LoMa – Volume 2 – Capítulo 1

AnteriorPróximo


Escrito por Mishima Yomu/Wai (三嶋 与夢)
Traduzido Originalmente ao Inglês por Kuroinfinity


A Casa Razel

 

Havia várias razões para alguém deixar seus filhos com outra casa.

Uma delas é para que possam crescer adequadamente sob um ambiente severo por um tempo, mas a mais importante é a possibilidade de se formar conexões entre casas.

Confiar seu filho a uma casa firme, formando um relacionamento onde ambos os lados possam se beneficiar no futuro

Às vezes, crianças eram confiadas a casas com que já tinham conexões, mas o treinamento em si ainda era muito importante.

Eu havia terminado o dia de trabalho com a assistência de Amagi.

Empregadas androides realmente são incríveis.

Toda minha papelada foi facilmente completada.

No império, governar com o suporte de IAs e androides era algo reprovável.

Isso devido a como elas haviam se revoltado e deposto a humanidade no passado, levando a sua atual baixa posição e uso mínimo.

Originalmente, eu deveria ter uma multidão de vassalos e subordinados preparados para mim, mas a Casa Banfield tinha uma distinta falta de recursos humanos.

Isso era culpa dos meus pais e avós.

Da minha perspectiva, eles eram incompetentes.

Tendo negligenciado o território e fugido para viver luxuosamente suas vidas na capital imperial.

Entretanto, era apenas por causa deles que eu pude nascer com tantas vantagens, então eu realmente não me importava com eles terem me abandonado.

Sem mencionar o fato de que eu tinha o guia do meu lado.

Ele era um ser que estava sempre me observando e me oferecendo suporte.

Os “serviços pós-venda” que ele me providenciou eram prova disso, então ele definitivamente era uma entidade confiável com quem eu podia contar.

Eu preciso me certificar de agradecê-lo hoje também.

Enquanto me espreguiçava ponderando tal, Amagi me ofereceu seu relatório:

— Mestre, o local do seu treinamento foi decidido.

— É mesmo? Para onde foi sua escolha?

Com meu corpo ainda em desenvolvimento, comecei a girar em círculos a cadeira onde me sentava.

— … você não parece muito interessado.

Falei para Amagi, que ainda me olhava de um modo um pouco desapontado, que eu só estava estudando fora em outra casa. — Não era nada especial.

— Se você soubesse a verdade, também não estaria muito interessada. Aparentemente, ao aceitar crianças de outras casas, você é forçado a mimá-las e deixá-las viver em luxo durante sua estadia. Brian me disse que com meus pais, não foi nada parecido com um período de treinamento.

A propósito, meu pai parece apenas ter se divertido durante seus três anos de estudo.

Aparentemente, era assim que as casas faziam as coisas hoje em dia.

Seria bom ir para uma casa que tivesse uma boa reputação com treinamento de verdade.

— Você não quer mais pessoas estudando aqui? Deveria ter me dito antes, nós já terminamos as conversas com várias casas. Se cancelássemos agora, então a reputação do mestre será indubitavelmente danificada.

— Está tudo bem, desde que eles me deem muito dinheiro, irei recebê-los de braços abertos. Bem, mesmo que eu tenha sentimentos conflituosos sobre permitir outros no meu lar, acho que serei capaz de aguentar se apenas estiverem ficando aqui por três anos cada.

O treinamento será apenas em nome de qualquer modo.

Não há nenhuma casa por aí que realmente leve esse trabalho de treinamento a sério?

— Bem, apenas faça os requisitos mais estritos. Eu não quero ser forçado a entreter algum pirralho mimado.

Eu farei meu melhor para me preparar para quando tiver que receber crianças nobres no futuro.

— Se for a ordem do mestre, então acatarei, mas muito provavelmente os únicos que serão aceitos, serão as crianças de baixa nobreza. A diferença entre eles e aqueles acima da classe barão é enorme.

— Está tudo bem, deixarei os detalhes com você e o Brian.

Se eu puder empurrar meu problema para outra pessoa, melhor assim.

— A propósito, que tipo de casa é o lugar para onde estou indo?

— É a casa do Visconde Razel. É um lugar popular para estudar que recebe dúzias de pessoas todo ano. É abundante em recursos de muitas luas e planetas que controlam e sua excelente tecnologia de processamento desenvolvida.

