LoMa – Volume 2 – Capítulo 5

AnteriorPróximo


Escrito por Mishima Yomu/Wai (三嶋 与夢)
Traduzido Originalmente ao Inglês por Kuroinfinity


Palavras do Mestre

 

Território do Visconde Razel!

Yasushi atualmente estava lá.

O mestre de espada de Liam tinha vindo aqui após ouvir que estavam contratando pessoas para trabalhar nas minas.

Ele era o fundador do grandioso estilo de espada do Lampejo-Único, mas não era lá grandes coisas.

— Maldição. O que vocês querem dizer com não poderem me contratar por eu não ter a licença para lidar com maquinário pesado? Eu montei em cavaleiros móveis antes, mesmo tendo apenas entrado neles.

Ele originalmente era apenas um artista de rua, mas após seu amigo lhe pedir um favor, tornou-se o professor de Liam.

Logo depois, seus discípulo rapidamente cresceu ao nível de um espadachim de primeira classe.

Yasushi também não entendia como.

No final, temendo que Liam descobriria a verdade e o mataria, Yasushi tinha fugido para tão longe quanto pôde.

O que eventualmente o levou para sua atual situação de vagar enquanto falido.

Ele agora deleixadamente procurava por um emprego estável.

— Mesmo se eu mostrar minha performance, ninguém se interessa e me contrata…

De modo vacilante, ele caminhava pelo distrito do entretenimento.

Ele não tinha dinheiro o bastante para continuar bebendo.

E mesmo assim, ainda se encontrava caminhando por lá.

Ele já tinha vendido sua espada, então não tinha nada mais de valor monetário.

— Qualquer um serve, alguém pode me dar algum álcool~?

Enquanto cambaleava, seu ombro colidiu com um dos valentões que caminhavam ao seu la.

— Que merda, olha por onde está andando!

— Isso dói! Oh, a dor!

— Você está bem?!… Você machucou meu irmãozinho, não ache que pode escapar livremente!

Ele acabou se envolvendo com algumas pessoas ruins.

As pessoas em volta pareciam estar dizendo “Uau, de novo?”, e friamente continuaram cuidando dos seus próprios problemas para não acabarem envolvidas.

Yasushi estava cercado por três pessoas sem chances de escapar.

— Mas eu só esbarrei de leve em você!

Ele tentou resistir, mas não havia chance nenhuma enquanto em desvantagem numérica.

— Isso é tudo o que você tem a dizer?! Acho que isso significa que você também é cego!

— A gente devia levar ele pra um dos médicos podres e vender os órgãos dele.

— Parece ótimo!

Não havia sentido nenhum em conversar.

Yasushi rezava aos céus por um milagre.

(Alguém por favor me ajude!)

Quase imediatamente depois, os arredores começaram a entrar em comoção.

Os três valentões ignoraram todavia, e continuaram a falar com Yasushi.

— Nós vamos te dar uma surra enquanto todo mundo…

Mas…

— Enquanto todo mundo… o quê? Não para aí, termina sua frase.

Enquanto Yasushi virava seu olhar para trás dos três valentões, ele repentinamente ouviu uma voz familiar.

Ele estava mais alto que da última vez que o vira.

Entretanto, era a pessoa que ele absolutamente não queria encontrar.

(Oh deus, ele não. Qualquer um menos ele!)

Olhando para trás dos três valentões, lá estava Liam de pé.

Ele segurava uma arma em sua mão direita.

Era uma lâmina laser, feita para ser conveniente de se carregar.

Vendo Liam assim, os três começaram a levar suas mãos às suas pistolas.

— Você é só um pirralho! Quem diabos você acha que é para usar esse tom co…

A cabeça do homem que falou foi cortada.

Testemunhando tal vista, Yasushi sentiu suas costas congelarem.

(E-esse cara… ele reproduziu meu truque como uma técnica de verdade.)

Ele sentia que a técnica estava ainda mais forte do que da última vez que ele vira.

Yasushi não pôde sequer ver o que tinha acontecido, mas entendeu que Liam havia ficado inimaginavelmente forte.

