma quantia pequena, mas eu não estava satisfeito com o uso que ele estava fazendo.

— Você realmente é estúpido, Wallace. Isso aconteceu porque você só aposta nos resultados grandiosos e inesperados.

Kurt estava rindo.

Ele era um cara esperto que almejava vitórias menores, e razoáveis.

— Eu só queria reverter minhas perdas com uma aposta. Se eu ganhasse uma vez sequer, cobriria os prejuízos.

— Então você apostou tudo o que tinha?

— Não fala alto! Ahh… todas as minhas economias se foram…

Meu subordinado direcionou seu olhar na minha direção, mas eu não tinha razão nenhuma para dar mais dinheiro para ele gastar.

Enquanto o ignorava, Kurt falou enquanto a partida seguinte começava:

— Realmente há muitas pessoas participando com seus cavaleiro móvel personalizados.

Começando com o terceiro ano, estudantes tinham permissão de competir em torneios de cavaleiros móveis.

A maioria deles participava com máquinas de treinamento arrendadas das escolas, mas indivíduos particularmente ricos podiam trazer seus cavaleiros móveis personalizados.

Wallace franziu suas sobrancelhas enquanto olhava para os competidores usando suas naves pessoais.

— É pura sujeira esmagar os outros abusando da diferença em performance. Não muitos podem bancar um cavaleiro móvel personalizado, nem mesmo eu tenho um.

Mesmo que ele costumasse ser um Príncipe, aparentemente os únicos cavaleiros móveis que ele havia pilotado foram os modelos de treinamento.

— … Então é possível participar com sua própria máquina personalizada?

Olhando para essas máquinas entediantes, pensei que seria divertido se eu pudesse pisar nesses caras usando o Ávido… Essa era uma ideia que eu acreditava poder fazer essa vida escolar mundana um pouco mais interessante.

◇ ◇ ◇

O torneio havia acabado.

O campeão parecia ser um barão da fronteira chamado Derrick.

Aparentemente, os filhos de uma Casa de Condes também estavam participando, mas parece que ele era um seguidor de meritocracia e ignorou status durante a batalha.

Mas isso era conveniente para mim.

Com uma diferença esmagadora em força, seria bom ver um indivíduo poderoso desses dobrar os joelhos.

Mesmo assim, apesar de ser o vencedor, Derrick não parecia muito forte.

Bem, isso provavelmente era o máximo que se pode obter de uma escola fundamental de qualquer jeito.

Eu ativei meu terminal e iniciei uma chamada que projetava uma imagem no ar.

… A pessoa para quem liguei foi a Nias.

Seus olhos se arregalaram quando ouviu o meu pedido.

— Senhor Liam, está sério?

— Naturalmente. O Ávido estão em manutenção?

— A manutenção terminou e o Ávido foi transportado para o depósito. Entretanto, seu pedido para fortalecê-lo é insensato. Em primeiro lugar, isso é algo extremamente difícil de se realizar. Seria mais fácil simplesmente reconstruir a coisa toda do zero.

— Tanto faz, pode fazer. Eu vou te pagar.

Nias era uma pessoa realmente irritante que chorava para que eu comprasse naves de batalha toda vez que nos víamos, mas ainda recusou meu pedido.

— Essa não é uma questão monetária. Não importa o quanto nos dê, nenhuma atualização mais é possível. Nós precisaríamos de uma quantidade exorbitante de metais raros e materiais para fazer isso.

— Metais raros como oricalco?

Eles eram materiais clássicos em um universo de fantasia.

Entretanto, eram escassos e difíceis de se obter.

Mas mesmo se fosse ineficiente, ainda seria possível coletá-los se eu oferecesse os fundos.

— Oricalco, adamante, mithril… todos esses são necessários. Além disso, uma equipe de elite seria necessária também. Como um investimento de longo prazo, os custos totais seriam maiores do que a compra de uma pequena frota.

Para início de conversa, seria necessário gastar uma quantia exorbitante só para processar os metais raros.