A descrição dada pela Amagi fez soar como se fosse uma Casa muito rica.

Mas algo parecia errado.

Pelo arquivo deles, aparentemente tinham uma abundância de recursos, mas não pareciam ter planetas ocupados o bastante em correspondência.

Parecia que havia algumas colônias espaciais feitas, mas mesmo se quisessem se expandir mais, não podiam porque as áreas em volta eram de posse de outros senhores.

— A família visca possui um exército pequeno porém forte. Eles parecem se focar na importância de conexões interpessoais com outras casas, fazendo deles um destino popular para treino.

— Nossa casa é capaz de se expandir para outros planetas?

— É possível, ao contrário da casa do visconde, nosso território já contém planetas adequados para pioneirismo.

Se esse era o caso, então gostaria de começar a preparar novos assentamentos logo.

Havia apenas um problema… o desenvolvimento do meu planeta atual também não havia terminado.

Indubitavelmente, o desenvolvimento do meu planeta principal seria atrasado caso eu começasse a delegar recursos para outro lugar.

— Apesar do planeta principal ainda estar se desenvolvimento, poderemos começar a nos desenvolver ru…

— Senhor Liam, não está prestes a começar uma educação completa que irá lhe forçar a ficar ausente do território por alguns anos?

Enquanto eu estivesse fora, Amagi recomendava que eu não tentasse investir em novos empreendimentos.

… acho que ela está certa.

— Nossas políticas atuais nos servem muito bem, então acho que não há necessidade de copiar a casa Razel. Ainda assim, estou ansioso para ver o quanto o território deles difere do nosso.

— Antes disso, ainda há outra sessão com as cápsulas educacionais que precisará completar primeiro.

— …… certo, te vejo depois.

Neste universo, havia coisas chamadas cápsulas educacionais.

Elas eram itens misteriosos que trancavam crianças no interior por vários meses ou até anos!

Em seu interior, seus corpos seriam fortalecidos e conhecimento seria carregado à força em suas cabeças.

Entretanto, você não podia simplesmente deixar as coisas assim.

Ao terminar, você tinha que passar por terapia física enquanto revisava tudo o que havia aprendido.

Muitas pessoas negligenciavam isso, pensando que não havia razão para tal, mas a diferença entre aqueles que o fazia e aqueles que não era enorme.

— Por quanto tempo ficarei lá?

— Apenas por pouco tempo dessa vez. Por favor fique tranquilo e deixe tudo para com esta Amagi enquanto dorme.

— Estarei contando com você.

◇ ◇ ◇

O planeta principal da Casa Razel.

O chefe da casa, [Randolph Sera Razel] havia reunido seus vassalos em uma sala de conferências.

Eles estavam confirmando as crianças nobres que viriam à sua casa no ano seguinte.

Os dados demonstrados mostravam a quantidade de dinheiro e recursos providenciados por cada casa nobre e criança enviada.

Apesar da Casa Razel ser bem conhecido para as crianças estudarem, ainda era um negócio.

— Hmm… até agora não parece haver nenhum indivíduo notável se juntando a nós no próximo ano fiscal.

Se uma criança fosse impressionante o bastante, então eles considerariam se valia a pena criar uma conexão com eles.

Eles fariam tudo em seu poder para fortalecer seu relacionamento com uma casa útil, mas inversamente, eles ignorariam relativamente aqueles que consideravam inúteis.

— Senhor Randolph, como mencionei antes, parece que o filho mais velho da Casa Exner virá à nossa escola para ser treinado. Eles até enviaram uma quantidade abundante de presentes.

Mas Randolph imediatamente perdeu interesse após olhar para os dados da Casa Exner.

— … não faz sentido criar uma conexão com algum novo rico da fronteira.

— O-oh, mas acho que a Casa Exner tem bastante potencial para desenvolvimento futuro.

— Desenvolvimento “potencial” é de importância secundária. Precisamos nos focar em construir relações fortes com casas que são fortes agora.

 

Não eram dignos de associação.

Entretanto, eles aceitariam alegremente as oferendas dadas.

Enquanto planos futuros estavam sendo discutidos na sala de conferências, todos repentinamente pararam de se mover.

Isso aconteceu logo quando eles estavam prestes a conferir os dados de Liam.

— Hihi… HIHIHI!

Da porta da sala de conferência, o guia tinha aparecido.