…… Todos os seus instintos berravam que ele nunca deveria enfrentar tal pessoa.

Ele tinha que fugir, mas sua posição atual era bem na frente de Liam.

(Ahh… é o fim.)

Yasushi sentiu que sua vida estava acabada, e isso se tornou medo de assistir o que estava prestes a ocorrer.

Os valentões tinham rostos que diziam que nem mesmo sabiam o que tinha acabado de acontecer.

Enquanto Liam se aproximava com sua arma em mãos, os dois repentinamente explodiram como balões de água sangrentos. 

As pessoas em volta estavam congeladas em choque, incapazes de compreender o que tinha acabado de acontecer.

Enquanto o cheiro de sangue permeava o ar… Liam.

— Fique fora do meu caminho. Ei velhote, você está envolvido com os…

Liam não sabia que era Yasushi.

Mas após ver seu rosto, ele imediatamente genuflectiu no chão e abaixou sua cabeça.

— M-mestre! P-por favor perdoe meu comportamento rude!

Vendo Liam que havia apressadamente abaixado sua cabeça, Yasushi estava em seu limite.

Em completo contraste com a imagem que exibia antes, ele começou falar com Liam com uma atitude condigna.

— Você parece estar indo bem.

— Uh, sim. H-hm… o que está fazendo aqui?

Que resposta seria apropriada?

O pior dos casos seria contar a Liam sua atual situação.

Isso era algo que ele absolutamente precisava evitar.

— Viajando… Sim, estou viajando.

— Esteve viajando? Oh, mas está em um lugar desses sem uma espada? Eu sei que não há necessidade de me preocupar convosco, mas Mestre, não seria melhor carregar uma arma?

Yasushi pensou:

(“Eu vendi porque não tinha dinheiro nenhum!” — Como se eu pudesse dizer isso!)

— Decidi viajar com apenas as roupas em meu corpo, sem uma arma.

— Por quê?

(Por quê?! Não há razão nenhuma porquê)

— … Estou procurando por um novo discípulo.

Dando uma olhada em Liam, ele falou a primeira coisa que pensou.

Liam sorriu:

— Se é esse o caso, então prepararei um salão de treinamento no meu território imediatamente. Você será capaz de se concentrar em nutrir as gerações futuras, e eu ficarei feliz sabendo que fui capaz de cumprir os desejos do meu mestre.

— Não, isso não serve.

— Huh?

O rosto de Liam parecia dizer “Por que não?”

(AHHHHHH!!! Minha cabeça está dando voltas aqui para pensar em uma boa desculpa!)

Yasushi decidiu simplesmente improvisar e disse sua razão para Liam:

— É verdade que estou procurando por um discípulo, mas não estou procurando por qualquer um. Estou procurando por um discípulo que possa completar o estilo do Lampejo-Único.

— Completá-lo? Não, o Lampejo-Único já não estava completo?

— Errado!

Enquanto negava com força, a mente de Yasushi corria.

Liam, que havia recebido o berro de Yasushi, fechou sua boca e ansiosamente aguardou por suas palavras seguintes.

— Não há fim no caminho das artes marciais.

— … Mestre, eu sinto muito. Eu estava sendo estúpido, mas não poderia encontrar um discípulo no meu território?

— Estou procurando que possa completar o verdadeiro estilo do Lampejo-Único. Liam, você é uma dessas possibilidades, mas isso não é o bastante. Estou procurando por pelo menos mais dois discípulos como você.

(Mas que merda eu tô falando?! Ele estava me perguntando sobre o porquê de eu não poder ficar em seu território. Isso é mau. Eu preciso continuar!)

O cérebro de Yasushi estava girando:

— … Liam, o estilo do Lampejo-Único que eu uso e o que você usa são diferentes. Novas possibilidades não serão encontradas em lugares próximos.

— E-entendo… mas mesmo assim, Mestre, por que você não me falou sobre isso?

