LoMa – Volume 1 – Epílogo

AnteriorPróximo


Escrito por Mishima Yomu/Wai (三嶋 与夢)
Traduzido Originalmente ao Inglês por Kuroinfinity


Epílogo

 

Quarenta e cinco anos haviam-se passado desde que relembrei as memórias da minha vida passada.

Eu tinha finalmente me tornado um adulto neste mundo, mas não conseguia deixar de ficar insatisfeito com minha aparência no espelho.

— … eu realmente tenho cinquenta anos de idade?

Eu ainda parecia ter treze anos, em relação à Terra.

Parecia ainda estar no meu primeiro ano do ginasial.

Eu certamente ficaria mais alto de agora em diante, mas no momento ainda tinha a aparência de uma criança.

Os servos em volta choravam.

Brian em particular estava em prantos.

— E-este Brian aqui nunca pensou que viveria o bastante para ver o Lorde Liam se tornar um adulto!

— Para logo de chorar. Amagi, quais são os planos para hoje?

Amagi me respondeu com o mesmo tom de sempre:

— A cerimônia de maturidade será realizada daqui a uma hora. A celebração principal será ao meio-dia, mas ainda há o pós-festa planejado para o anoitecer.

Brian esfregou suas lágrimas e adicionou:

— A propósito, o cronograma de amanhã também está igualmente lotado do amanhecer ao entardecer.

Pelo próximo mês, parece que as coisas ficarão bastante ocupadas.

— Eu não quero fazer tudo isso!

— Infelizmente, você precisa.

Diante da resposta fria de Brian, Amagi deu prosseguimento com uma censura:

— Mestre, temos que nos apressar se quisermos chegar lá a tempo, você sabe que não pode apenas ficar no seu quarto o dia todo.

— … eu entendo, mas não me apresse.

Deixamos o quarto para o local da cerimônia enquanto eu reclamava. Veja, após ter retornado da capital, imediatamente começamos a trabalhar na construção da nova propriedade.

A mansão que eu havia esbanjado meu dinheiro era muito maior do que eu jamais poderia ter imaginado.

Se fosse compará-la com algo na minha vida passada, talvez fosse do tamanho de uma pequena cidade?

Eu chamei um famoso arquiteto e dei-lhe um orçamento extraordinário.

Enquanto pensava sobre como tínhamos que dirigir um veículo pelos corredores, me dei conta verdadeiramente da quantidade de dinheiro que havia desperdiçado.

Enquanto deixava a sala, Christiana estava lá de guarda.

Enquanto usava um uniforme adequado a uma cavaleira, ela parecia estar esperando por mim.

— Senhor Liam, você parece realmente deslumbrante hoje.

Olhei para o meu uniforme desleixado que ela havia elogiado.

Bem, pelo menos ela sabe como bajular seus superiores.

Mesmo assim, que sensação é essa? Não consigo deixar de sentir que ela esteve me observando com uma intensidade inquietante.

… provavelmente é só minha imaginação.

— Ah sim, tem certeza que está de acordo em trabalhar agora?

De acordo com o relatório do hospital, ela era alguém que havia se voluntariado para se tornar uma cavaleira após completar uma reabilitação em um nível de dar lágrimas no curto período de um ano.

— Sem problemas, mas ainda preciso deixar o território temporariamente para obter minha licença de cavaleira oficial. É uma pena o fato de que não serei capaz de servir ao seu lado por algum tempo.

Christiana — Tia — era uma estrangeira.

Assim, ela não tinha as qualificações para ser uma cavaleira do império.

Ela ainda precisava se graduar de duas academias diferentes para tal.

Com o treinamento e condicionamento somados a isso, ela provavelmente não será capaz de retornar ao serviço por mais de trinta anos.

— De qualquer modo, as coisas ficarão ocupadas para mim após me tornar um adulto, e não é como se você fosse ficar fora para sempre, então tudo deve ficar bem, não é?

O veículo começou a se mover após todos se sentarem.

Relaxando nos assentos luxuosos, Tia falou:

— Se for pelo Senhor Liam, então sempre me esforçarei pelos melhores resultados.

