LoMa – Volume 2 – Capítulo 12

AnteriorPróximo


Escrito por Mishima Yomu/Wai (三嶋 与夢)
Traduzido Originalmente ao Inglês por Kuroinfinity


O Peixe que escapou

 

Randolph lia o relatório que tinha recebido enquanto tremia.

O conteúdo escrito no mesmo era o total oposto da investigação inicial

— Então… os dados das Casas Peetak e Banfield foram trocados.

Com exceção dos nomes e rostos de Liam e Peter, tudo escrito em seus relatórios tinha sido trocado.

Era inacreditável.

Uma coisa dessas era impossível.

Como podia um erro desses ocorrer?

Ele ponderou isso por um tempo antes de sacudir sua cabeça:

— Eu preciso notificar imediatamente os piratas sobre o cancelamento do plano.

Já estava por volta da hora da batalha começar.

Se fosse tarde demais, então ele teria que imediatamente cortar todos os laços com os piratas, enquanto enviava a frota da casa Razel em auxílio em esperanças de vender um favor.

Foi isso o que ele decidiu, porém logo depois…

— Senhor Randolph!

Uma chamada veio de seus subordinados em pânico, dizendo que os piratas tinham sofrido uma derrota esmagadora.

A Casa Peetak tinha perdido a maior parte de sua frota também, e agora estavam buscando refúgio em sua casa viscondada.

— I-isso não é bom! Mande-os embora imediatamente!

— O problema é, a casa Peetak atualmente está conectada a nós por casamento, não podemos recusá-los por conta de nossa aliança militar.

Eles tinham assinado um número de tratados ao mesmo tempo que o noivado, mas isso parecia ter saído pela culatra para eles.

Randolph começou a agarrar sua cabeça.

— Não pode ser. Uma coisa dessas não…

Foi então que outra chamada conectou, dessa vez de sua filha Katerina.

— Pai!

A princípio ele tinha pensado que não tinha tempo para lidar com ela, mas suas pernas começaram a tremer ao ouvir seu relatório.

— Estou no território da Casa Peetak no momento, mas algo está errado! É completamente diferente do relatório, este lugar não foi sequer remotamente desenvolvido! Além disso, cobradores de dívidas estão em moção para que paguemos a dívida da Casa Peetak. Os pais do Peter aparentemente estão na capital imperial, mas quando tentei ligar para eles para perguntá-los sobre isso, eles apenas deram respostas horríveis!

“Deixaremos nossas enormes dívidas em suas mãos.”

A resposta da casa Peetak tinha sido ruim, mas para forçar uma casa viscondada a cuidar da dívida de um conde era simplesmente cruel.

Seria difícil até mesmo para a Casa Razel, que possuía uma boa renda.

— E-e também…

— Ainda tem mais?!

Randolph, que não queria ouvir mais, disse a Katerina para continuar:

— O Peter… tem uma DST.

Após ouvir tal coisa, tudo escureceu diante dos olhos de Randolph.

◇ ◇ ◇

Três meses tinham se passado desde que deixei a Casa Razel, e agora finalmente tinha retornado para casa.

Esses três meses foram gastos caçando piratas no território do Barão Exner.

O território do Barão era incrível.

Se podia realmente dizer que era o tipo de terra que havia sido espremida até a última gota.

Não estava tão ruim quanto o território Banfield governado pelos meus predecessores, mas a terra realmente emanava a sensação de ser governada por alguém que era fiel aos básicos de ser um Senhor Maligno.

Enquanto estive aos cuidados deles, pude aproveitar brincar com o Kurt enquanto minha frota ativamente caçava os piratas.

Aparentemente, o Barão Exner tinha uma filha, e ele me disse que eu deveria cuidar dela quando ela chegasse a uma certa idade.

Em outras palavras, ele havia me aceitado como um Senhor Maligno amigo.

Mas ela não era madura o bastante ainda, então levaria um tempo até poder vir até minha casa para o treino nupcial.

…… Bem, isso tinha sido tudo.

— É bom finalmente conhecê-lo, Senhor Liam.

Uma idosa com costas eretas me cumprimentou.

— Você é a nova governanta?

Assim que retornei ao território, ela se deu ao trabalho de me receber como uma forma de cortesia.

Quando me ajudou a trocar as roupas, não mostrou qualquer desconforto.

