LoMa – Volume 1 – Capítulo 4

AnteriorPróximo


Liam, Trinta Anos de Idade

 

Geralmente quando se pensa em trinta anos de idade, se imagina um adulto completamente crescido.

Mas trinta anos neste universo ainda é o equivalente a uma criança do primário.

Eu havia ficado um pouco mais alto que antes por dormir e comer bem.

Este corpo não é mais saudável que o da minha infância passada?

Tudo está ótimo exceto por…

— … outra falha?

Embainhei a espada que segurava em minha mão esquerda enquanto inspecionava as toras em volta.

Das três que eu havia preparado, só fui capaz de cortar duas.

E mesmo então, todos os cortes eram extremamente brutos.

Eles eram completamente diferentes dos cortes que o mestre havia me mostrado.

Meus cortes irregulares eram uma vergonha em comparação aos do Mestre. Seus cortes eram tão lisos que qualquer um acreditaria se ele dissesse que as havia cortado com antecedência.

O Mestre tinha uma expressão perplexa em seu rosto enquanto me observava.

Ele está desapontado?

Abaixei minha cabeça em vergonha.

— Eu sinto muito mestre, ainda não estou nem perto de chegar ao seu nível de habilidade.

O Mestre sacudiu sua cabeça.

— O caminho da espada é longo e íngreme, não existe final. Tendo dito isso, você fez bem em progredir tanto assim em apenas vinte anos.

Eu havia ponderado arduamente sobre como poderia emular o Mestre nestes últimos vinte anos.

Não acreditava que seria capaz de fazer isso mesmo após ter me tornado capacitado no básico, e então me lembrei das palavras do Mestre.

Magia existia neste universo.

— É isso! Eu preciso usar magia! Condensar o poder mágico em uma lâmina fina e estendê-la da minha espada! É essa a resposta correta?

Eu acreditava ser correto, mas os resultados ainda eram diferentes demais da demonstração do Mestre.

Enquanto me perguntava o que havia feito de errado, o Mestre começou a aplaudir.

— Se você notou tudo isso, então chegou mais perto da verdade.

— Eu cheguei perto?

— Er, é, isso mesmo. Agora que você descobriu que precisa usar magia, deve se focar em dominar essa mágica.

— Eu preciso aprender magia?

Eu sou um nobre e mesmo assim também aprenderei como usar magia…

Em tempos recentes, o poder mágico de um indivíduo não é mais considerado tão importante.

Magia seria impotente contra os raios laser de uma espaçonave de batalha afinal de contas.

Levando isso em consideração, artes marciais estavam basicamente no mesmo barco.

Se levado aos extremos, eu poderia ser completamente incompetente nessas coisas e ficar bem.

Mesmo assim, essas lições indubitavelmente serão úteis em tempos de crise.

— Sim, mas no final é apenas magia. Não é o bastante.

— Entendido!

Eu precisava estudar muitas coisas com zelo.

— Eu tentarei incluir algumas aulas mágicas em breve.

O Mestre assentiu.

— Isso é bom, mas terei que selar essa técnica por um tempo. É verdade que você precisa aprender magia, mas não está pronto para isso ainda, então pela próxima década, estarei lhe proibindo de treinar qualquer outra coisa além do básico.

Mesmo eu finalmente tendo sido capaz de alcançar algo!

Eu berrava essas reclamações na minha mente, mas não podia me opor ao mestre.

Se eu tentasse lutar contra essa pessoa, seria partido em dois em um instante.

— Tudo bem, eu entendo.

— Bem, por enquanto, que tal se focar nos seus assuntos governamentais? Se o Senhor de um território se focar unicamente em suas habilidades marciais, então seria um Senhor falho.

É isso o que ele está pensando?

Deve estar preocupado comigo.

— Está tudo bem, apesar de ainda estamos no processo de realizar as reformas no território, os resultados já estão começando a dar frutos.

O exército foi reorganizado.

O governo foi reformado.

Decisões foram feitas para desenvolver o território, e os planos já foram colocados em ação.

Em um universo que já realizou avanços em exploração espacial, a capacidade de desenvolvimento da sociedade era incrivelmente alta.

Consegue imaginar arranha-céus construídos em apenas alguns dias?

Máquinas e androides controladas pelos arquitetos podem completar uma construção em velocidades atordoantes.

— Você fez bem, mas como sempre, não podemos negligenciar o básico.

— Sim!

— Parece que fazer isso normalmente não irá lhe ajudar a se desenvolver mais, então por enquanto quero que continue enquanto atado a pesos e vendado.