— Bem, desde que você não tenha problemas com isso.

Ela parecia estar estranhamente motivada, mas na realidade eu só tinha contratado ela pela aparência.

Aparentemente, ela costumava ser alguma cavaleira famosa em outro país, mas eu a apontei como minha vassala pelo quão bonita ela era.

A coisa mais importante para mim era sua aparência.

Eu estava um passo mais próximo do “banquete luxuoso” dos meus sonhos.

Brian, que ainda estava ignorante às minhas ambições, expressou sua admiração:

— Finalmente temos alguns cavaleiros que juraram lealdade ao Senhor Liam, então podemos ter tranquilidade com a segurança da Casa.

Todos os cavaleiros e vassalos de gerações passadas dos Banfield tinham nos abandonado por conta do tanto que a Casa havia caído.

Mas recentemente, mais cavaleiros tinham começado a jurar suas lealdades para mim após ouvir sobre os meus sucessos.

Mas eu não estava interessado nisso, então tinha deixado tudo com a Amagi e a Tia.

Embora se fosse uma bela mulher, eu me certificaria de contratar.

Finalmente pudemos ver nosso destino ao longe, mas ainda levaria algum tempo para chegar lá.

— … fizemos ela grande demais.

Eu me arrependia de ter construído a propriedade tão grande.

Eu tinha investido uma boa quantia nela, mas isso era mais do que eu jamais poderia ter imaginado.

Bem, era incrível de se ver, e me satisfazia bastante.

Mas a mansão onde eu morava antes era mais que o bastante.

Tudo tinha sido feito grandiosamente demais.

Realmente não se pode subestimar a tecnologia de um universo que já chegou na era espacial.

É verdade que eu queria emanar ares de riqueza ao fazê-la tão grande, mas isso realmente era demais.

Porém, se eu quisesse ser considerado um Senhor Maligno no futuro, então teria que pelo menos passar dos limites a esse nível.

Vilões sempre devem viver em covis grandes e chamativos.

◇ ◇ ◇

Local da cerimônia.

O mercador — Thomas — não conseguia esconder sua surpresa com a propriedade recém construída.

— Como devo dizer? Ele tem um gosto surpreendentemente bom.

Nias, que também estava lá, concordou com sua opinião:

— Parece ser focada em funcionalidade então tem meu selo de aprovação. Ouvi que era levemente oval, mas na verdade não parece tão ruim.

A cerimônia de maturidade havia reunido uma enorme quantidade de pessoas.

Já que a propriedade também havia sido recentemente completada, isso também servia como uma chance de mostrar o novo edifício.

Pelo ponto de vista da população, a residência de Liam na realidade tinha sido muito humildemente construída.

Desconsiderando o tamanho, sua aparência apenas era realmente simples.

Era uma bem desenhada casa simples, criada por um arquiteto renomado.

Enquanto muitos nobres construíam casas estranhas e chamativas, o lar de Liam parecia ter sido construído com uma ênfase em funcionalidade.

Certamente era larga, mas isso era algo esperado para a mansão pessoal do Senhor.

A estrutura em si era muito simples e calmante.

— Finalmente, uma residência para um Conde, ou talvez seja apenas justificável agora que o território deu a volta? Ou devo dizer que isso é algo bem do feitio do Lorde Liam. Ele ainda não mudou apesar de todas as recompensas que recebeu, e aqui estava eu pensando que ele iria construir uma propriedade feita de ouro maciço ou algo do tipo.

— Ouvi que ele investiu uma boa fortuna nisso, mas devo dizer que admiro sua decisão de perseguir funcionalidade acima da forma.

Ambos, Thomas e Nias, estavam impressionados com a residência.

Nias deu de ombros, olhando em volta de seus arredores.

— De qualquer modo, parece que isso virou algo bem grande, até mesmo representantes das outras fábricas de armamentos estão aqui.

A maioria dos participantes eram nativos.

Oficiais e soldados condecorados também participavam.

Além disso, havia uma multidão de mercadores, muitos deles sendo agentes das fábricas de armamentos imperiais.

“Conseguirei fazer muitos negócios aqui” ou “poderei comprar muitos produtos aqui” — havia muitas pessoas participando com essa mentalidade.