Aparentemente, ela era uma recém-contratada que estaria encarregada de ensinar modos e etiqueta, ela era realmente barulhenta e irritante de se escutar.

— Precisa de alguma coisa de mim?

— Gostaria de perguntar algumas coisas sobre o lugar para onde foi em treinamento. Da perspectiva do Senhor Liam, que tipo de lugar era a casa do Visconde Razel?

Bem, não deve ter problemas falar honestamente com a governanta com quem eu estaria aos cuidados.

— Não são nada de especial. Bem, eu acho que é um bom lugar para se aprender coisas, mais ou menos.

Sérios e justos… eram uma casa completamente oposta à minha.

Havia muitas coisas boas sobre eles, mas eram incompatíveis comigo ao se olhar o todo.

Não, seria impossível me dar bem.

Éramos completamente incompatíveis.

O Barão Exner, por outro lado?

Ele era o Senhor Maligno ideal.

A casa que ele chefiava era uma com a qual eu definitivamente queria criar uma conexão.

— … foi duro, não foi?

A governanta tinha uma face surpresa.

— Bem, não iremos nos associar mais com eles, então tanto faz.

— Não está considerando vingança?

…… Vingança? Oh, como resposta ao tratamento que sofri?

Bem, eu estava zangado, mas se não fosse por pessoas sérias como ele, então o império provavelmente desmoronaria.

— Sinceramente, prefiro simplesmente evitar me envolver com eles de agora em diante.

Ela parecia estar murmurando algo, mas eu não pude escutá-la.

◇ ◇ ◇

A governanta contactou o primeiro ministro após retornar aos seus aposentos.

Em um império onde tecnologia antienvelhecimento tinha sido avançada enormemente, era muito raro ver pessoas como a governanta e o primeiro ministro, duas pessoas que escolhiam parecer velhos.

— Já faz um longo tempo, primeiro ministro.

— Estive aguardando pelo seu relatório. Então, que tipo de pessoa é o menino Banfield aos seus olhos?

A governanta, que originalmente trabalhava para o palácio imperial, tinha um relacionamento muito próximo com o primeiro ministro.

Era um relacionamento nascido por se conhecerem desde jovens.

— Ele é o perfeito exemplo de um nobre imperial ideal.

— É mesmo?

Pelo ponto de vista do primeiro ministro, ele era uma boa criança que fez seu melhor para salvar seu território endividado.

A governanta tinha a mesma opinião, mas não diria em voz alta.

— Ele é de um caráter raro neste mundo. Era quase como se estivesse olhando para você mais jovem.

Aparentemente, ele era exatamente como primeiro ministro que havia escalado os ranques no palácio durante sua juventude. Quando ela falou isso, o ministro começou a sorrir.

— Entendo, então ele teve sorte?

Algumas vezes, havia pessoas nascidas com sorte incrível.

Eram existências que viviam como se tivessem sido escolhidas por algo… conforme a população crescia repentinamente, era natural que várias pessoas assim aparecessem na mesma era.

— Não foi apenas sorte. Ele é bastante maduro para a idade. Talvez a Casa do Visconde Razel realmente tivesse um bom professor em seu meio, porque parece que não será necessário nenhum retreinamento.

— Hmm… tem havido muitos rumores ruins sobre aquela casa ultimamente. Ouviu sobre como o conde foi atacado por piratas perto do território deles?

— Eles acabaram tendo que lidar com uma armada de piratas normais, e a frota da casa Peetak que clamavam ser piratas.

— Ele é bastante corajoso apesar da idade.

Conhecendo os Peetaks, o primeiro ministro facilmente entendeu a situação e que eles tinham sido derrotados em seu próprio jogo de pirataria.

— Você vai fazer alguma coisa a respeito disso?

— Um jovem nobre tolo que não sabe a dureza da realidade precisa ser disciplinado. Para tal fim, o império iniciará uma investigação completa da situação.

Foi decidido que a incursão pirata e outras coisas suspeitas sobre essa situação seriam seriamente investigadas.

— Mesmo assim, o visconde por acaso é um idiota? Mas que infernos ele estava pensando quando escolheu apoiar a Casa Peetak em detrimento da Casa Banfield.

O casamento entre as Casas Razel e Peetak.

O primeiro ministro conseguia apenas inclinar sua cabeça em confusão diante de tal.

Não importava como ele pensasse a respeito, os Peetak definitivamente eram a escolha errada para uma parceria.