— Você quer que eu use uma venda e pesos?

O Mestre prosseguiu a amarrar pesos em mim e me vendar.

— Continue balançando a lâmina mais pesada até sentir que está balançando um pequeno galho, e a venda deve te ajudar a aprender como não depender apenas de sua visão.

— Entendido!

É como as sessões de treinamento que eu tinha visto em desenhos animados.

Mas tudo que o Mestre diz é absoluto!

… Agora que paro para pensar, a indústria de entretenimento não se desenvolveu tanto assim devido a falta de tempo.

Será que devo tentar investir um pouco mais?

◇ ◇ ◇

Yasushi observava Liam enquanto ele balançava a espada pesada vendado.

(Mas que infernos é isso!? Mas que diabos é você!?)

Seu suor frio esteve escorrendo sem parar já há algum tempo.

Não havia como Yasushi poder ter previsto que ele realmente transformaria sua magia de rua em uma verdadeira técnica secreta de espada.

Yasushi recentemente até mesmo pensava que os movimentos de Liam eram melhores que os seus.

Mesmo ele tendo ensinado apenas os básicos para ele, Yasushi não podia deixar de se sentir envergonhado por Liam que havia desenvolvido uma técnica secreta inteira por conta própria.

(Se ele descobrir que eu estava mentindo, não terei escapatória nenhuma! Serei fatiado em um instante!)

Com uma atmosfera dessas, não havia como ele falar a verdade agora.

Liam já estava vários passos acima dele próprio como um espadachim, ele já havia perdido o pouco de confiança na lâmina que ainda tinha sobrando.

(De qualquer jeito, eu fui estúpido o bastante de não guardar dinheiro. Não posso mais fugir!)

As recompensas já estavam exauridas porque ele já tinha gastado tudo em luxos.

Ele se esgueiraria para a cidade de vez em quando para se divertir, dizendo que iria checar a situação de seus outros discípulos em vários outros lugares.

Não havia dinheiro o bastante para escapar.

(Não há outra escolha, vamos poupar os fundos e desaparecer! Sim, esse é o plano. Vamos lá!)

Agora que ele estava vendado, Yasushi podia finalmente esfregar o suor frio na frente do inabalável Liam.

(Eu realmente só lhe ensinei os básicos… será que ele é um gênio?)

Yasushi não era professor nenhum.

Ele não tinha como possivelmente saber que Liam era talentoso assim.

(Argh, não me importo mais! De qualquer jeito, agora é hora de fazer uma grana. Preciso pesquisar alguns métodos para treiná-lo, ou então serei morto!)

Yasushi jurou suporta uma vida frugal por um tempo enquanto juntava dinheiro o bastante para escapar.

◇ ◇ ◇

Realmente faz sentido ser vendado?

No começo eu havia questionado esse modo de pensar.

Mas agora…

— Eu finalmente entendo o que você estava querendo transmitir para mim, Mestre! Eu agora consigo perceber o que significa usar meus outros sentidos além da visão! Você queria que eu soubesse que não é o bastante apenas ver as coisas apenas com os meus olhos, não é?

Falei tal coisa ao mestre enquanto ainda estava vendado.

O Mestre tentou ir embora enquanto eu ainda não podia ver, mas surpreendentemente, eu podia imediatamente discernir sua posição apenas pelos sons de seus passos.

Eu te surpreendi, Mestre?

Isso não é prova de que estou crescendo?

— B-bem, é muito surpreendente você ter chegado tão longe em tão pouco tempo. Não, sério. Como é que você foi capaz de aprender isso em apenas alguns anos?

Parece que meu crescimento era sem precedentes.

Eu agora era capaz de perceber pessoas mesmo quando não estava olhando para elas.

E podia facilmente balançar a espada pesada com apenas as pontas dos meus dedos também.

— Olha o meu progresso, Mestre! Eu agora posso balançar isso tão facilmente!

— Oh, hmm… é! Não fique metido!

— Huh?

O Mestre começou a me dar uma bronca.

— Apesar de ser verdade que você refinou seus outros sentidos além da visão, isso foi tudo o que você fez. Ainda não aprendeu como perceber as coisas com magia.

Após ter sido relembrando de magia, não pude deixar de ficar surpreso por ainda haver mais por vir.

— Você me esclareceu, Mestre!

— Mas é claro que sim. Agora, sua atual espada é leve demais, então irei preparar uma personalizada para você.