— Isso não é problema só meu. Liam, no momento em que recebeu sua licença, você recebeu a obrigação de conectar o estilo do Lampejo-Único dentro de si com a próxima geração. Ou está me dizendo que nunca pretendeu receber discípulos em primeiro lugar?

O olhar de Liam começou a dançar.

Parecia que ele nunca tinha pensado sobre receber discípulos.

(Ah, entendi! Se eu disse que ele precisa encontrar discípulos, ele irá focar toda a sua atenção neles ao invés de mim!)

— Liam, tente ter pelo menos três discípulos. Nem todos a quem você confiar sua espada tornar-se-ão necessariamente espadachins, mas quero que transmita o Lampejo-Único para mais pessoas. Você já está bem como está. Nos meus olhos, você já é um esplêndido mestre da espada.

— Mestre, perdoe-me… eu estava errado.

Mesmo Yasushi pensando apenas em si mesmo, Liam ainda parecia bastante impressionado.

(Isso é tudo uma mentira, mas parece que está funcionando. Eu quero fugir, mas não posso deixar este planeta porque não tenho dinheiro nenhum. Merda, como posso conseguir os fundos agora?!)

Foi então que Liam começou a falar.

— Tendo dito isso, não posso simplesmente ignorar a atual aparência do Mestre como seu discípulo. É apenas uma pequena quantia, irei dar algum dinheiro para suas viagens.

— É mesmo? Fico grato.

(Consegui! Com isso eu posso escapar!)

Liam começou a transferir dinheiro digitalmente para o terminal de Yasushi.

Vendo a quantia, os olhos de Yasushi ficaram injetados.

(Eh?! Que merda de quantia é essa?! O número de zeros é incrível!)

Após ter recebido uma quantia incrível de dinheiro, Yasushi desesperadamente tentou seu máximo para esconder sua agitação interna.

Tudo enquanto pensava sobre como iria deixar este território imediatamente.

◇ ◇ ◇

Me despedi do mestre enquanto contemplava meus novos objetivos.

— Três discípulos… acho que preciso aceitar alguns também. Tendo dito isso, não é como se qualquer um fosse servir…

Eu tenho que trabalhar duro para espalhar o nome do Lampejo-Único.

Em primeiro lugar, devo abrir um salão de treinamento no meu território?

Entretanto, não há ninguém capaz de ensinar o Lampejo-Único por lá.

Como eu era o único ensinado, não tinha ninguém que podia contratar como seu instrutor.

Havia apenas instrutores das maiores disciplinas de esgrima disponíveis.

— Como imaginado, não é bom só estar pensando em mim mesmo. As palavras do Mestre certamente carregam muito peso. Certamente preciso aprender com o exemplo dele.

Mesmo estando cercado por valentões enquanto desarmado, ele havia assumido uma atitude que dizia que nem mesmo se importava.

Não é assim que uma pessoa de força verdadeira deve agir?

Eu estava almejando me tornar um Senhor Maligno, mas ainda queria seguir o mesmo caminho que o Mestre.

— Sobre o que você está murmurando sozinho?

O cavaleiro instrutor tinha vindo pegar a mim, que tinha tentado escapar da prisão conhecida como Casa viscondada.

Parece que era impossível sair para me divertir na cidade.

— Você veio aqui para treinar, então por que exatamente está correndo por aí e arrumando problema.

— Desculpa.

Quando deixei a mansão com meus veteranos para me divertir no distrito do entretenimento — acabei me perdendo.

Então valentões apareceram de repente na minha frente enquanto eu estava de mal-humor.

Eu odiava pessoas como eles.

Eles era o tipo de pessoa que acabavam se tornando coletores de dívida.

Em dramas e filmes, eles seriam secretamente bondosos, mas a realidade não era nenhum pouco assim.

— Bem, posso entender os seus sentimentos.

O cavaleiro olhou para mim e sorriu:

— Quando dei uma olhada neles, pareciam ter uma reputação bastante infame. Realmente me faz perguntar como que ainda não tinham sido presos.

Parece que eles na verdade eram caras bem maus.