Já que eles estavam praticamente se aleijando, ele decidiu que seria a hora mais oportuna para iniciar uma investigação.

O primeiro ministro disse à governanta: 

— Fique de olho nele por um tempo. Ele provavelmente se tornará um dos pilares que suportarão o futuro do império.

— Oh? Você realmente tem altas expectativas dele.

— Só porque existem tolos em todos os outros lugares. Falando nisso, ouvi uma história interessante recentemente. Por que não a transmite para o seu mestre atual?

Quando a chamada terminou, a governanta decidiu transmitir para Liam a informação que tinha escutado do primeiro ministro.

◇ ◇ ◇

— Senhor Liam! Este Brian aqui estava tão preocupado que não pude dormir à noite!

— Não, você é velho então precisa dormir o bastante.

Quando retornei à mansão, Brian começou a chorar como sempre.

Me virei para Amagi:

— Ele está mentindo. O sono dele foi reduzido, mas não ao ponto de atrapalhar sua saúde.

…… Esse cara, ele realmente ficou preocupado comigo em algum momento?

Brian me perguntou:

— A-a propósito, Senhor Liam… ouvi que você fez muitas coisas no visconde, foi capaz de colher muitos frutos em seu treinamento?

Houve alguns, mas não muitos.

— Bem, fiz um amigo, isso conta?

— Oh! O Senhor Liam fez um amigo! Este Brian está extático! Convidou para visitar?

Por que ele estava tão feliz sobre eu fazer amigos?

Até eu tinha alguns ami… espera um pouco.

Agora que paro para pensar a respeito, não tenho.

Senhores Malignos geralmente não têm, não é?

Embora… acho que isso deve ser errado, já que sei que alguns vilões criam grupos.

Grandes vilões sempre têm um bando de capangas que o seguem.

— Mestre, a respeito de nossas políticas futuras…

Por ter sido questionado pela Amagi, decidi que agora era a hora de anunciar as mudanças que estive pensando já há a algum tempo.

— Antes de qualquer coisa assim, gostaria de criar um distrito do entretenimento.

Amagi suspirou um “É mesmo?”

Eu estava entusiasmado apesar de sua reação fraca.

— Criar um lugar para aliviar estresse é importante, mas DSTs e coisas semelhantes são péssimas. São perigosas demais. Vamos preparar um ambiente seguro para diversão que é completamente controlado. Usaremos meus fundos pessoais.

O orçamento deste ano já está finalizado, então temos que usar meus fundos pessoais.

…… Era o bastante? Recentemente, não consigo deixar de sentir que meu senso monetário ficou estranho.

— Entendido, mas antes disso… posso perguntar por que comprou mais naves bélicas? Além disso, por que uma nave da classe fortaleza, algo que no momento é mais do que podemos lidar.

Desviei meus olhos da Amagi.

— Você sabe sobre nossos planos militares, não é?

Quando fiquei em silêncio, Amagi começou a me dar uma bronca:

— Não podemos preparar a tripulação no momento, teremos que treiná-los do zero. Você entende quanto vai custar a manutenção?

— … é porque eu queria.

Eu não podia dizer que comprei porque fiquei excitado com as roupas esportivas da Nias.

— Você precisa ter cuidado. Graças a isso, estivemos recebendo pedidos de compra dos outros arsenais para naves de nível igual. O exército imperial entrou em contato conosco em esperanças de que compremos seus modelos antigos.

Os arsenais estavam nos pressionando a comprar seus produtos.

Enquanto as forças armadas tinham nos contactado esperando que comprássemos seus bens sobressalentes dos quais não tinham mais necessidade.

“Já que você pode pagar por uma da classe fortaleza, você tem muitos fundos, não é?” parece ser a premissa com a qual estão se aproximando de nós.

Mas se recusarmos os dois, vários problemas podem surgir no futuro.

— Nesse caso, vamos comprar algumas e distribuir. Vamos dar algumas para o Barão Exner.

— Nada de bom virá de dar coisas de graça.

Brian me jogou uma boia salva vidas enquanto Amagi ainda estava me dando uma bronca.

— Oh, então porque não as alugamos aos Senhores vizinhos? Ao oferecê-los alguma força para que se defendam sozinhos, o atual fardo que temos será reduzido levemente.

Atualmente, era nossa Casa Banfield que mantinha a segurança na área local.

Entendo, é um bom plano.