Seria muito mais eficiente comprar uma frota, considerando a quantidade de materiais, dinheiro, e recursos humanos requeridos.

Mas esse era uma paixão masculina mais importante que eficiência.

— Eu tenho o dinheiro, então irei preparar tudo.

— Ainda é um pedido insensato. Para início de conversa, por que você é tão insistente no Ávido? Por que você simplesmente não compra um modelo novo ao invés disso?

— Eu não quero porque gosto do Ávido. As naves dominantes de hoje em dia são frágeis demais e não me sinto seguro usando elas.

Se fosse para comparar meu pedido à minha vida passada, seria como exigir que alguém renovasse um carro clássico para ter a mesma performance que um atual.

Seria como dizer para a pessoa instalar um novo sistema de navegação e converter para um modelo elétrico, tudo enquanto adicionando uma variedade de novas funções — É claro que ridicularizariam um pedido desses.

Se fosse para ser assim, simplesmente comprar um carro novo seria mais fácil.

Mas isso era uma questão de gosto.

Eu não iria me comprometer nisso.

— Irei enviar uma lista, então por favor nos contate quando reunir os materiais necessários e orçamento. E também, você precisa preparar um piloto de testes.

— Um piloto de testes?

— Sim, alguém que tenha habilidades equivalentes às suas — não, alguém que possa pelo menos pilotar o Ávido. Se puder completar todas essas condições, então aceitaremos a responsabilidade pela renovação do Ávido.

Ela estava assumindo uma atitude que dizia, “já que isso é impossível, apenas compre logo um modelo novo”.

Essa garota, ela realmente esqueceu de todas as vezes que a deixei chorando pateticamente?

Mas está tudo bem, se é assim que ela vai agir, então irei levar isso a sério.

— … Você promete, não é?

— É claro! Por favor nos contate quando estiver pronto. Bem, mas eu preferiria se você simplesmente desistisse e comprasse os novos modelos e naves de guerra ao invés.

Desconectei a chamada e imediatamente liguei para casa.

Amagi aparecia na projeção.

Essa visão sozinha me fez sentir que teria um grande dia hoje.

— O que foi, Mestre?

— Amagi, reúna tudo nesta lista que estou lhe enviando assim que possível. Qualquer metal raro que não pudermos reunir pode ser providenciado usando “aquilo”.Quando coletados, envie tudo para o Sétimo Arsenal.

Quando Amagi conferiu a lista, ela me disse que alguns materiais estavam faltando.

Mas todas eram coisas que podíamos obter com dinheiro.

— Está certo disto?

— É claro! Quando eu retornar ao território, posso sempre preparar mais.

— … Se vão apenas renovar o Ávido, então a quantidade de materiais listada aqui é anormal.

— A Nias realmente está tentando me cobrar mais que o devido? Bem, envie de qualquer jeito, para que ela não seja capaz de inventar desculpas. Estou ansioso para ouvir que sobre o tipo de cara que ela vai fazer.

— Entendido.

— E também, envie a Marie para o Sétimo arsenal.

Ela era uma Cavaleira que eu havia salvo durante meu alvoroço no território do Barão Exner.

Fui informado que ela era razoavelmente útil.

— Se refere a [Marie Sera Marian]?”

— Sim, ela já foi liberada do hospital?

◇ ◇ ◇

…… Alguns meses depois.

Nias tremia enquanto se punha diante de uma pilha enorme de materiais entregues ao Sétimo Arsenal.

— … Não pode ser. Ele realmente coletou.

Uma mulher de longos cabelos roxos com uma leve tonalidade prateada estava de pé atrás da massa de materiais raros entregues da Casa Banfield.

Seu uniforme era roxo, mas seus guarda-braços e saltos eram pretos.

Havia um reluzir afiado e forte em seus olhos roxos.

Ela tinha uma pele branca clara, e usava batom de tom roxo fresco.

Seu corpo era esbelto, e ela tinha belos seios.

Penduradas em sua cintura, dois cabos de espada com lâminas extensíveis.