Ele se manifestou como se seu corpo estivesse brotando da própria porta, ele nem mesmo precisava abri-la. Quando finalmente atravessou, ele foi conferir os arquivos de Liam.

— Finalmente, posso ter minha vingança. Agora Liam, vejamos o que seus dados dizem!

Olhando para as estatísticas, o guia ficou surpreso.

Havia uma quantidade enorme de fundos e recursos preparados.

Amagi e Brian tinham preparado. Mesmo sendo uma quantia excessiva, isso apenas mostrava o quanto eles queriam que Liam fosse bem tratado lá.

Sem mencionar sua alta reputação e bens pessoais.

A capital imperial parecia tê-lo em alta estima por eliminar os piratas.

— Maldição, isso é irritante! Mas nada que eu não possa consertar.

O guia tinha a habilidade de falsificar e modificar dados.

Entretanto, o atual poder do guia era drasticamente limitado em quanto ele podia ser capaz de mudar.

— Isso é tudo por causa do Liam. Com o meu estado atual, eu praticamente só posso fazer truques ínfimos.

Mas enquanto passava pelos dados se deparou com o arquivo de alguém chamado [Peter Sera Peetak].

— … Oh?

Olhando os dados, ele parecia vir de uma casa com o mesmo ranque que Liam.

Entretanto, suas avaliações eram lamentáveis em todos os aspectos.

— Isso tem potencial, que tal eu tentar trocar seus dados?

Como resultado, tudo no arquivo do Liam ficou terrível.

Quando o guia manipulava o tempo, na realidade ele estava apenas desacelerando a habilidade de todos processarem informação.

Ele não estava realmente parando o tempo.

Quando Randolph e seus associados começavam a se mover novamente de novo, eles não viram o guia.

— O próximo é simplesmente terrível…

Randolph começou a esfregar seus olhos cansadamente.

— Todo ano alguma hiena tenta criar uma conexão com nossa casa. Senhor Randolph, vamos rejeitá-los?

— Já demos nossa garantia de que aceitaríamos. Se recusarmos agora, danificaremos nossa reputação. Nós aceitaremos, mas trataremos do mesmo modo que trataríamos uma criança de um cavaleiro ou aquele novo rico de antes.

Liam havia recebido uma medalha na capital imperial, mas o império era grande demais — havia muitos casos onde informação adequada de eventos não podia ser alcançada.

Muitas pessoas recebiam medalhas na capital imperial, era impossível conhecer todas elas.

O guia estourou em risadas:

— Já que esse é seu precioso tirocínio, espero que aproveite o duro treinamento lhe aguardando! Gostaria de fazer mais mudanças, mas terei que racionar o pouco poder que tenho sobrando.

Enquanto o guia deslizava pelas paredes da sala de conferência, Randolph perdeu interesse em Liam e continuou a olhar para os dados das outras crianças.

◇ ◇ ◇

… A Universidade Nacional da Capital Imperial.

[Christiana Leta Roseblaire] atualmente atendia tal instituição.

Ela estava lá para ganhar as qualificações necessárias para se tornar uma cavaleira imperial.

Leva-se cerca de vinte e quatro anos para se qualificar como cavaleira.

Doze anos eram usados para atender uma academia militar e o serviço militar que vinha depois.

Estudos universitários e treinamento viriam a seguir, após os quais, a pessoa teria que trabalhar por mais doze anos como oficial governamental.

Quando tudo isso estivesse terminado, ela finalmente teria as qualificações para ser uma cavaleira.

Nobres nativos também teriam que gastar mais seis anos na escola fundamental.

Mas Christiana era de um país estrangeiro — Tia não tinha que entrar na escola fundamental.

Com longos cabelos cor de linho e franjas bem cortadas, ela emanava uma atmosfera semelhante àquela de uma princesa.

Na realidade, ela na realidade era uma princesa de um reino caído, que já havia ganhado as qualificações necessárias para ser uma cavaleira.

Ela também tinha estilo, e seus olhos verde-esmeraldas pareciam brilhar.

Seus lábios eram carnudos e rosados.

Enquanto ela caminhava pelos edifícios da universidade, muitos olhos se reuniam sobre ela.

Ignorando os olhares circunjacentes, Tia começou a mexer com seu terminal de comunicação.

— Uma mensagem do espaço?

Mesmo Tia sendo Cavaleira do Liam, isso ainda era apenas em formalidade.