Podemos até ganhar taxas de aluguel enquanto isso.

— Certo, então vamos entrar em contato com o exército então. Os modelos antigos que comprarmos deles serão arrendados aos Senhores vizinhos, enquanto os novos serão usados aqui em casa. Problema resolvido.

Amagi franziu:

— Isso não resolve nosso problema inicial de não saber o que fazer com a de classe-fortaleza.

Enquanto conversávamos, a governanta se aproximou de mim.

— Senhor Liam, tenho um relatório.

◇ ◇ ◇

…… O mini Peter do Peter tinha explodido.

Eu comecei a rir como um louco após ouvir as notícias.

A governanta me informou que a Casa Peetak atualmente estava em caos.

Entretanto, a história de Peter… a causa de tudo isso, era mais interessante que o assunto principal do relatório em si.

Ele brincou demais e adquiriu uma DST.

— Você não deveria rir, é desrespeitoso.

Eu atualmente estava aproveitando o travesseiro de colo da Amagi no meu quarto. Quando minha risada finalmente começou a se acalmar, eu estava completamente sem fôlego.

Após tossir por um tempo, respirei fundo e me acalmei.

— Ahh~ Eu precisava disso.

— Mestre, o que a governanta estava tentando transmitir era que…

— A casa deles está em caos, eu sei. Mas não há nada que possa ser feito senão rir disso.

Na Casa Peetak, Peter, seu único herdeiro, era incapaz de criar um sucessor. 

Por essa razão doida, a Casa atualmente estava em alvoroço sobre quem seria o próximo chefe. 

Mesmo ele sendo tão sério, a casa dele desmoronou e agora estava em caos – eu estava certo, não faz sentido nenhum ser uma pessoa séria.

— Tenho certeza que ele pegou da Katerina. É realmente inútil ser uma pessoa séria. Não consigo deixar de sentir pena do Peter, que foi forçado a ficar com uma mulher terrível dessas.

— Pegar da noiva definitivamente é uma possibilidade, mas não houve confirmação nenhuma de terem estado em um relacionamento físico ainda.

Amagi prosseguiu:

— Mesmo assim, vai ser difícil a Katerina se casar a partir de agora.

No inferno se ficasse com o Peter, e no inferno se o deixasse.

Porque agora os rumores vão dizer que ela tem uma DST.

— Em outro assunto, parece que a companhia Henfrey emprestou bastante dinheiro para a Casa Peetak. Aparentemente eles tiveram prejuízos enormes.

— … que estupidez.

Eles se aproximaram da Casa Peetak com a intenção de dar um golpe neles?

Bem, eu terei problemas se eles forem esmagados, então irei oferecer alguma ajuda.

Eles são meu importante Echigoya, afinal.

Enquanto apreciava o travesseiro de colo, levantei os olhos às montanhas da Amagi.

— Ah sim, Mestre… que pingente é esse que você tem aí?

— Isso? Uma coisa que peguei durante uma operação de mineração.

Brian, que originalmente era um aventureiro me disse que “É um suvenir baseado em um misterioso artefato dito proteger seu usuário de todos os venenos.”

Aparentemente era um colar que oferecia imunidade contra venenos, embora seja apenas uma réplica do verdadeiro.

— Você quer?

— O Mestre deveria mantê-lo. Embora seja falso, mantenha-o como um lembrete que você está em uma posição suscetível a envenenamentos.

Ela estava me dizendo para ficar alerta.

— Hoje em dia, venenos podem ser facilmente encontrados através de inspeções.

— Não deveria ficar negligente.

Por ser fácil de conferir, era raro nobres serem envenenados hoje em dia.

Mas como eu pensava que ele dava sorte, deixei em volta do meu pescoço.

Era feito do meu favorito, ouro, afinal


Brian(*´ω) : — Mesmo se não fizermos nada, nossos inimigos se destroem sozinhos. Isso é tudo por causa das boas ações que o Senhor Liam pratica todo dia.


Tradução: Batata Yacon   |   Revisão: Delongas


Ei, se estiverem gostando do projeto e desejarem ajudar um pouco, vocês podem fazer isso acessando o link abaixo, solucionando o Captcha e aguardando dez segundos para ir à nossa página de agradecimentos.

Podem acessar por aqui.


AnteriorPróximo

6 ideias sobre “LoMa – Volume 2 – Capítulo 12

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s