Excitação começou a crescer dentro de mim após ouvir que receberia uma espada personalizada.

— Mal posso esperar por isso, Mestre!

— Ufa, essa foi por pouco…

Huh?

Por um instante o Mestre pareceu estar assustado.

Foi só minha imaginação?

◇ ◇ ◇

(Me dá um descanso logo, merda!)

Yasushi não conseguia sentir nada além de medo para com Liam que havia se virado para ele mesmo vendado.

Uma espada pesada estava sendo facilmente balançada por ele usando apenas as pontas de seus dedos.

Esse moleque agora já não é capaz de viver normalmente enquanto está vendado?

Mesmo se Yasushi tentasse fugir, ele o encontraria.

(O que eu faço!? O que infernos eu devo fazer!? Não achei que ele realmente aprenderia alguma coisa disso!)

Yasushi pretendia arrumar um pouco mais de tempo, mas seus planos já haviam corrido mal em apenas um par de anos.

(Esse moleque sempre foi um gênio!? Então me informe uma coisa dessas desde o começo!)

Em primeiro lugar, Yasushi nunca foi um professor. Ele era apenas um golpista.

Era impossível ele medir o talento e potencial de Liam.

(Encomendarei a espada mais pesada que puder encontrar, também estenderei sua extensão. Vou fazer com que seja quase impossível que ele a balance.)

Desenvolver seu sexto sentido, aprender a ver o invisível, fortalecer sua magia, etc.

Yasushi ponderava meios de poder estender o treinamento quando outro plano apareceu em sua cabeça.

(Isso mesmo! Vou usar aquilo)

◇ ◇ ◇

Yasushi caminhou até o depósito da mansão.

Mobílias e itens frágeis que foram removidos dos edifícios demolidos estavam aqui.

Yasushi havia vendido as peças antigas que havia roubado daqui, mesmo a maioria delas sendo falsas.

Entre todos os itens havia uma nave humanoide muito antiga, um cavaleiro móvel.

Era um gigante desajeitado que se erguia a vinte e quatro metros de altura em comparação aos recentes modelos de quatorze metros.

Era uma nave antiga de centenas de anos de idade, algo que havia caído em desuso várias gerações atrás.

Era a nave que o bisavô de Liam havia pilotado.

Yasushi fora até o depósito com Amagi a apontou para o cavaleiro.

— Prepare essa antiga nave. Ela será o novo equipamento de treino do Liam.

Amagi lançou um olhar de suspeita na direção de Yasushi.

— Essa é uma nave muito desatualizada, deveria preparar um modelo atual no lugar?

— Isso seria péssimo!

Yasushi sabia que cavaleiros modernos eram mais fáceis de se manobrar.

Conforme novos modelos e gerações saíam, movimentação e outra ações se tornavam muito mais amigáveis.

Suas performances também haviam sido melhoradas dramaticamente, então se alguém como Liam começasse a pilotar um desses, seria capaz de dominá-los praticamente de imediato.

Yasushi definitivamente não seria capaz de ganhar tempo o bastante.

— Isso também é pelo bem do Liam, quero que ele use este após ser reparado.

— Mas as peças nem são mais fabricadas, isso apenas atrasaria o tempo de reparo. É universalmente aceita a utilização de modelos da classe 14 e 18 metros, então não há tantas fábricas assim sequer capazes de lidar com algo desse tamanho.

Amagi apenas respondeu Yasushi com cordialidade porque Liam havia o reconhecido como seu mestre.

Do contrário, então sua resposta teria sido muito mais vulgar.

(Você acha que eu não sei disso!? Farei com que você gaste o pouco dinheiro que tem sobrando nisso, então não terão nem o tempo nem os fundos necessários para me perseguir. Eu sou um gênio!)

Yasushi conhecia a estrutura básica de antigos modelos de cavaleiros.

Ele sabia que eles foram construídos para serem muito firmes.

— As naves antigas foram robustamente construídas, com algumas partes novas ele pode ser muito mais robusto que os cavaleiros atuais.

— Estou lhe dizendo que não é tão simples ass…

Amagi tentou recusar, mas Yasushi impôs sua opinião.

— Isso é final! Repare essa nave! É tudo pelo bem do Liam. O método de controle é ideal por ser manual. Não é bom depender na assistência automática dos modelos recentes.

Amagi consentiu relutantemente após ele continuar a soltar várias ordens.

Liam havia dito a ela para atender às instruções de Yasushi com o melhor de suas habilidades.