Thomas deixou seus ombros caírem:

— Por outro lado, também há muitos nobres de aparência ansiosa.

A Casa Banfield havia enviado convites para os senhores próximos, mas havia até mesmo nobres de territórios longínquos participando.

Nias falou em resignação que era algo inevitável:

— Para os nobres circundantes, esse é o nascimento de uma casa forte e poderosa. Ou talvez o termo correto seria ressurreição?

Muitos aristocratas engajavam em batalhas sérias, desde pequenas escaramuças a guerras totais com outras casas.

Do ponto de vista dos senhores circundantes, a força recém obtida da Casa Banfield era algo com o que se tomar cuidado.

Por outro lado, alguns nobres recebiam bem a ascensão de uma nova potência.

Esses eram os senhores fracos que não conseguiam desenvolver seus territórios por conta própria.

Eles queria criar uma conexão com Liam.

— Mas não sei como me sentir sobre todos os nobres pobres se amontoando em volta dele…

Alguns nobres achavam problemas e ficavam com inveja, enquanto outros se solidarizavam e se tornavam amigáveis.

Mas sem dúvida, todos eles estavam aqui agora por causa de Liam.

Nias estava indiferente:

— Mesmo para o império, é impossível competir pelo controle completo da fronteira. Os pequenos nobres provinciais não têm escolha senão depender dos mais poderosos.

A cerimônia tinha começado enquanto os dois batiam papo.

A multidão ficou tensa enquanto aguardavam pela chegada de Liam.

Thomas soltava uma risada levemente preocupada.

— Mesmo ele na verdade sendo uma boa pessoa, os rumores sobre ele ainda deixam todos no limite.

— Não pode ser…

O Senhor que jurou reformar o território após ser forçado a reinar quando seus pais o abandonaram quando criança.

O guardião do povo que não permite que burocratas inescrupulosos oprimam seus cidadãos.

Uma pessoa feroz e rígida, mas definitivamente um senhor que se podia confiar.

Além disso, ele era um governante virtuoso que investia a maioria de todos os seus impostos no desenvolvimento do território.

Pela perspectiva do império, ele era o Senhor Feudal ideal que pagava seus impostos fielmente.

E ele fez tudo isso, enquanto ao mesmo tempo lutava com a séria dívida que lhe foi forçada.

Mesmo que a Casa Banfield não tivesse muita credibilidade, Liam pessoalmente tinha credibilidade.

Já havia muitos oficiais e soldados que estavam prontos para darem suas vidas por Liam.

A única coisa que ele carecia atualmente era de vassalos… mais especificamente, cavaleiros.

Liam tinha finalmente aparecido, e ao seu lado estava a figura de uma nova cavaleira.

Thomas esfregou seu queixo:

— Aquela é Dona Christiana. Apesar de ter ouvido que ela seria a primeira cavaleira e oficial do Senhor Liam, ela realmente parece bastante capaz.

— Oh? Ela não foi empregada pela aparência?

— Não nego que provavelmente foi um fator, mas entre os muitos cavaleiros que já vi, até mesmo eu posso dizer que ela é especial. Ela tem uma boa aura em torno de si que a faz diferente. Até mesmo o brilho de seus olhos é o bastante para distinguir o quão extraordinária ela é em comparação à norma.

Por ela também ser alguém a quem Liam oferecera tratamento especial, Tia também estava atraindo atenção.

Thomas relembrou uma certa fofoca:

— Na realidade há um rumor circulando de que ela na realidade é a “Princesa Cavaleira”. Sabe, aquela do país que Goaz destruiu?

— Aquela famosa? Tem certeza? Ouvi que a verdadeira deveria ser muito mais velha que isso.

Nias gesticulou para a aparência jovem de Tia.

— Bem, é só um rumor. Mas se for verdade, então isso significa que o virtuoso Senhor Liam apontou alguém incrível como primeira vassala.

Embora se eles soubessem da verdade, provavelmente ficariam assustados.

A única razão dele ter se focado em desenvolver seu território era porque não podia oprimir seu povo enquanto não tinham nada.