Ela era uma das candidatas a cavaleira de Liam, [Marie Sera Marian].

— Marie Marian, apresentando-se ao serviço como piloto de teste para o renovado Ávido. Mal posso esperar para trabalhar convosco, Capitã de Tecnologia.

— Huh? N-não, isso…

Em frente à confusa Nias, Marie colocou suas mãos nas bochechas e começou a se contorcer timidamente.

— Esta é a primeira missão que o Senhor Liam me delegou a cumprir. Farei tudo para garantir que seja um sucesso.

A alta e bela mulher estava agindo como uma jovem donzela.

(Ou melhor… quem é você?)

Nias havia entrado e saído da mansão do Liam muitas vezes, mas nunca tinha visto uma cavaleira como Marie antes.

Foi então que o artesão atrás de Nias falou.

Ele era um artesão muito velho e forte.

— Marie? Marie Marian? Lembro de ouvir esse nome em algum lugar antes…

Mas ele não conseguia recordar.

Nias não achou que Liam realmente cumpriria suas condições.

E então havia Marie.

Nias se perguntava se ela realmente conseguia controlar o Ávido.

Ela era magra e bonita demais para ser uma cavaleira.

Ao invés de cavaleira, ela parecia ser mais uma modelo ou atriz.

— Ei, você realmente consegue controlar uma nave sem assistência? Não há muitas pessoas em tempos modernos que possam controlar cavaleiros móveis sem assistência automática, sabe?

Marie sorriu quando ouviu isso:

— Na minha época, o cavaleiro que precisasse de funções de assistência automática eram incompetentes. Eu entendo que o Ávido é uma nave difícil de se pilotar, mas não precisa se preocupar. Nunca usei essas funções em primeiro lugar.

Ela estava tão extasiada que suas bochechas coravam enquanto falava “O Senhor Liam está deixando sua máquina pessoal aos meus cuidados… nunca estive tão feliz”.

(Mas que merda de problema essa pessoa tem?)

Nias não conseguia deixar de pensar que havia muitas pessoas estranhas entre os cavaleiros de Liam.

Entretanto, estando de frente aos materiais preparados, a alma de artesã dentro dela foi acesa.

(Mesmo que eu não possa realmente usar esses maravilhosos materiais em luxo, com essa quantidade eu posso brincar com coisas que nunca pude antes, posso obter muitos dados bons aqui…)

Ela percebeu que estava inconscientemente babando, e esfregou sua boca.

— … Vamos começar imediatamente.

Fiel aos seus desejos, Nias começou a fortalecer e renovar o Ávido.

◇ ◇ ◇

A história de Marie se tornando uma das candidatas a cavaleiras do Liam começou com a eliminação dos piratas no território do Barão Exner.

Marie tinha se envolvido com a rebelião no império que havia ocorrido dois milênios atrás e foi petrificada.

Depois disso, ela apenas aguardou.

Passando pelas mãos de muitos donos, seu corpo foi lentamente destruído, então sua consciência viva caíra em desespero enquanto podia apenas aguardar de pouco em pouco enquanto se despedaçava.

Marie, essa é sua punição” ou assim lhe dissera o Imperador.

(Qualquer pessoa serve, apenas me mate logo. Eu não quero ter que decair lentamente assim!)

E então Marie entrou em atual posse de piratas e foi usada como decoração ornamental.

Antes de se tornar uma estátua de pedra, Marie havia criado uma grande reputação.

Marie Sera Marian — ela era uma lendária cavaleira imperial que tolamente se rebelou contra o Imperador.

… Ou assim diziam as estórias, mas na realidade, ela nunca havia se rebelado.

Ela nunca sequer considerou uma coisa dessas.

Entretanto, o Imperador da época era um demônio suspeito, e sua paranoia levou Marie a ser petrificada.

Eles usaram magia para manter sua consciência desperta, e a venderam como uma bela estátua de pedra.

Os piratas haviam perdido, mas seus dias de miséria não tinham fim à vista.