— Realizarei os arranjos imediatamente.

— E também, certifique-se de gastar tanto quanto puder. Lembre-se de que isso tudo é pelo bem do Liam!

Mesmo ele sabendo que eles estavam endividados, Yasushi deu várias ordens para apertar ainda mais as finanças da casa.

◇ ◇ ◇

Dentro do depósito de onde Yasushi já havia partido.

Amagi olhava para o cavaleiro móvel, designação: [Ávido].

Havia muitas partes expostas que mostravam a armação básica, e algumas partes da armação blindada estavam enferrujadas.

Levantando os olhos ao Ávido esfarrapado, Amagi não pôde deixar de pensar:

(Aquela pessoa ao menos está qualificada para ensinar? Tenho certeza que meu Mestre é mais forte que ele, e ele não passa a sensação de alguém tão especial.)

Só de olhar para seu modo de viver, Yasushi definitivamente não parecia estar qualificado.

Mas ele produzia resultados.

Além disso…

(Nenhuma informação sobre ele aparece não importa o quanto eu investigue. Pelo contrário, isso é ainda mais anormal…)

Tendo dito isso, era difícil ignorar Yasushi porque ele produzia resultados.

Além disso, não havia problema nenhum desde que seus lados suspeitos não interferissem com seu trabalho.

Amagi estava perdida com a situação atual.

— … é uma ordem, então irei apenas obedecer. Mas isso me preocupa.

Atualmente, cavaleiros largos da classe de vinte e quatro metros não eram amplamente usados.

Assim, se eles fossem ter esperança de mantê-lo, não poderiam simplesmente contratar qualquer fábrica.

Eles teriam que trazer uma grande fábrica com instalações superiores capazes de criar as partes necessárias.

Para dar um exemplo, seria como pegar um carro esporte clássico para uma pequena oficina de garagem. Se não tivessem as partes, então não seriam capazes de consertá-lo.

— Preciso chamar uma fábrica do império.

Havia sido uma das fábricas de armas do império a responsável por construir Ávido.

Ainda existiam, então eram o único lugar onde os reparos realmente poderiam ser feitos com confiança.

Amagi voltou a verificar o pedido de Yasushi.

— Esse é um grande pedido, mas é possível conseguir um orçamento. Eu deveria chamar alguém primeiro, entretanto…

Ela queria que um mecânico conferisse a situação de Ávido antes de entrar em contato com a fábrica.

Enquanto deixava o depósito pensando sobre o que fazer, encontrou Liam caminhando vendado.

Seu ânimo instantaneamente melhorou.

— Esses passos têm que ser… Amagi!

— Está correto, Mestre.

Ele estava caminhando por aí como se pudesse ver seus arredores claramente apesar da venda.

— Mestre, é perigoso caminhar por aí nessa condição.

— Não é problema nenhum, isso é apenas prática. De qualquer jeito, ouvi que vocês vão preparar um cavaleiro para mim?

Amagi começou a falar sobre o cavaleiro que Yasushi recomendara:

— Estamos planejando utilizar um dos cavaleiros antiquados, mas na minha opinião seria melhor se preparássemos um de quatorze metros ao invés disso.

Liam começou a esfregar seu queixo enquanto inclinava sua cabeça.

— É ideia do meu Mestre, então irei falar com ele sobre isso, mas por enquanto irei continuar caminhando pela propriedade desse jeito.

Liam então começou a caminhar vendado.

Amagi não pôde deixar de sentir-se inquieta diante de tal vista.


Escrito por Mishima Yomu/Wai (三嶋 与夢)


Tradução: Batata Yacon   |   Revisão: Delongas


Ei, se estiverem gostando do projeto e desejarem ajudar um pouco, vocês podem fazer isso acessando o link abaixo, solucionando o Captcha e aguardando dez segundos para ir à nossa página de agradecimentos.

Podem acessar por aqui.


AnteriorPróximo

7 ideias sobre “LoMa – Volume 1 – Capítulo 4

  1. Hb

    Kkkk, esse cara foi mandado da ferrar com nosso mc mas ele é tão obstinado que tudo está ajudando ele!

    E como um robô gigante de 24m não é mais usado?! Se for reformado só pelo tamanho já será imponente!

    Curtido por 1 pessoa

    Resposta
    1. Fernando Carrijo

      eu acho que eles n são mais usados por que os modelos de 14 metros devem ser mais baratos e eficientes logo é apenas desperdício de recursos .

      Curtido por 1 pessoa

      Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s