Bem, acho que não importa mais.

Eu me intrometi desnecessariamente em algo que não deveria.

Afinal de contas, o Mestre estava lá. Talvez ninguém tivesse morrido se eu não tivesse me intrometido.

— Até o Senhor Randolph precisa de folgas, então está tudo bem soltar um pouco de pressão de vez em quando.

— Farei isso.

Enquanto eu pensava sobre os vários métodos de receber discípulos, me senti estranhamente feliz.

◇ ◇ ◇

O território Razel na realidade era a base principal para um grupo de piratas.

Eles estavam zangados por três de seus companheiros terem sido recentemente mortos.

… Os três companheiros que Liam havia acabado de matar.

— Chefe, a gente não vai ficar calado sobre isso, vai?!

— … cê é estúpido mesmo, não é? É claro que não vamos, e vamos esmagar completamente o ofensor.

O grupo pirata era o maior no território da Casa Razel.

— Aparentemente a outra parte é um nobre. Uma criança que veio para a Casa Razel para treinar.

— O que eu mais temo é a falta de informação. É claro, seria fácil apenas matá-lo, mas tem algum jeito de conseguirmos o histórico dele?

Um dos subordinados levantou sua mão:

— Recentemente, tem um VIP frequentando nosso cassino. Ele é o herdeiro da Casa de Condes Peetak, mas tem uma dívida considerável conosco. Podemos ser capazes de usá-lo.

— É, parece bom pra mim. Bebidas, mulheres, dinheiro… use qualquer coisa para coletar informação sobre o idiota que mexeu com a gente. Nós sempre conseguimos nossa vingança.

Primeiro, eles precisavam coletar informação sobre seus oponentes como uma precaução.

— A gente vai fazer aquele pirralho nobre se arrepender de se envolver conosco.

Os piratas riram e sorriram enquanto juravam vingança contra Liam.

◇ ◇ ◇

O território do Visconde Razel.

Era um lugar onde ele normalmente não visitava, mas Thomas tinha chegado lá para conduzir negócios.

— O nome do Senhor Liam não parece ter efeito nenhum nos piratas daqui…

No território governado por Liam e seus arredores, piratas raramente apareciam.

Entretanto, as coisas pareciam ser diferentes no território da Casa Razel.

Um de seus subordinados ofereceu um relatório:

— Fomos capazes de passar pagando a taxa, mas o tempo disso tudo não é suspeito? Será que eles realmente têm uma conexão com o visconde?

Thomas também sentia isso:

— Eu sei, mas não podemos realmente pedir ao Senhor Liam para preparar guarda-costas desta vez. Se considerar nossas finanças, ficaremos no vermelho com os custos de escolta.

Seria bom se eles pudessem vê-lo no espaçoporto da Casa Razel, mas estavam em um cronograma e tinham que partir assim que os negócios estivessem encerrados.

— Eu queria dizer oi para o Senhor Liam, mas parece que será impossível no momento.

O subordinado soltou um suspiro:

— Mesmo quando terminarmos os negócios, mal estaremos no verde. Eu realmente não gosto de lugares assim, que parecem ter fortes conexões com piratas.

Os piratas exigiam taxas que mudavam de acordo com o quanto o mercador parecesse ser bem sucedido.

Havia quantias que mal eram toleráveis.

— Ouvi que o visconde era um Senhor bastante respeitável, mas isso é verdade?

Thomas estava preocupado que Liam seria corrompido com os caminhos da Casa Razel.


 

Brian(´ω;`): — Senhor Liam, s-será que você confia mais no Yasushi do que neste Brian aqui? … isso dói.


Tradução: Batata Yacon   |   Revisão: Delongas


Ei, se estiverem gostando do projeto e desejarem ajudar um pouco, vocês podem fazer isso acessando o link abaixo, solucionando o Captcha e aguardando dez segundos para ir à nossa página de agradecimentos.

Podem acessar por aqui.


AnteriorPróximo

5 ideias sobre “LoMa – Volume 2 – Capítulo 5

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s