Ele só realizou o expurgo porque os oficiais corruptos deixaram ele zangado.

Seu único motivo para lutar nas linhas de frente contra os piratas era por ter pensado que a guerra tinha sido manipulada em seu favor.

Pagar seus impostos e dívidas era apenas uma manifestação da pessoa séria que ele costumava ser em sua vida passada.

Ele só havia contratado Tia por conta do quão bela e leal ela era.

Não havia nenhum significado profundo por trás dessa decisão, ele apenas tinha escutado que a Tia era talentosa.

Ele estava agindo com a intenção de ser um vilão egoísta…

A cerimônia prosseguiu solenemente.

Thomas começou a chorar ao ver a impressionante aparência de Liam como um adulto.

— Fico feliz por ter escolhido servi-lo. Eu sabia que tinha bons olhos para o caráter de uma pessoa.

Nias concordou com Thomas, apesar de ser por uma razão levemente diferente:

— Nossa fábrica finalmente garantiu um bom cliente. Espero que o Senhor Liam continue a fazer seu melhor e cresça na vida. E se ele comprar nossos produtos enquanto isso, então não terei reclamação nenhuma.

Thomas cerrou seus olhos.

— Acredito que sua fábrica não estaria em uma situação tão apertada se vocês apenas se importassem com os designs e interiores um pouco mais. Se apenas perseguirem performance e funcionalidade, é óbvio que as outras áreas sofrerão.

Nias fingiu não poder ouvir as palavras de Thomas e continuou a apreciar a cerimônia.

◇ ◇ ◇

…… Um mês após a cerimônia.

Eu atualmente tinha uma expressão perturbada.

— … Ei, eu estou vivendo em luxo?

Brian respondeu minha questão:

— Bem, não posso realmente dizer em comparação a outras casas nobres, mas do ponto de vista dos seus predecessores, vocês está definitivamente vivendo uma vida modesta.

Estávamos no meu escritório.

Me esparramei sobre a mesa e olhei em volta.

… huh? Isso não era luxuoso? É luxuoso, não é? Mas alguma coisa ainda estava errada, o dinheiro na minha conta bancária não havia diminuído nada.

Não havia ocorrido uma única mudança nos dígitos não importando o quanto eu gastasse.

— Eu estou vivendo… frugalmente?

— Sim, esteve vivendo muito humildemente. Se for para pensar sobre sua posição, não deveria ter problemas em esbanjar um pouco mais com luxos.

Em primeiro lugar, eu deveria ser um Conde.

Mas eu nem mesmo sabia quais eram os padrões de vida de Condes.

Atualmente, eu estava fazendo coisa como ter músicas ao vivo por uma orquestra enquanto comia.

Eu tinha tentado imitar as cenas de refeições de rios que tinha testemunhado antes.

Também foi por isso que construí essa mansão enorme.

Eu até encomendei uma piscina que podia entrar a qualquer hora, vinte e quatro horas por dia. Não era qualquer tipo de piscina também, era uma instalação de lazer completa que tinha uma corredeira e piscina de ondas.

O dia que a construção foi terminada, eu brinquei nadando na direção oposta da corredeira.

Até fiz uma terma ser construída no banho!

Isso tinha que ser luxuoso!

Eu não conseguia entender os valores deste universo.

— Brian… o que é luxo?

— Não, eu teria problemas em responder isso mesmo se me perguntar…

Brian se virou para Amagi como se estivesse pedindo ajuda.

Ela aquiesceu:

— Em meus registros, houve o chefe de uma certa Casa que transformou um planeta inteiro em seu espaço privativo. Ele parece ter criado um mundo turístico inteiro para si.

— Por que ele faria isso?

Preparar um planeta turístico inteiro para si… O que ele deveria fazer com isso nos dias que não está lá?

Pelo menos deixe clientes entrarem.

Isso não faz sentido nenhum!

Amagi corrigiu meu mal-entendido:

— Este é o tipo de luxo que o Mestre está procurando? Em primeiro lugar, é errado perguntar o significado de luxo. O que você atualmente tem é luxuoso, estou certa disso, mas a definição de luxo de cada pessoa é diferente. Se considerar a personalidade do Mestre, então parece que luxo no verdadeiro sentido da palavra não te faria nenhum pouco feliz.