Soldados preencheram o cômodo.

Marie pensou:

(Mais uma vez, meu dono irá mudar. Queria poder ser destruída de uma vez, demolida sem deixar um único grão de pó para trás…)

Mas os soldados começaram a berrar:

— Ei, por aqui!

— São só algumas estátuas de pedra.

— … espera, sério? E-essa sala realmente está cheia até as bordas com estátuas!

O pirata que era dono de Marie era um homem que gostava de estátuas de pedra criadas da petrificação de pessoas de verdade.

Ele era um homem com o horrível passatempo de petrificar belas pessoas, armazenando-as todas na sala onde Marie estava atualmente sendo usada como decoração.

Os soldados chamaram mais pessoas e as estátuas foram carregadas cuidadosamente.

Foi então que conheceu Liam.

— Todas essas estátuas eram originalmente humanas?

Ele estava falando com um médico na frente dela.

— Sim. Seja por drogas, magia, maldições, ou um dos vários outros métodos, foram definitivamente petrificadas.

O médico se virou para Marie.

— O tratamento requer um elixir.

Elixir, se não usassem o remédio mágico universal, seria impossível curá-la.

Em outras palavras, ele estava basicamente dizendo que seria impossível salvá-la.

Tanto no passado quanto no presente, elixires eram uma comodidade rara.

(Já que é impossível, apenas acabe logo com isso.)

O desejo de Marie foi despedaçado por Liam.

— Entendido, envie elas de volta para o meu território e as trate.

Então Liam partiu.

Marie não conseguia entender o que ele estava dizendo.

Porém, um curto tempo depois, sua petrificação foi dissolvida, e tratamento regenerativo para restaurar seus membros que tinham sido destruídos foi realizado.

E após alguns anos de reabilitação, ela estava completamente curada — Marie jurou dali em diante que se tornaria uma das cavaleiras de Liam.

◇ ◇ ◇

A capital imperial.

Tia, que estava atualmente trabalhando como uma oficial, estava revisando os dados de Marie dos registros do palácio.

Apesar de ser um documento ultra secreto, ela havia o obtido a fim de confirmar a identidade de Marie.

— Marie Sera Marian — uma cavaleira imperial de quase dois milênios atrás.

Os registros de Marie foram apagados.

Porém, ainda havia um pouco de informação que permanecera nos documentos mais antigos.

Marie, que fora petrificada por causa da paranoia do Imperador, na realidade era uma das melhores cavaleiras no Império na época.

Suas conquistas eram tremendas, eventualmente conquistando-lhe o título de uma dos lendários três cavaleiros, que na época contribuíram enormemente para o império.

Parecia que ela era muito capaz.

Mas as sobrancelhas de Tia começaram a se franzir mais, quanto mais ela lia.

— Uma relíquia do passado tentando se aconchegar no Senhor Liam…

Marie, que estava planejando se tornar cavaleira de Liam, imediatamente recebeu trabalho dele por conta de sua habilidade original.

Seu primeiro trabalho era ser piloto de testes para o Ávido, a máquina pessoal de Liam.

Para Tia, Marie era sua inimiga.

E Marie sentia o mesmo sobre ela.

A razão sendo que Marie também estava almejando se tornar a cavaleira chefe de Liam.

— … Tudo bem. Vou garantir que ela saiba quem realmente é adequada para a posição de cavaleira chefe do Senhor Liam.

Tia fechou o arquivo de Marie.


Brian(´ω・`): Essa atmosfera tensa é dolorosa. Este Brian aqui quer que as cavaleiras se deem melhor.


Tradução: Batata Yacon   |   Revisão: Delongas


Ei, se estiverem gostando do projeto e desejarem ajudar um pouco, vocês podem fazer isso acessando o link abaixo, solucionando o Captcha e aguardando dez segundos para ir à nossa página de agradecimentos.

Podem acessar por aqui.


AnteriorPróximo

6 ideias sobre “LoMa – Volume 3 – Capítulo 4

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s