Ela não tinha muita autoridade, e mesmo agora era apenas uma estudante.

A maioria dos estudantes estrangeiros esperaria que essa mensagem viesse de seu país natal, mas isso era impossível para Tia.

Após entrar na sala de aula e assumir seu assento, ela começou a conferir o conteúdo da mensagem.

— O Senhor Liam parece ter escolhido a Casa Razel para estudar. Não acho que seja uma má escolha, mas acho que há melhores.

Tia parecia um pouco insatisfeita.

— Se possível, uma casa pertencendo a um grande nobre deveria ter sido escolhida, do contrário, não seriam capazes de proporcionar um tratamento digno do Senhor Liam.

Em muito além da lealdade normal de cavaleiros, o modo como ela estimava Liam era algo mais próximo de veneração.

Quanto ao porquê — era porque Liam fora quem a tinha salvado do inferno.

Após ser pega por piratas, ela passou por experimentos e foi torturada até ser moldada no que podia ser considerado um pedaço vivo de carne.

Mesmo ela tendo desistido de viver como um ser humano, foi salva pelo Liam e recebido esta segunda chance na vida.

Ela morreria alegremente pelo Liam.

E Tia não era a única preparada a fazer isso.

Havia muitos jovens que tinham vindo para a capital imperial para se tornarem cavaleiros de Liam.

 

Muitos tinham ido diretamente para a academia, mas Tia tinha decidido ir para a universidade.

A razão era que ela queria fortalecer a influência militar de Liam após ele se matricular.

Para esse propósito, ela decidiu que iria se graduar da universidade primeiro.

Após ler o conteúdo e fechar a mensagem, a imagem mostrada na tela de bloqueio era a do Liam em sua cerimônia de maioridade.

As bochechas de Tia coraram levemente à imagem.

— Ó Senhor Liam, certamente me esforçarei ao máximo hoje também.

… Ela era realmente leal.

◇ ◇ ◇

O mercador [Thomas Henfrey] era o chefe da Câmara de Comércio Henfrey.

Ele era o mercador exclusivo da Casa Banfield.

Assim, no momento que ele ouviu sobre o destino do treinamento de Liam imediatamente começou as preparações.

Ele atualmente estava dando instruções para seus subordinados:

— Já prepararam os presentes para o Visconde Razel?

Os subordinados o responderam com um sorriso:

— Sim, preparamos os itens que o Visconde realmente gostará.

— Isso é bom de ouvir. Já que parece que o Senhor Liam irá construir uma conexão com a Casa Razel, nós provavelmente também devemos. Quem sabe? Talvez esse seja o começo de um relacionamento longo e mutuamente benéfico.

— Está planejando trocar e se tornar o mercador exclusivo da Casa Razel?

— Mas de jeito nenhum. A casa Razel já tem demais, a competição lá é dura.

Com o desenvolvimento da Casa Banfield, a Câmara de Comércio Henfrey também tinha crescido proporcionalmente.

Enquanto a reputação de Liam se espalhava como um caçador de piratas especializado, frotas piratas menores fugiam imediatamente quando viam as naves da Câmara de Comércio Henfrey, que estava afiliada com tal caçador.

Por conta disso, os negócios estavam em plena expansão.

— A Casa Razel tem uma reputação muito boa, então é perfeita para o Senhor Liam.

Visconde Razel não era guerreiro nenhum.

Ao invés disso, se especializava em negócios ao invés de assuntos militares.

Esse fato era importante para Thomas.

Seu subordinado ofereceu seu relatório:

— Eles também têm uma filha que recentemente atingiu a maioridade, então talvez escutemos sinos de casamento em breve.

Thomas começou a rir com essa declaração:

— Posso ver muitos benefícios nisso, então espero que as coisas deem certo com isso.

…… O Visconde Razel tinha uma filha com a mesma idade que o Liam.


Brian(´;ω;`) — … não ter nada para falar também dói.


Tradução: Batata Yacon   |   Revisão: Delongas


Ei, se estiverem gostando do projeto e desejarem ajudar um pouco, vocês podem fazer isso acessando o link abaixo, solucionando o Captcha e aguardando dez segundos para ir à nossa página de agradecimentos.

Podem acessar por aqui.


AnteriorPróximo

5 ideias sobre “LoMa – Volume 2 – Capítulo 1

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s