— Não tem como não fazer! Eu vou te mostrar luxo! Desde que eu tenha dinheiro, então posso fazer qualquer coisa!

Brian começou a rir.

Ele me olhava com um olhar que parecia cálido.

Amagi deu prosseguimento, vendo o quão agitado eu estava por isso:

— Então por que não tenta estudar fora? Isso é bem luxuoso.

— Um programa de intercâmbio? Mas eu já não irei para a academia para nobreza em breve?

— Não, não para a academia nobre, mas para aquela construída para o povo. Ao aprender mais sobre a capital imperial e outras Casas, você pode expandir sua visão do universo. É algo desnecessário para um Senhor, e pode ser considerado um luxo.

É algo como estudar fora e se divertir em um país estrangeiro?

Isso realmente pode ser considerado luxuoso deixar outros mexerem com o meu dinheiro?

Embora, pelo ponto de vista da nobreza, não haja sentido nenhum em senhores aprenderem sobre sabedoria popular.

Desde que todos os governados apenas sigam em silêncio, não havia razão nenhuma de estudar o que estava fora de seu círculo.

Com isso dito, Brian concordou:

— Acredito que seja uma esplêndida ideia. Já mencionei antes, mas Senhor Liam, o território da Casa Banfield ainda está se desenvolvendo. Ainda é uma terra prematura que tem muitas coisas a aprender. Então seria bastante luxuoso partir e estudar coisas desnecessárias por um tempo.

Relembrei algo enquanto escutava o Brian.

— Entendo, então é por isso que vou sair para estudar fora!

A razão de eu não conseguir paquerar mulheres era por eu não conseguir ignorar seus terríveis sensos de moda.

Nenhuma delas conseguia me chamar a atenção.

Mas se eu aprendesse sobre o resto do universo, talvez minha percepção delas possa ficar um pouco melhor.

Eu ainda achava que era errado ir nadar com maiôs de corpo todo.

E ainda lembro de derramar lágrimas no dia que ouvi que atualmente era moda usar chapéus com pequenos guarda-chuvas britando de cima deles no meu território.

Além disso, arte e moda não são consideradas áreas necessárias de se aprender para sobreviver.

Seria uma área ignorada até o último minuto de sua vida.

Então certamente, definitivamente seria considerado luxuoso estudar essas coisas.

— Realizarei os arranjos imediatamente.

Amagi começou as preparações:

— Por enquanto, planeje o orçamento do Senhor Liam. Se quiser partir assim que possível, já poderemos recrutar candidatos para intercâmbio no próximo ano fiscal.

— Isso é ótimo! Eu viverei a vida mais luxuosa de todas!

Ignorei Brian que atualmente esfregava suas lágrimas.

— Estudando fora para aprender sobre a perspectiva do seu povo… Como esperado do Senhor Liam.

Ele atualmente estava dizendo algo, mas eu não conseguia ouvi-lo muito bem.

De qualquer modo, vamos gastar mais dinheiro! Montes e montes de dinheiro!

Isso definitivamente é luxuoso.

Senhores Malignos devem viver vidas de luxo como essa afinal!

Eu queria gastar dinheiro em coisas que dessem essa sensação.

Meu objetivo é o de se tornar um Senhor Maligno temido por todos!

 


Tradução: Batata Yacon   |   Revisão: Delongas


Ei, se estiverem gostando do projeto e desejarem ajudar um pouco, vocês podem fazer isso acessando o link abaixo, solucionando o Captcha e aguardando dez segundos para ir à nossa página de agradecimentos.

Podem acessar por aqui.


AnteriorPróximo

8 ideias sobre “LoMa – Volume 1 – Epílogo

  1. Thiago Morgado

    A amagi é um anjo na vida dele. Toda a vez que ele quer fazer uma maluquice, ela muda a para alguma coisa frutífera kkk
    Fico me perguntando se os androides que dominaram o mundo tinha se deparados com pessoas como os familiares do Liam

    Curtido por 2 pessoas

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s